terça-feira, 23 de abril de 2013

O Fantaspoa apresentará 50 filmes em longa-metragem em suas duas mostras competitivas principais

Serão 38 filmes na Competição Internacional e 12 na Competição Ibero-Americana


O IX Fantaspoa – Festival Internacional de Cinema Fantástico de Porto Alegre ocorrerá entre os dias 03 e 19 de maio de 2013. Em sua abertura, será realizada a primeira exibição pública do filme Mar Negro, encerrando a aclamada trilogia criada pelo diretor capixaba Rodrigo Aragão. Na ocasião, estarão presentes o diretor e grande parte da equipe do filme, que conversarão com o público após a sessão. Oito mostras integram a programação do IX Fantaspoa: Competitiva de Curtas-Metragens; Especiais; Panorama; Homenageados; Apocalipse Zumbi; Horror Underground Alemão; Competitiva Ibero-Americana; Competitiva Internacional. As mostras competitivas principais do IX Fantaspoa se dividem em Internacional e Ibero-Americana. Reunindo 50 longas-metragens de mais de 30 países, representa o que de melhor foi realizado mundialmente na seara do cinema fantástico nos últimos três anos. A maioria dessas obras passou por festivais de cinema prestigiados, inclusive angariando premiações, e quase a totalidade dessas obras estará em première latino-americana no Fantaspoa.

Alguns títulos a serem apresentados na Competição Ibero-Americana serão os argentinos “A Segunda Morte”, de Santiago Fernández Calvete, e “Trash 2: As Tetas de Ana L.”, de Alejo Rébora. O primeiro, em première Latino-Americana, conta a história de uma família que foi encontrada morta por combustão espontânea em posição de reza e, diz-se, por culpa da Virgem Maria. O segundo, que terá sua primeira exibição pública no Fantaspoa, mostra a aventura de uma mulher que tenta reaver seus seios, que foram arrancados pela máfia. Os diretores de ambos os filmes estarão no evento apresentando suas obras.

Na Competitiva Internacional, destaque para quatro filmes germânicos, cujos diretores e parte da equipe – graças ao apoio do Instituto Goethe de Porto Alegre e da German Films – estarão presentes no evento. Stephan Rick apresentará a sessão comentada de “O Bom Vizinho”, que mostra uma amizade que fica conturbada após o testemunho de um atropelamento fatal; e Mathieu Seiler e o produtor Cengiz Peker apresentarão “A Excursão”, filme com toques de conto de fada macabro, sobre uma família que vai passar uma sombria tarde no campo. Também, o evento contará com a presença de Jan Speckenbach, diretor de “Os Esquecidos”, que mostra um pai numa Alemanha em que crianças estão misteriosamente desaparecendo; e a diretora Alex Schmidt e o músico Marian Lux, que debaterão “Você Prometeu”. Selecionado para o prestigiado Festival de Veneza, o filme conta a história de duas amigas que se reencontram depois de muitos anos separadas e que acabam tendo que lidar com segredos do passado. Já no dia 07 de maio, o músico Marian Lux realizará uma sessão inesquecível para os amantes do cinema expressionista alemão. No Instituto Goethe de Porto Alegre, o clássico “O Gabinete de Dr. Caligari” será exibido acompanhado por execução simultânea da trilha sonora pelo pianista. Esta apresentação terá entrada franca.

A Mostra Competitiva de Curtas-Metragens apresentará um total de 49 filmes, advindos de mais de 15 países diferentes. Serão seis sessões de exibição, a serem realizadas em 04 e 05 de maio no Cine Bancários. Quatro horários de exibição são reservados para obras de todo o mundo, em animação e live-action. Duas sessões serão dedicadas aos curtas-metragens brasileiros de gênero, nas quais estarão presentes sete convidados, que conversarão com o público sobre suas obras após as exibições.

As sessões Bienal no Fantaspoa também comporão a Mostra Especiais: é uma parceria do Fantaspoa com a Bienal do Mercosul, que será realizada em setembro de 2013. Serão exibidos quatro filmes de autoria do grupo britânico The Otolith Group, prestigiado coletivo artístico britânico.

Saindo um pouco das obras mais puramente fantásticas, será apresentada a Mostra Panorama, que objetiva programar filmes que, embora não necessariamente se encaixando nos gêneros aos quais o festival se dedica, flerta com o fantástico, com temas absurdos ou incomuns. Na mostra, destacam-se dois filmes que foram os indicados de seus respectivos países para concorrer ao Oscar de melhor filme estrangeiro.

A Mostra Homenageados é dedicada a exibir filmes que tiveram envolvimento dos italianos homenageados deste ano no Fantaspoa: Ruggero Deodato e Claudio Simonetti. Da parte de Deodato, são todos filmes que ele dirigiu. De Simonetti, obras em que realizou a composição da trilha sonora, seja solo, seja com a célebre banda Goblin. Serão 15 longas-metragens, dentre os quais quatro serão comentados pelos homenageados.

A Mostra Apocalipse Zumbi apresentará seis filmes de zumbis, advindos dos EUA, da Grã-Bretanha, Suécia, Japão e Países Baixos, demonstrando a riqueza e versatilidade da atual produção fílmica que utiliza este personagem tão horrendo e popular, mesclando com suas culturas locais, muito humor e banho de sangue.

A Mostra Horror Underground Alemão trará nove títulos em exibições única, dos três cineastas responsáveis pelo movimento conhecido como horror underground alemão: Olaf Ittenbach, Andreas Schnaas e Jörg Buttgereit. Surgida no final dos anos 1980 na Alemanha, numa época em que dificilmente se tinha acesso a obras de horror devido à forte censura no país, tem como marcas registradas seu forte cunho autoral; e sua violência gráfica extrema.

Já são tradicionais no Fantaspoa as sessões comentadas, sempre com a presença de cineastas e equipes dos filmes apresentados no festival. Esse ano não será diferente e muitas das sessões terão as presenças de seus diretores, que comentarão com o público após a exibição dos filmes. Serão 37 sessões comentadas por 29 convidados brasileiros e 38 convidados estrangeiros, somando um total de 67 convidados nesta edição.

Para o encerramento, o festival reserva a première latino-americana de Big Ass Spider! Muito comentado pelo público cinéfilo e com estreia marcada para a semana que vem no prestigiado festival South by Southwest, mostra a inusitada união entre um exterminador de insetos e um segurança enfrentando uma aranha gigante que tenta destruir toda Los Angeles. O diretor norte-americano Mike Mendez estará presente na sessão para apresentar seu filme ao público do Fantaspoa.

>> Mais informações: www.fantaspoa.com


IX Fantaspoa – Festival Internacional de Cinema Fantástico de Porto Alegre

De 03 a 19 de maio de 2013 em Porto Alegre

Salas: CineBancários, Cine Santander Cultural, Sala Paulo Amorim e Sala Eduardo Hirtz


Ingressos: R$ 6 reais (seis reais)


Governo do Estado repassa R$ 1,5 milhão ao Vida & Saúde



Novos investimentos no Hospital. O Governo do Estado, através do Secretário de Saúde, Ciro Simoni, confirmou, ontem, o repasse de R$ 1,5 milhão para a Instituição. O Presidente do Hospital, Anderson Mantei, a Diretora Geral, Vanderli de Barros e o Diretor de Infraestrutura, Rodrigo Calixto, estiveram reunidos com o Secretário para encaminhar projetos no valor de R$ 4,5 milhões.

Também participaram da reunião os Deputados Federais, Elvino Bohn Gass e Giovani Cherini, o Deputado Estadual Jeferson Fernandes e o Delegado da 14ª Coordenadoria Regional de Saúde, Antônio de Paula. Na ocasião, o Secretário afirmou que vai apoiar, ainda este ano, todos os projetos, porém solicitou as prioridades para que fossem imediatamente atendidas. O Presidente apontou como primeira demanda a construção do bunker para a ampliação do tratamento de Radioterapia do Hospital. O acelerador nuclear foi conquistado, junto ao Governo Federal, no ano passado, no valor de R$2,5 milhões. Agora é necessária a construção do espaço para adaptação desse equipamento. Para essa obra foi garantido R$ 650 mil.

A segunda demanda solicitada ao Secretário foi a aquisição de equipamentos para UTI Adulta e para a UTI Pediátrica, no valor de R$ 913 mil. A liberação do recurso total de mais de R$1,5 milhão será imediata. De acordo com o Presidente Anderson, “O Secretário confirmou que as duas prioridades serão atendidas. Ele destacou que está do nosso lado e que todas as solicitações de projetos estão válidas e deverão ser atendidas até o fim do ano, o que nos deixou muito satisfeitos com o ótimo resultado da reunião”.

Durante a reunião também foi tratada a ampliação da UTI Neonatal e Pediátrica do Vida & Saúde. A duplicação da UTI, de acordo com as novas regras do Ministério da Saúde, também recebeu o apoio do estado. A intenção é separar a Neonatal da Pediátrica e duplicar o atendimento e o quadro de funcionários. O Secretário incentivou esse projeto e destacou que o Vida & Saúde será o 5° município do estado a apresentar proposta para se adequar a nova legislação.


segunda-feira, 22 de abril de 2013

Mostra multimidiática "Vão"

Galeria TLZ recebe a mostra multimidiática “Vão”

Exposição busca afirmar que o que nos impulsiona é o cair das máscaras



A exposição Vão, que ocupará a novíssima galeria TLZ em maio e junho, se originou no espetáculo homônimo, dirigido por Lisandro Belotto - com Carina Dias, Lívia Dávolos e Carla Borba -, apresentado nos palcos de Porto Alegre em 2010. A peça tinha como pilares a interdisciplinaridade e a interconexão de linguagens artísticas, utilizando o teatro, o vídeo e a performance. A mostra é um desdobramento do espetáculo. Segundo a atriz Carina Dias, o propósito da exposição é seguir pincelando com as camadas da arte, dialogando com o espaço que a Galeria TLZ dispõe.

A mostra reúne artistas e amigos num espaço preenchido por anseios e experiências. É o desejo coletivo de agregar palavras, imagens e sonoridades, dentro de uma proposta multimidiática e com um olhar atento às constantes transformações do cotidiano. São fotografias, trechos dos textos utilizados na encenação e o filme inédito Vão, de André Severo. Ainda na noite de abertura acontecerão performances das artistas do espetáculo. Lívia Dávolos (19h30min), Carina Dias – com trilha sonora de Felipe Gué (20h30min) e Carla Borba (das 19h às 22h).

Os elementos artísticos da encenação teatral e da mostra são autônomos, o que não quer dizer que tomem rumos opostos, e sim que abrem novas possibilidades de relação com o espaço e o espectador.


Mais informações pelo site: http://thippos.com/leo-zamper/

Página no Facebook: https://www.facebook.com/pages/Thippos-Leo-Zamper/



domingo, 21 de abril de 2013

Haitianos chegam a Três de Maio


Grupo de haitianos na chegada a Três de Maio.

Chegou a Três de Maio o grupo de haitianos que foi contratado por empresa local para trabalhar na construção civil.

De acordo com o empresário Rogério Luiz Engel, da Agren Agronegócio (nova marca da Ouro Verde Agronegócio), responsável pela vinda dos haitianos, são rapazes com idade entre 25 e 30 anos, sobreviventes do terremoto que ocorreu em 2010 e vitimou mais de 200 mil pessoas, promoveu grande destruição na região da capital haitiana, metade das construções foram destruídas, 250 mil pessoas foram feridas e 1,5 milhão de habitantes ficaram desabrigados.

Eles vão receber cerca de R$ 850,00 por mês, além de auxilio moradia e alimentação. Os dez haitianos deixaram seus familiares para vir tentar a vida no Brasil. Consequentemente, boa parte de tudo que irão ganhar será enviado aos familiares que ficaram. O histórico desta população é lamentável, alguns sobreviventes do tsunami, outros do terremoto. Um deles sobreviveu ao terremoto e tsunami.

A empresa disponibilizou uma residência para o grupo. Porém, em função deles serem oriundos de país com clima quente e o inverno se aproxima em nossa região, está sendo solicitada a doação de roupas de inverno. Interessados poderão deixar na recepção da Rádio Colonial que será encaminhada para a empresa que os emprega.

Razões Humanitárias

De acordo com a Resolução Normativa 27, o Departamento de Estrangeiros, da Secretaria Nacional de Justiça (SNJ), tem autorizado a permanência de estrangeiros no Brasil, por uma questão humanitária. Além de haitianos, a política foi aplicada para angolanos, entre 1991 e 1992; iranianos da comunidade bahai, em 1986; e aos colombianos, entre 2008 e 2009.

Desenvolvimento haitiano

Segundo o Ministério das Relações Exteriores (MRE), o terremoto de janeiro de 2010 causou US$ 8 bilhões em prejuízos, o que equivale em cerca de 120% do PIB haitiano. O Brasil tem procurado, em conjunto com as autoridades haitianas, contribuir para a presença empresarial brasileira no Haiti.

 
Com informações do Três de Maio Online


Caderno Cultura de Zero Hora lança a série Obra Completa

Iniciativa vai analisar a obra de grandes escritores gaúchos mensalmente

Zero Hora lança, no caderno Cultura deste sábado (20), a série Obra Completa. Uma vez por mês, o suplemento vai analisar o trabalho publicado de um grande escritor do Estado, por meio de entrevista e análise. A estreia é com o escritor Luiz Antonio de Assis Brasil, autor que se dedicou como poucos a escavar a história do Rio Grande do Sul como matéria ficcional. Obra Completa conta ainda com uma página exclusiva dentro do site do Segundo Caderno

Em entrevista concedida ao editor Carlos André Moreira, Assis Brasil fala se seus livros, suas metas e sua visão da própria literatura. A série se propõe a analisar criticamente os livros de cada autor, fase a fase. Além da reportagem em texto, confira o vídeo de estreia em zerohora.com.


[Três de Maio] Shows da Expofeira

Soberanas da 13ª Expofeira do Agronegócio

A 13ª Expofeira do Agronegócio começa no próximo sábado, dia 27, em Três de Maio.
O Parque de Exposições passa por embelezamento e preparação aos milhares de visitantes que, certamente, prestigiarão o evento.
Diversas atrações estão confirmadas. Confira a grade de shows:

SHOWS CONFIRMADOS

Dia 27/04 - Show nacional sertanejo universitário Léo e Giba, DJDaniel Ribeiro e sonorização

Dia 28/04 - Lucia Luft e Banda Mercosul

Dia 29/04 - Mano e Mateus, Karine Eichel, Banda Soprano e EssênciaLatina

Dia 30/04 - Encontro de Rock, show com Garoto Humilde e baile

do municípiono Clube Buricá

Dia 1/05 - Show de Bandas da Rádio Colonial

Dia 2/05 - Show gospel internacional com David Quinlan e bandasgospel

Dia 3/05 - Show nacional sertanejo universitário Gabriel Valin, FernandoLima e Banda 4x4

Dia 4/05
- Show Os Serranos, Nego Peca, Luiz Moreira e Freitinhas.


>> A programação completa você poder conferir no site: www.expofeira.com.br



sábado, 20 de abril de 2013

Americanos em Santa Rosa para produção de documentário

Museu Municipal de Santa Rosa foi local de gravação
nesta tarde de sábado
Está sendo rodado o filme "Alemães da Rússia na América do Sul", o projeto é coordenado pelo professor Michael M. Miller, diretor da Coleção Herança: Alemães da Rússia da biblioteca da universidade Estadual de Dakota do Norte.

O filme será produzido em parceria com a "Prairie Public Broadcasting". Miller está com o Diretor de Televisão Bob Dambach, e os cinegrafistas Dave Geck e Ben Stommes.

Estão sendo produzidas entrevistas que serão conduzidas em Inglês e Alemão com descendentes de famílias de Bessarábia, Mar Negro, Menonita, Volga e ancestrais de alemães Volhynienses.

No final do século 19 e inicio do século 20, muitos "alemães da Rússia", imigraram para a América do sul, especialmente o sul do Brasil e Argentina. Ao mesmo tempo, outras famílias de alemães russos imigraram para Dakota do Norte e do Sul e Planícies do Norte. Resultando no fato de que muitos destes "alemães russos" na Argentina e no Brasil têm parentes no Canadá e Estados Unidos.

Este será o oitavo documentário da premiada série sobre os Alemães da Rússia da Prairie Public, e provável premiada em 2014. Os cinegrafistas da Prairie Public e Miller também planejam viajar para a Argentina em Setembro para continuar as filmagens.

Texto e foto de Anderson Farias (via Facebook).


Quem tem medo da regulação da mídia?

por Jonas Valente*

As comunicações brasileiras são marcadas pela alta concentração dos veículos em poucos grupos, pela presença de políticos no controle rádios, TVs e jornais, pela produção verticalizada a partir do eixo Rio-São Paulo, pelos caros e excludentes serviços de acesso à internet, telefonia celular e TV por assinatura e pela subordinação dos órgãos e autoridades aos interesses do empresariado do setor.

Esta última característica tem inúmeros exemplos na história do país. O mais recente é o enterro, na gestão de Dilma Rousseff, da proposta de nova lei para o setor que começou a ser elaborada no último ano do governo Lula pela equipe comandada pelo então ministro Franklin Martins. O “anúncio” foi feito pelo secretário executivo do Ministério das Comunicações, Cézar Alvarez, em um seminário da revista TeleTime em fevereiro deste ano, em Brasília.

O Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC) reagiu em nota pública assinada por mais de 100 entidades. “A opção do governo significa, na prática, o alinhamento aos setores mais conservadores e o apoio à manutenção do status quo da comunicação, nada plural, nada diverso e nada democrático. Enquanto países com marcos regulatórios consistentes discutem como atualizá-los frente ao cenário da convergência e países latino-americanos estabelecem novas leis para o setor, o Brasil opta por ficar com a sua, de 1962, ultrapassada e em total desrespeito à Constituição, para proteger os interesses comerciais das grandes empresas”, declara o texto (Nota pública: governo federal rompe compromisso com a sociedade no tema da comunicação). E apontou para mobilizações em todo o país em torno de um Projeto de Lei de Iniciativa Popular para pressionar o governo federal e o Congresso Nacional.

O PT seguiu o movimento e aprovou uma resolução que conclama “o governo a reconsiderar a atitude do Ministério das Comunicações, dando início à reforma do marco regulatório das comunicações, bem como a abrir diálogo com os movimentos sociais e grupos da sociedade civil que lutam para democratizar as mídias no país”. O texto também defende a proposta de um Projeto de Lei de Iniciativa Popular a ser elaborado pelo FNDC (Democratização da mídia é urgente e inadiável).

O apelo do partido do governo mostra a gravidade dos obstáculos enraizados na Esplanada dos Ministérios. Estagnado por eles, o Brasil vai na contramão de um movimento mundial que atinge países cujos governos possuem as mais variadas linhas políticas. Tudo pelo medo de tocar nos privilégios das empresas de comunicação. Enquanto isso, a diversidade das culturas dos mais variados cantos do nosso território e a pluralidade de visões de setores que não são representados nos conglomerados de mídia continuam apartadas do principal instrumento de debate público e formação de valores das sociedades contemporâneas.

O governo federal se ancora em uma retórica pública frágil para escamotear a questão de fato. Sustenta o raciocínio de que o debate central é a criação ou não de um marco regulatório, que substituiria a “escolha livre do cidadão por meio do controle remoto”, figura metafórica tantas vezes utilizada pela presidenta Dilma Rousseff. O marco regulatório já existe na Constituição e nas leis que regem o setor, inclusive com normas que disciplinam o conteúdo veiculado. Outro argumento é que o debate é “complexo”, “polêmico”, quase impossível. No entanto, esse marco foi recentemente atualizado parcialmente com a aprovação da nova Lei da TV Paga em 2011, inclusive com a participação decisiva do Palácio do Planalto.

A questão não é se o marco regulatório deve ou não existir, e sim “qual regulação se quer e a quem vai beneficiar”. E aí o medo de contrariar os interesses dos conglomerados de mídia priva o país de uma agenda urgente e necessária para, ao mesmo tempo, dar conta do desafio de democratizar a mídia e atualizar o setor à luz da convergência entre TV, rádio, telefonia e internet.

Enquanto o governo reluta em encarar essa tarefa, continua alimentando um setor que disputa cotidianamente a agenda pública contra a melhoria das condições de vida da população, o fortalecimento do Estado e a ampliação dos direitos políticos, sociais, econômicos e ambientais. País rico não é apenas um país sem miséria, mas também uma nação com democracia plena, inclusive nos meios de comunicação.

*Jonas Valente é jornalista, pesquisador de Políticas de Comunicação e autor de livros sobre o tema.


Santa Rosa vive a 7ª Festa das Etnias

Abertura oficial ocorreu ontem 
com homenagem aos descendentes das etnias

Abertura do evento ocorreu ontem à noite no pavilhão 12
do Parque de Exposições de Santa Rosa.

Cultura e tradição na 7ª Festa das Etnias em Santa Rosa. A abertura oficial ocorreu na noite de sexta-feira, 19 de abril, no Parque Municipal de Exposições. A Festa, que é uma promoção da 20ª Fenasoja, celebra a diversidade étnica de Santa Rosa e região em um três dias de integração de culturas e gastronomia.

A abertura oficial do evento foi marcada pela entrada das bandeiras das etnias africana, árabe, alemã, italiana, polonesa, russa, sueca e boliviana. O presidente da Festa, José Albino Rohr destacou a importância do evento, “Somos todos irmãos e essa é uma festa para reverenciar a memória e cultuar a tradição dos nossos antepassados que colonizaram essa terra. Esse é um legado de culturas que precisa ser cultivado e repassado de geração em geração”, aponta.

A solenidade de abertura também contou com homenagens aos descendentes das etnias organizadas de Santa Rosa. Maria Inês Alves Bauken pela etnia africana, Teo Schoosler pela alemã, Laila Okdi Hamoui pela árabe, Karina Kucharski pela árabe-palestina, Anacleto Luis Geovelli pela italiana, Ângela Ostapiuk pela polonesa e Maria Novosad pela etnia Russa. O coordenador geral da 20ª Fenasoja, Cléo Rockenbach, também foi homenageado durante a noite.

A presidente da 20ª Fenasoja, Ângela de Faria Maraschin salientou a parceria entre os eventos: “Buscamos sempre através da Festa das Etnias e da Fenasoja cultivar a cultura desses povos que acreditaram nessa terra. A praça das nações é um exemplo disso. O espaço representa o espírito de integração de toda a comunidade”, ressalta. A noite ainda contou com a apresentação da Escola e Cia de Dança GEMP de Crissiumal.

A 7ª Festa das Etnias ocorre no pavilhão 12 ao longo do final de semana. No sábado, à noite, será servido o jantar típico das Etnias Afro, Alemã, Árabe, Italiana, Polonesa e Russa e apresentações do grupo de danças alemãs ‘Immer Lustig’ de Santa Rosa, grupo de danças folclóricas russas ‘Troyka’ de Campina das Missões e, ainda, o grupo musical ‘Gente da Noite’ da Etnia Afro de Santa Rosa. No domingo, além do almoço típico das etnias, também ocorre a apresentação do grupo de danças árabes, grupo ‘Piast’ da Sociedade de Cultura Polonesa Karol Wojtyla de Ijuí, grupo de capoeira ‘Capoerê’ de Santa Rosa e grupo musical ‘Primo Canto’ da Etnia Italiana de Três de Maio. O encerramento do evento ocorre com a caminhada pela Paz pelas ruas do interior do parque, às 14h30.


Santa Arte: confira as atividades deste fim de semana

 2º edição da Santa Arte

O movimento cultural de Santa Rosa realiza de 19 a 26 de abril uma grande mobilização cultural e artística em nossa cidade. A Santa Arte é um movimento organizado pelos artistas com o apoio das Secretarias de Cultura e Turismo e Meio Ambiente onde dançarinos, atores, músicos, artistas plásticos irão ocupar espaços urbanos em seus trabalhos. Toda a programação é gratuita e será realizada em diferentes pontos da cidade, como o Parcão, as praças da Bandeira, Seca, Pedro Schwertz, entre outros locais.

Conforme o secretário de Cultura, Anderson Farias, o objetivo da Santa Arte é divulgar a arte, o artista e proporcionar uma interação entre os espaços urbanos e o fazer artístico.

Confira a programação deste sábado e domingo:

Dia 20.04.2013-Sábado

Manhã: 9:30 hs- Praça da Independência.
PASSEIO FOTOGRÁFICO. (OSCIP DEFENDER, Museu Municipal, Conselho Municipal de Cultura.)
Trajeto: Praça da Independência até a Praça da Bandeira.( Cidade velha-Cidade Nova).
LEVEM SEUS APARELHOS FOTOGRÁFICOS.
O passeio contará com guia do Museu Municipal , arquiteto e profissionais da área de patrimônio histórico que apresentarão aos participantes, aspectos históricos e arquitetônicos das edificações históricas deste trajeto.
Os participantes além de receber dicas sobre fotografia, poderão escolher até 2 fotos para participar da exposição itinerante “ Minha Cidade, meu patrimônio.”
Esta atividade de educação patrimonial culminará com a exposição fotográfica “Minha cidade, meu patrimônio”, que estará percorrendo escolas do município durante o ano de 2013. Terá seu vernissage durante a 3ª Conferência Municipal da Cultura, no dia 26.04.2013 na Câmara Municipal de vereadores, seguindo posteriormente para a UNIJUÍ e demais escolas.
Ao final do ano estas fotografias serão organizadas em álbum adequado e passarão a fazer parte do acervo do Museu Municipal.
COMO FAZER PARTE:
-PARA PARTICIPAR DA EXPOSIÇÃO, NÃO É OBRIGATÓRIO PARTICIPAR DO PASSEIO.
-AS FOTOGRAFIAS PODEM SER REFERENTES TANTO AO PATRIMÔNIO MATERIAL, QUANTO IMATERIAL.
-AS FOTOGRAFIAS DEVERÃO SER NO TAMANHO 15x21 E FIXADAS COM FITA ADESIVA EM PASPATOUR PRETO COM MARGENS DE 3 CM.
-AS FOTOGRAFIAS DEVERÃO VIR ACOMPANHADAS DE: NOME DO ARTISTA, CONTATO E PEQUENO HISTÓRICO A RESPEITO DA MESMA.
-A ENTREGA PODERÁ SER FEITA NA BIBLIOTECA MUNICIPAL OLAVO BILAC ATÉ O 
DIA 23.04.2013

Tarde: Início: 15hs Praça Pedro Schwertz – Bairro Cruzeiro.
Atividades:
1º VARAL FOTOGRÁFICO- ( Fotoclube Santa Rosa)
-PONTO DE LEITURA E TROCA-TROCA DE LIVROS ( OSCIP Cidade Interativa)-
-TAPETE MÁGICO- CONTAÇÃO DE ESTÓRIAS .
-ATIVIDADES CIRCENSES. (Renan Souza)
-ESQUETES TEATRAIS –( Cia de Artes Atos)
-EXPOSIÇÃO DE ARTES (AAPLAS )
-INSTALAÇÃO : Plante seu desejo.( Luciane Miranda)
-INTERVENÇÃO URBANA – 100Índios100florestas.( Mary Ana Nagel.)
- MÚSICA NO TRANSPORTE COLETIVO. (Patrícia Prestes, Nídia Engel, , Fernando, Otávio, Rivas Jr., Ciça Lima)
-SESSÃO DE YOGA . (Narda Lunardi)
-EXPOSIÇÃO DE ARTESANATO. ( Casa do Artesão)
-INSTALAÇÃO ÁRVORE DE SONHOS (Flávio E Fabi Padilha)
-OFICINA DE ARGILA- (Rosane Raitter )
-OFICINA DE MÓBILES- ( Carla Rodrigues e Sônia Seide)
-DERRAMANETOS POÉTICOS. ( Magnus langbecker, Ariceu Simão Paiva, Sirlei Berwian)
Esta atividade pretende envolver todos os presentes, cada qual pode escolher seu poema e fazer a leitura, esquete ou interpretação que estiver disposto.
-Encontro Poético. ( Vivi, Maurício, Flávio e Fabi Padilha)
-OFICINA DE FILTRO DOS SONHOS- ( Karina Miranda e Carla Rodrigues)
-RODA DE SAMBA- ( Cláudio Joner)
-OFICINA DE TEATRO-( Darlan de Mamman Marchi)
-INSTALAÇÃO “Esconderijo”- Eliane Souto.
-INSTALAÇÃO “ Só um parece pouco. “ ( Carla Rodrigues e Sônia Seide)
-RODA DE CAPOEIRA- ( Grupo Capoerê- )
-OFICINA DE FOTOGRAFIA- ( Foto Clube Santa Rosa- Davi Kny)

DIA 21.04.2013- Domingo

15hs-Parcão
-VARAL DE FOTOS. ( Fotoclube Santa Rosa- Davi Kny)
-PONTO DE LEITURA E TROCA-TROCA DE LIVROS ( OSCIP Cidade Interativa)-
-TAPETE MÁGICO- CONTAÇÃO DE ESTÓRIAS ( Ivete Felcker)
-ATIVIDADES CIRCENSES. (Renan)
-ESQUETES TEATRAIS.
-EXPOSIÇÃO DE ARTES (AAPLAS )
-INSTALAÇÃO : Plante seu desejo.( Luciane Miranda)
-INTERVENÇÃO URBANA – 100Índios100florestas.( Mary Ana Nagel.)
-MÚSICA. (Patrícia Prestes, Nídia Engel, Fernando, Otávio, Rivas Jr.)
9- 16hs- SESSÃO DE YOGA . (Narda Lunardi)
-EXPOSIÇÃO DE ARTESANATO. ( Casa do Artesão .)
-INSTALAÇÃO ÁRVORE DE SONHOS (Flávio E Fabi Padilha)
-OFICINA DE ARGILA- (Rosane Raitter )
-OFICINA DE MÓBILES- ( Carla Rodrigues e Sônia Seide)
-DERRAMANETOS POÉTICOS.
Esta atividade pretende envolver todos os presentes, cada qual pode escolher seu poema e fazer a leitura, esquete ou interpretação que estiver disposto.
-ENCONTRO POÉTICO. ( Vivi, Maurício, Flávio e Fabi Padilha)
-OFICINA DE FILTRO DOS SONHOS- ( Karina Miranda e Carla Rodrigues)
-RODA DE SAMBA ( Cláudio Joner)
-OFICINA DE TEATRO-( Darlan de Mamman Marchi)
-INSTALAÇÃO “Esconderijo”- Eliane Souto.
-INSTALAÇÃO “ Só um parece pouco. “ ( Sônia Seide e Carla Rodrigues)
- RODA DE CAPOEIRA- ( Grupo Capoerê- )
-OFICINA DE FOTOGRAFIA- ( Foto Clube Santa Rosa- Davi Kny)


[Santa Rosa] Clairto Martin será o patrono da 9ª Feira do Livro

Na última terça-feira (16) foi realizada a votação que escolheu o representante da Associação Santa-rosense de Escritores (ASES), Clairto Martin, para ser o patrono da 9ª Feira do Livro de Santa Rosa. O ato foi coordenado pela Comissão Central da Feira e reuniu 21 entidades representativas do município.

Três nomes foram indicados para ocupar a função, Lara Luft, Maira Engers e Clairto Martin, a professora Tereza Crhistensen também constava na lista inicial, mas abdicou da indicação.

O patrono da Feira do Livro 2013 é escritor com quatro livros publicados, jornalista, professor, publicitário e editor literário. “É uma felicidade especial porque sou colono, de família humilde, nasci na Linha Giruazinho e trabalhei como metalúrgico para ter condições de fazer faculdade. É um orgulho muito grande, não só para mim mas também para a minha mãe e minha esposa”, declara o patrono.

A Feira do Livro de Santa Rosa acontecerá de 14 a 17 de agosto na Praça da Bandeira.


sexta-feira, 19 de abril de 2013

É tudo verdade

FAIXA INTERNACIONAL ESTREIA NA TV CULTURA

Estreia neste domingo, dia 21, às 23h, o novo programa É Tudo Verdade Internacional na TV Cultura, com curadoria e apresentação de Amir Labaki.

A nova faixa complementa o já tradicional É Tudo Verdade no Canal Brasil (segundas, às 22h), em 2013 em sua nona temporada, no trabalho do festival em prol da difusão pela TV do melhor da produção não-ficcional contemporânea e clássica.

Na estreia deste domingo será exibido um dos semifinalistas ao Oscar de documentário de 2011, "Se uma Árvore Cai - A História da Frente de Libertação da Terra", (If a Tree Falls) de Marshall Curry.

quinta-feira, 18 de abril de 2013

Programa TranSul inicia suas atividades de formação cultural no interior do RS


A região centro-oeste do estado recebe nos meses de abril e maio as ações do Programa TranSul, que promove processos de formação e qualificação de produtores culturais e cidades do interior do estado do Rio Grande do Sul. 

As ações do programa buscam aproximar produtores para o diálogo em rede com intuito de consolidar rotas de circulação de projetos artísticos por meio da transferência de tecnologias sociais geradas pela Rede de Cultura Fora do Eixo. As ações abrangem as cidades de Santa Maria, Santa Cruz do Sul, Caçapava do Sul e Rio Pardo. O intuito é fomentar a cultura de rede, pautada pela cooperação, colaboração e solidariedade, através do compartilhamento dos conteúdos gerados pela inteligência coletiva que impulsiona este trabalho.

A proposta é trabalhar o laboratório de realização de Turnê, onde as cidades receberão 01 banda gaúcha que circulará pelos eventos organizados em cada cidade no período de 16 a 18 de maio. O processo garante um ambiente cognitivo de aprendizado através da vivência prática, permitindo o intercâmbio destas realidades culturais. As inscrições de bandas para participar da Turnê Fora do Eixo estão sendo feitas através do apoio da plataforma Toque no Brasil e estão com inscrições abertas até 21 de abril através do endereço: http://tnb.art.br/oportunidades/turne-transul/.

O projeto tem início com a realização de uma Coluna, que consiste em uma missão de circulação que leva consultores do Fora do Eixo para dar suporte aos coletivos/produtoras locais nas cidades contempladas por este programa. Os encontros presenciais permitem o georreferenciamento, articulação e nivelamento de conhecimentos que dão suporte na produção dos eventos que receberão a turnê. O corpo docente da coluna é formado por gestores das equipes das frentes de Música e Mídia do campus Sul da Universidade Livre Fora do Eixo.

A programação conta também com um Observatório de Sustentabilidade, que consiste em um programa transmitido online que tem como proposta apresentar tecnologias de sustentabilidade da rede, buscando nivelamento conceitual e promovendo a troca de idéias. A atividade conta com convidados e a interação ocorre por meio de chats e redes sociais. Serão abordados temas como sistematização, captação de recursos e de redução de impacto dos eventos no meio ambiente.

Para acompanhar as movimentações do projeto siga a página www.facebook.com/ProgramaTransul

A iniciativa foi agraciada com o Prêmio Empreendendor Cultural, iniciativa da Cida Planejamento Cultural que tem patrocínio da AES Sul e financiamento através do Pró-Cultura RS e Governo do Estado.


+infos:

Casa Fora do Eixo Santa Maria

E-mail: contatosantamaria@foradoeixo.org.br

Tel.: (55) 3027-3779 / (55) 9702-3489



segunda-feira, 15 de abril de 2013

A covardia da criminalização juvenil


por Gustavo Barreto*



O Brasil registrou nos dados consolidados de 2010 um número impressionante de homicídios, 49.932 – um aumento de 259% em relação a 1980. O Brasil é – qual a novidade? – um país violento.

O aumento das taxas de homicídio no país aumentaram quase que linearmente até 2003, quando começaram a apresentar eventuais quedas, como a notável queda entre os anos de 2003 e 2007, porém apresentando igualmente número que fazem inveja a qualquer país em conflito civil.

Para se ter uma ideia, a ONU calcula que, somente dentro da Síria, devido a uma guerra declarada, já morreram mais de 70 mil pessoas em dois anos. No Brasil morreram mais de 100 mil, no mesmo período, sem que nenhuma milícia tenha contestado a autoridade do poder central. Em 2010, por exemplo, morreram 137 pessoas por dia, em média – número superior ao do massacre do Carandiru (111). E todos os dias.

Os números absolutos são assustadores – e também o são percentualmente.

Entre 1980 e 2010 – 31anos portanto – o país perdeu 1 milhão de pessoas para a violência, com cerca de 70% deles por decorrência do uso de alguma arma de fogo. Em quase 20 anos de guerra na Somália (1982-2000), foram 30 mil mortos. A guerra civil na Colômbia deixou 45 mil vítimas em 36 anos. A guerra civil de Angola meio milhão de pessoas em 27 anos. A guerra civil na Guatemala fez 400 mil vítimas em 24 anos.

As perdas humanas somente no Brasil equivalem, em média, às perdas humanas nos 12 principais conflitos armados pelo mundo – incluindo alguns dos mais sangrentos, como Iraque, Sudão, Afeganistão, Paquistão e República Democrática do Congo.

Alguém tem dúvida de que trata-se – não de uma guerra, mas – de uma tragédia humanitária absolutamente bárbara e desumana? Eu não.

E não adianta tentar argumentar que o Brasil é um país de dimensões continentais. Trata-se de um notável falso argumento. O país tem taxas de homicídios por armas de fogo quatro vezes superiores aos da China, que tem sete vezes mais população que o Brasil. A Índia, com 6 vezes mais habitantes que o Brasil, tem 12 vezes menos assassinatos com armas de fogo.

E quem são as maiores vítimas por aqui? Pobres, negros/pardos e… jovens.

Enquanto 73,2% dos jovens brasileiros – 15 a 24 anos – morrem por “causas externas”, entre os não-jovens essa proporção não chega a 10%. Enquanto 38,6% dos jovens morrem por homicídios no país, entre os não-jovens essa proporção é de 2,9%.

Os dados do ‘Mapa da Violência’ de 2012, por exemplo – para deixar evidenciado para os que ainda não entenderam – mostram que entre 1980 e 2010 morreram no Brasil, segundo os registros do Ministério da Saúde, um total de 799.226 cidadãos vítimas de armas de fogo. Sendo que 450.255 mil deles eram jovens entre 15 e 29 anos de idade.

Dois em cada três vítimas fatais das armas de fogo são jovens. Quase meio milhão, e contando. E – na outra ponta – dos cerca de 26 milhões de jovens e adolescentes entre 12 a 18 anos, menos de 0,2% estão em conflito com a lei.

O Brasil segue um padrão às avessas quando se trata de encerrar – por comparação – um conflito civil de grandes proporções.

Segundo os órgãos internacionais mais experientes neste tema, você encerra uma tragédia como esta com três medidas nada simples, porém essenciais: (1) Fim da facilidade de acesso a armas de fogo; (2) o fim da cultura da violência e do discurso do ódio; (3) exemplar punição por meio de um processo justo e idôneo e a reconciliação “entre as partes”, inclusive com a adoção de conhecidos métodos de ressocialização e entendimento mútuo.

Quando a sociedade brasileira se depara com um assassinato bárbaro ou uma chacina, entra em pânico. Morrem 137 pessoas por dia, mas somente quando algo “aparentemente” grave acontece, queremos resposta.

A tática generalizada é muito simples: elencam-se estes e outros problemas – falta de controle das mais de 15 milhões de armas de fogo (registradas e não registradas), a cultura da violência que dá origem aos motivos fúteis ou aos impulsos, o baixíssimo grau de resolução dos inquéritos policiais – para, então, relacioná-los diretamente a qualquer outro motivo menor para tais crimes.

Como – por exemplo – à maioridade penal de 18 anos.

E o motivo é mais do que óbvio: é mais fácil criminalizar uma parte vulnerável da população do que enfrentar as causas do problema já devidamente constatadas. O lobby da indústria bélica é notavelmente maior do que o lobby a favor das crianças e adolescentes.

É como se um país em meio a uma guerra civil sugerisse que as suas crianças-soldado paguem pelos terríveis crimes contra a humanidade que cometeram, após terem sido arrancados de suas famílias, escolas, comunidades. Quer dizer, é a mesma coisa.

Conhecemos muito bem o desafio: a posição de que devemos ser mais “duros” com as crianças e adolescentes é um fruto inequívoco desta mesma cultura da violência que, em um ciclo perverso, mantem reféns pessoas ingênuas, numa espiral de medo e pânico. O desafio é conhecido, porém nada simples.

*Jornalista. Acesse o blog www.consciencia.net/gblog 


Omissões da imprensa reforçam o mito da democracia racial



Uma cobertura que omite fatores diretamente relacionados às desigualdades raciais no Brasil e que privilegia um discurso contrário aos mecanismos de enfrentamento do racismo. É a conclusão que se chega a partir da análise das 101 páginas da mais completa pesquisa sobre mídia e racismo, divulgada no final de 2012, pela ANDI - Comunicação e Direitos. Intitulado "Imprensa e Racismo: uma análise das tendências de cobertura jornalística", o relatório analisou 1.602 notícias envolvendo a temática, publicadas em 45 jornais impressos das diversas regiões do país, entre 2007 e 2010.

Antes da exposição dos números, vale ressaltar a definição de racismo adotada pela ANDI. Para a entidade, trata-se do "fenômeno de discriminação negativa contra determinados indivíduos ou grupamentos humanos, que é operado e manifestado de diferentes maneiras". Dessa forma, o racismo pode ser individual, quando praticado por determinado indivíduo contra uma pessoa ou grupo de pessoas; ou institucional, quando se refere à prática de determinadas instituições, que dificutam ou impedem o acesso de grupos raciais ou étnicos a determinados serviços e benefícios.

"Está suficientemente demonstrada a contribuição do campo simbólico na (re)construção do racismo – o que inclui o universo da comunicação midiática em geral e, especificamente, do jornalismo", destaca a introdução do relatório da ANDI. Ou seja, ao ignorar os percentuais que comprovam a maior incidência de violência física contra os negros brasileiros, por exemplo, a mídia contribui para operacionalizar ou legitimar a dominação de grupamentos humanos sobre outros - a chamada violência simbólica, definida pelo sociólogo Pierre Bourdieu.

Os números comprovam

Uma das principais conclusões da pesquisa da ANDI é a clara desvinculação entre as violências físicas praticadas contra a população negra e o debate sobre o racismo. Ou seja, o discurso majoritário (83%) das reportagens analisadas pela pesquisa ignora a violência física praticada contra negros. Entretanto, dados do Sistema de Informações de Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde, comprovam que a maioria dos homicidios que ocorrem no país atinge jovens negros: em 2010, 50% das vítimas tinha entre 15 e 29 anos; destas, 75% eram negras.


Fonte: Viva Favela (via Geledés)


domingo, 14 de abril de 2013

Conheça os vencedores do 11º Santa Maria Vídeo e Cinema

O grande vencedor da competição foi o documentário Qu4tro Mistérios do Rosário,
 dirigido por Marcos Borba - Eduardo Ramos / Especial
O sábado foi noite de coroamento e reconhecimento pelos trabalhos audiovisuais apresentados no decorrer dos seis dias de Santa Maria Vídeo e Cinema. A Cooperativa dos Estudantes de Santa Maria (Cesma) foi o palco das entregas dos Troféus Vento Norte aos vencedores do 11º SMVC. Dos 61 trabalhos inscritos no festival nas mostras regional, nacional e de videoclipes, quinze foram premiados.

Na mostra Santa Maria e Região, o grande vencedor da competição foi o documentário Qu4tro Mistérios do Rosário, dirigido por Marcos Borba e produzido pela TV OVO.

Outro curta-metragem que foi destaque em premiações na mostra regional foi Valentina, de Mariana Silveira, que levou o troféu como melhor curta eleito pelo júri popular, menção honrosa pelo roteiro, melhor direção de fotografia e melhor direção de arte.

O fotógrafo de Zero Hora, Lauro Alves, recebeu em mãos o troféu de melhor fotografia pelo curta Trabalhadores Noturnos — Uma Crônica Sem Palavras.

E o Vento Norte foi para...

Mostra Competitiva Santa Maria e Região:

Melhor curta do júri popular — El Tufito, de Marcos Borba e Valentina, de Mariana Silveira

Melhor curta — Quatro Mistérios do Rosário

Menção honrosa pelo roteiro — Valentina, de Mariana Silveira

Melhor desenho de som — Oferta do Dia, Renato Casca

Melhor direção de arte — Valentina

Melhor edição — El Tufito

Melhor roteiro — Oferta do dia, Pâmela Rubin Matge

Melhor ator — Ícaro Costa, A Porta

Melhor direção de fotografia — Alexsandro Pedrollo, Valentina

Melhor atriz — Danieli Saraiva, Oferta do Dia

Melhor direção — Marcos Borba, Quatro Mistérios do Rosário


Mostra Competitiva Nacional:

Melhor curta do júri popular — O Fim do Filme, de André Dib

Melhor edição — Zé Furtado, por A Ditadura da Especulação

Melhor direção de fotografia — Lauro Alves, por Trabalhadores Noturnos

Melhor roteiro — Depois da Queda, de Bruno Bini

Melhor ator — Wesley Silva, de Com os Pés na Cabeça

Melhor direção — Bruno Bini, Depois da Queda

Melhor curta de animação — Linear, de Amir Admoni

Melhor documentário — A Ditadura da Especulação, de Zé Furtado

Melhor curta de ficção — De Lá pra Cá , de Frederico Pinto

Melhor filme — Depois da Queda, de Bruno Bini


Mostra Internacional na Internet:

Melhor vídeo — Quatro Elementos, de Giovane Rocha

Menção honrosa — Uma Tarde nos Eucaliptos, de Maurício Canterle e Amarelo Rodrigues


Mostra Competitiva de Videoclipes:

Menção honrosa — O Conjunto da Obra, de Tonho Crocco, dirigido por Denis Carrion de Oliveira

Melhor videoclipe — Quero ser feliz agora, de Oswaldo Montenegro, dirigido por Lamonier Angelo de Souza


Prêmios especiais:

Troféu Cineclube Lanterninha Aurélio — Uma Breve História Sobre a Rua, de Eduardo Ramos e Marcos Dias

Prêmio Clayton Coelho de Direitos Humanos: Qu4tro Mistérios do Rosário, de Marcos Borba - TV OVO

Troféu Conselho Nacional de Cineclubes: Rezou à Família e Foi ao Cinema






Sessão gratuita de cinema


Cinesesc Apresenta: POTICHE - Esposa Troféu

Data: 15.04.2013
Hora: 20 h
Local: Teatro SESC Sta.Rosa
Entrada franca

Potiche - Esposa Troféu é uma comédia ambientada no norte da França em 1977 que assume posições vanguardistas para aquela época, como os direitos das mulheres e do operariado, para defender uma tradição francesa que em 2011 está em crise, a do humanismo.

Suzanne (Catherine Deneuve) é a esposa troféu do título, casada há 30 anos com o industrial (Fabrice Luchini) que administra a fábrica de guarda-chuvas do pai dela. Estoura uma greve, os funcionários fazem o patrão de refém, e Suzanne precisa intervir, em parceria com o político de esquerda (Gerard Depardieu) que fora seu amante na juventude. Com o tempo, a ex-dona de casa modelar, mãe e avó, descobre que tem vocação para liderar - e idade para amar.


sexta-feira, 12 de abril de 2013

[Santa Rosa] Diálogos Culturais terá a presença de Assis Brasil


O secretário de Estado da Cultura, Luiz Antonio Assis Brasil, visitou nesta sexta-feira, as bibliotecas modernizadas pelo edital da Sedac/2011 nos municípios de Boa Vista do Buricá, Tucunduva e Horizontina. Cada localidade recebeu R$ 20 mil para renovação de acervo e aquisição de mobiliário e equipamento de informática. 

Em Horizontina, Assis Brasil, participou também de encontro com o prefeito, o secretário Municipal de Cultura, e com os Conselheiros Municipais de Cultura. 

Assis Brasil
No sábado, às 10h, o secretário faz a abertura dos Diálogos Culturais no Teatro do SESC, em Santa Rosa. Pelo terceiro ano consecutivo a Secretaria do Estado da Cultura realiza os Diálogos Culturais. O projeto está inserido em uma concepção de participação popular e tem na programação o debate sobre a Consulta Popular para o Plano Estadual da Cultura, o balanço de ações da Sedac e apresentação do Mapa Digital da Cultura. 
Além disso, os encontros serão preparatórios para as conferencias municipais, estaduais e nacionais que serão realizadas em 2013. 

Em 2011 foram 32 municípios contemplados. Em 2012, o edital teve o resultado final publicado no Diário Oficial do dia 1º de abril. No total foram aprovados 25 municípios com mais de 10 mil habitantes e 54 municípios com menos de 10 mil habitantes. O total de recursos, para 2012, foi de R$ 3,375 milhões provenientes de convênio entre a Sedac e o Ministério da Cultura.


Últimos dias para se inscrever no 35º Profissionais do Ano®


Agências têm até a próxima segunda-feira (15) para fazer as inscrições no prêmio que reconhece os melhores profissionais da área publicitária e que terá a etapa regional sul realizada em agosto em Florianópolis


O prêmio que reconhece o talento e a criatividade dos profissionais de publicidade envolvidos nos melhores trabalhos veiculados nas afiliadas da Rede Globo está no período final de inscrições. Até a próxima segunda-feira (15), os interessados em participar da 35ª edição do Profissionais do Ano ainda podem se inscrever. Podem participar comerciais veiculados nas emissoras afiliadas da Globo no período de 01/04/2012 a 31/03/2013.

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas até as 18 horas do dia 15 de abril nos departamentos comerciais das afiliadas da Rede Globo em Santa Catarina, em Florianópolis, Joinville, Blumenau, Chapecó, Centro-Oeste e Criciúma. O regulamento completo e a ficha de inscrição estão disponíveis no site do Profissionais do Ano. A inscrição também pode ser feita no site do prêmio, onde também há espaço para fazer o upload do comercial.

Assim como nos anos anteriores, a premiação é dividida em três categorias: Mercado (comercial de produto ou serviço), Campanha (conjunto de comerciais de produto ou serviço assinados por um mesmo anunciante e com tema em comum) e Institucional (filme ou campanha de causa, ideia, instituição ou serviço de utilidade pública, desprovido de intuitos econômicos).

Neste ano, Florianópolis sediará a entrega dos prêmios da etapa regional sul, que será realizada na cidade em agosto pela Rede Globo em parceria com a RBS TV.

Se as inscrições forem feitas diretamente nas sucursais da RBS TV, os concorrentes devem apresentar:

- ficha de inscrição preenchida, que está disponível no site Profissionais do Ano;

- cópia do comercial: o material deverá ser entregue em perfeitas condições técnicas para exibição e edição. Somente poderá ser inscrita a versão efetivamente com a claquete original, no formato XDCAM ou BETA SP.

- cópia do pedido de inserção (P.I.) do anunciante/agência.


Santa Rosa adere ao Sistema Nacional de Cultura


O prefeito Alcides Vicini, atendendo a uma reivindicação antiga do movimento cultural de Santa Rosa, assinou a adesão ao Sistema Nacional de Cultura no dia 8 de abril. Esta é a primeira etapa para que o município de Santa Rosa passe a ter uma legislação adequada para o setor e sintonizada com as esferas federal e estadual.

Com a adesão ao Sistema Nacional de Cultura algumas modificações serão implantadas em nosso município, começando pelo Conselho Municipal de Cultura que passa a se denominar Conselho de Políticas Culturais e terá uma formatação paritária entre os representantes da comunidade e do poder público. Representações de setoriais da cultura serão estimuladas a participar do gestão do setor.

O Fundo Municipal de Cultura também passará por uma readequação. A partir da nova lei, o fundo terá condições de receber recursos de outras fontes que não somente o orçamento do município. Para atender a estas novas demandas, um projeto de lei deverá ser encaminhado ao legislativo para que a lei que versa sobre a cultura seja readequada.

Empresa santa-rosense na Copa das Confederações

Apex-Brasil confirma Bioplanet em seu time para a Copa das Confederações

Empresa santa-rosense Biotechnos apresentará Projeto de Promoção do Brasil à empresas estrangeiras sob uma plataforma de negócios



O anúncio, realizado nesta segunda-feira (08/04), da participação da Empresa Gaúcha Biotechnos no Projeto COPA DAS CONFEDERAÇÕES DA FIFA BRASIL 2013 da Apex-Brasil apresentará tecnologia nacional para a constituição de Arranjos Produtivos Locais (APL’s) para a produção de biodiesel, baseados no conceito estratégico da sustentabilidade ambiental.

Segundo Vinícius Puhl, coordenador do Bioplanet, a parceria com a Apex-Brasil é estratégica. "Exportar o que há de melhor do Brasil, tecnologia com valor agregado, oferecendo ao mundo soluções inovadoras. A Apex-Brasil está de parabéns pelo seu papel e capacidade de internacionalização de produtos, serviços e projetos brasileiros", destaca.

O Bioplanet, sob a plataforma de negócios que se propõe a Apex-Brasil no Projeto da Copa das Confederações da Fifa 2013 servirá para monstrar ao mundo tecnologias sociais que contribuem para a matriz energética nacional - a mais limpa e diversificada do mundo -, além de consolidar parceiros internacionais.

Márcia  Werle, presidente do conselho
da Biotechnos, empresa de Santa Rosa.
Márcia Werle, presidente do Conselho da Biotechnos destaca a participação da Empresa no Projeto da Apex-Brasil na Copa das Confederações da Fifa 2013. "É um importante momento para a divulgação do Bioplanet, fortalecimento das parcerias institucionais e comerciais e a realização dos Networking com foco na exportação. A Apex-Brasil oferece a oportunidade da Copa nos deixar mais um legado de grande significado ao país", concluí. A Biotechnos estará presente, recebendo convidados estrangeiros nosHospitalities da Apex-Brasil na Copa das Confederações Fifa 2013 nos Estádios do Maracanã no Rio de Janeiro/RJ e no Estádio Castelão em Fortaleza/CE.

O Bioplanet é uma iniciativa de sustentabilidade e promoção do Brasil chancelada pelo Governo Federal voltada à constituição de Arranjos Produtivos Locais (APL's) na cadeia de valor do Biodiesel, com selo social urbano, a partir de óleos e gorduras residuais (OGR).

O Projeto COPA DAS CONFEDERAÇÕES DA FIFA BRASIL 2013, desenvolvido pela Apex-Brasil, contempla a participação de compradores internacionais e formadores de opinião nos jogos e em agenda de negócios durante a Copa das Confederações, a se realizar de 15 a 30 de junho de 2013.



quinta-feira, 11 de abril de 2013

Funcionários do Banrisul mobilizados pelo plano de carreira

Funcionários do Banrisul de Santa Rosa realizam mobilização pelo plano de carreira

Além de Santa Rosa, os funcionários de Alecrim aderiram à manifestação na Região.


Na manhã desta quinta-feira, 11, cerca de 20 funcionários do Banrisul paralisaram suas atividades por uma hora (10h - 11h). O objetivo da mobilização foi pressionar uma definição, por parte do banco, em relação ao Plano de Carreira. A manifestação fez parte do cronograma estadual, decidido em assembleia nacional, no último dia 23, em Porto Alegre. 

Letícia Raddatz e Giselda Diesel, do SEEB.
“Em junho de 2012, uma comissão concluiu as propostas para o Plano de Carreira dos banrisulenses. No entanto, o prazo acabou, e o banco não se manifestou até a data estipulada, 31 de março, adiando a sua posição para a próxima terça-feira, dia 16”, ressaltou a secretária geral do Sindicato dos Bancários de Santa Rosa e Região (SEEB) e funcionária do Banrisul, Letícia Raddatz.

Segundo a presidente do SEEB, Giselda Diesel, esse é um momento ímpar, esperado há muito tempo pelos funcionários do Banrisul. “O Plano de Carreira foi estudado e elaborado por cerca de dois anos, e queremos testemunhar o avanço das negociações, e que elas correspondam com as expectativas do trabalhador", disse.

Na próxima quinta-feira, 18, às 8h30, a exemplo do que acontecerá em todo o estado, haverá uma Assembleia no Sindicato dos Bancários de Santa Rosa, para analisar a proposta do Banrisul, e definir, de acordo com a decisão, um novo calendário de atividades.

A paralisação em Santa Rosa, também contou com o apoio do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos, representado no ato, pelo seu vice-presidente, João Roque.

quarta-feira, 10 de abril de 2013

Eliane Brum em Ijuí

A jornalista e escritora Eliane Brum 
estará em Ijuí amanhã (11), para participar 
da Jornada de Saúde Mental




Considerada a jornalista mais premiada dos últimos tempos no Brasil, Eliane é uma escritora de histórias encantadoras. Natural de de Ijuí, iniciou a carreira no jornal Zero Hora. A escritora gaúcha retorna a sua cidade natal onde participará da III Jornada de Saúde Mental promovida pelo Hospital Bom Pastor. O evento vai acontecer na Sociedade Ginástica de Ijuí (Sogi), a partir das 20h. O custo será de R$20 reais. A jornalista estará abordando o tema “O sofrimento humano na contemporaneidade”.

Nascida em 1966, Eliane Brum coleciona mais de 40 prêmios de reportagem. Além de quatro livros publicados, a escritora gaúcha possui também um documentário, “Uma história Severina” – a trajetória de uma agricultora pernambucana, grávida de um anencéfalo, em busca de licença para interromper a gestação.

Com uma experiência admirável, a jornalista é uma sensível escritora. Além de suas fascinantes reportagens, Eliane cativa seus leitores também no mundo da ficção. Sua mais recente publicação foi o livro “Uma Duas”. Em vez de ouvir personagens do dia a dia, a jornalista deu ouvidos à sua imaginação. Eliane Brum aborda os sentimentos mais profundos, nesse caso, da relação entre mãe e filha.


Fonte: André da Costa - Redação K1

Foto: Divulgação


Três de Maio receberá R$ 130 milhões em investimento

Empresas de laticínios investem R$ 150 milhões

O Governo do Estado e as empresas Lativale e Nutrifont anunciaeamm nesta quarta-feira (10/04) o investimento de quase R$ 150 milhões no setor de laticínios, que faz parte da agroindústria, um dos setores estratégicos prioritários da Política Industrial do Estado. A assinatura dos protocolos ocorreu no Salão Alberto Pasqualini do Palácio Piratini, com a presença do Governador Tarso Genro e do secretário de Desenvolvimento e Promoção do Investimento, Mauro Knijnik.

“Para viabilizar esses investimentos foi alterada a legislação de ICMS, que prevê um incentivo para a produção de um grupo de produtos, como composto lácteo e soro de leite”, destaca Knijnik.

A
Nutrifont  investirá R$ 130 milhões na construção e implantação de uma fábrica em Três de Maio para produção de derivados do soro do leite, gerando 50 empregos diretos. O projeto conta com Fundopem/RS e Integrar/RS. Já a Lativale, de Estrela, investirá R$ 19,8 milhões para ampliar a produção de composto lácteo, com criação de 47 postos de trabalho.




terça-feira, 9 de abril de 2013

[S.Luiz Gonzaga] Situação e demarcação de terras dos índios guaranis em debate

Audiência Pública debaterá demarcação 
de terras dos Guaranis

A Caravana da Cidadania, atividade que integra a Comissão de Cidadania e Direitos Humanos (CCDH) da Assembleia gaúcha, presidida pelo deputado Jeferson Fernandes (PT), estará no município de São Luiz Gonzaga na próxima sexta-feira (12), às 16h30, na Câmara de Vereadores, em sua segunda edição.

No local, será debatido com a população e agentes que trabalham o tema no município. Dentre os pontos a serem discutidos está a articulação da Rede Municipal de Direitos Humanos, verificar o que já existe e propor políticas públicas.


Audiência pública

Na sequência, a CCDH promoverá a audiência pública “Situação e Demarcação de Terras dos Índios Guaranis na Região Noroeste”. O debate ocorrerá no Salão de Atos da Universidade Regional Integrada (URI), às 19h30, e contará com as presenças do deputado Jeferson Fernandes, da secretária-executiva da Comissão Nacional de Política Indigenista, Teresinha Gasparin Maglia, representantes nacionais e internacionais dos Guaranis, prefeitura municipal, vereadores, estudantes, entre outros.


segunda-feira, 8 de abril de 2013

III Fórum da Igualdade começa hoje em Porto Alegre


Porto Alegre/RS - O III Fórum da Igualdade “Não há liberdade sem igualdade – Só não vê quem não quer” inicia na noite desta segunda-feira (08), na Câmara de Vereadores de Porto Alegre, e se estende durante a terça-feira.
Entre os temas que serão debatidos neste ano estão participação popular, democratização do Estado, um novo modelo de desenvolvimento, ética e justiça social, democratização da comunicação, discriminação de gênero.

“A contribuição dos movimentos sociais, tanto na elaboração teórica quanto na prática cotidiana, é fundamental para que as sementes de uma sociedade mais justa e igualitária sejam lançadas”, afirmou o presidente da CUT-RS, Claudir Nespolo.

O evento é promovido pela Coordenação dos Movimentos Sociais do RS (CMS/RS). As inscrições devem ser feitas no local.
Programação:

8/04 – Segunda-feira

19h- Conferência de Abertura – Tarso Genro (Governador do Estado do RS)

20h às 22h- Painel – Participação popular e democratização do Estado (com representantes dos movimentos sociais)


9/04 – Terça-feira

9h às 12h – Painel – Um novo modelo de desenvolvimento – Ética e Justiça Social


Conferencista:

Ladislau Dowbor (Prof. da PUC São Paulo)


Debatedores:

Dom Guilherme Werlang (Bispo da Igreja Católica)
José Vicente Tavares dos Santos (Profº Drº do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFRGS)

14h às 17h30 – Painel – Liberdade de expressão e democratização dos meios de comunicação

Conferencista:

Carlos Alberto Almeida (TELESUR – Brasil)

Debatedores:

Celso Schroeder (Sec. Geral da Federação Nacional dos Jornalistas)
Altamiro Borges (jornalista e blogueiro)
Jane Felipe – Discriminação de gênero e sexualidade nas mídias (Profª Drª Faculdade de Educação – UFRGS)


*Via http://portal.ptrs.org.br



Festival do cinema fantástico em POA



Aproxima-se a data de início do Fantaspoa – Festival Internacional de Cinema Fantástico, tradicional evento de cinema que ganha mais credibilidade, qualidade e diversidade a cada edição. Em seu nono ano, o festival anuncia novidades e a vinda de muitos realizadores brasileiros e estrangeiros. O Fantaspoa será realizado entre 03 e 19 de maio de 2013, em diversos cinemas da capital gaúcha.

O cartaz da nona edição foi concebido pelo designer gráfico e músico Ron Selistre, diretor de arte do festival desde 2012. Nas palavras dele, “a estética escolhida para a edição 2013 é a do mistério. Foi inspirada numa visão de Um Corpo que Cai, filme clássico de Alfred Hitchcock, onde a luz e a sombra rodopiam numa dança flutuante, longe do chão e da segurança, num vácuo onde nada se revela por inteiro”.

>> Saiba  mais sobre o Fantaspoa! Acesse www.fantaspoa.com



Mostra SMVC na Internet


 Inscreva-se na Mostra SMVC na Internet



Você que tem um curta e gostaria de inscrevê-lo no Santa Maria Vídeo e Cinema, essa é a sua chance, te inscreve na Mostra SMVC na Internet. Os vídeos devem ser enviados em qualquer formato, de qualquer lugar do mundo, com até 2 minutos de duração e postadas no youtube ou vimeo.


A temática é livre e a inscrição gratuita, de 8 a 12 de abril – somente pela internet no site www.smvc.org.br. A responsabilidade de cada trabalho inscrito é de cada diretor e não há limite para obras inscritas. A premiação será no encerramento do festival, na noite de 13 de abril.

Consulte o regulamento no site.
Toda a programação do SMVC poderá ser acompanhada pelo site www.tvovo.org/aovivo

Realização: Santa Maria Vídeo e Cinema
Promoção: Prefeitura Municipal e RBS TV
Co-promoção: CESMA e UFSM / Pró-Reitoria de Extensão
Incentivo: Ministério da Cultura / Lei Rouanet e LIC _SM


domingo, 7 de abril de 2013

Curso de odontologia confirmado na UNIJUÍ

Reitor da Unijuí confirma curso de Odontologia 
para Santa Rosa

Kelm assegurou a Vicini que a universidade implantará no campus do município o curso superior de Odontologia.


O reitor da Unijuí, Martinho Kelm, manteve contato com o prefeito de Santa Rosa, Alcides Vicini, na tarde desta sexta-feira, quando repassou esta informação ao gestor municipal.
Kelm assegurou a Vicini que a universidade implantará no campus do município o curso superior de Odontologia, já com vestibular no final do próximo ano, com previsão de iniciar as atividades no ano letivo de 2015.

Segundo Vicini, o reitor informou que o Conselho Universitário da Unijuí aprovou a resolução favorável a Santa Rosa. Agora a prefeitura e a Universidade devem cooperar entre si para fornecer todos os subsídios a entregar até agosto o projeto no Ministério da Educação.
Já o médico e vice-prefeito, Luis Antônio Benvegnú ressaltou que, inicialmente, seriam 40 vagas por ano para este curso.

fonte: Jornal Noroeste

sábado, 6 de abril de 2013

Festival O Boticário de Dança

Um grande evento para celebrar a beleza do movimento e incentivar o desenvolvimento da dança no Brasil. Assim será o primeiro Festival O Boticário na Dança


A venda de ingressos para a primeira edição do Festival O Boticário na Dança, que reunirá quatro das maiores companhias da arte no mundo – Shen Wei Dance Arts (Estados Unidos), Hofesh Schecter (Reino Unido), Peeping Toom (Bélgica) e Maribor Ballet (Eslovênia) – deve levar apaixonados por dança aos teatros e auditórios das capitais paulista, carioca e paranaense. Também estão programadas apresentações de três grupos nacionais de renome: Mímulus (Belo Horizonte), Quasar (Goiânia) e Bruno Beltrão (Rio de Janeiro). 

Os espetáculos, produzidos em parceria com a Dueto, acontecerão no mês de maio e contemplarão o vasto panorama da arte no mundo, integrando diferentes formas de dança: contemporânea, neoclássica, de rua, de salão, moderna, jazz e dança teatro, entre outras.

Para São Paulo, ao longo dos seis dias de apresentação, serão oferecidos 4.600 ingressos no valor R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada). Para os cinco dias de espetáculo no Rio de Janeiro, serão vendidos 10 mil ingressos a preços que variam de R$ 30 a R$ R$ 100 (inteira) e de R$ 15 a R$ 50 (meia-entrada), dependendo da localização na plateia. Em Curitiba, serão 5.800, que custarão de R$ 30 a R$ 50 (inteira) e de R$ 15 a R$ 25 (meia), também de acordo com o assento. 

Em todas as cidades, os ingressos serão vendidos nas bilheterias dos teatros. Para quem prefere comprar pela internet, o público de São Paulo e Rio de Janeiro (capital e região metropolitana) poderá adquiri-los por meio do Ingresso.com e o de Curitiba, no site do Teatro Guaíra.

>> Para saber mais, acesse www.oboticarionadanca.com.br