domingo, 30 de março de 2008

Mobilização global pelo Tibete

Em apenas 7 dias, 1 milhão de pessoas assinaram nossa petição pelos direitos humanos e diálogo no Tibete, se tornando a petição on-line que cresceu mais rápido na história!
Depois de décadas de injustiça, o povo tibetano está demandando mudanças e a nossa petição mostra que o mundo está respondendo com uma solidariedade surpreendente a esse chamado. Foi declarado o Dia de Mobilização Global pelo Tibete nesta segunda-feira dia 31 de março. Em apenas 4 dias, milhares de pessoas em várias cidades do mundo irão protestar em embaixadas e consulados da China, trazendo consigo nossa petição de 1 milhão de assinaturas. Nossa mensagem global e simultânea com certeza chamará a atenção do governo chinês. Temos somente 4 dias até a entrega da petição, por isso estamos concentrando nossos esforços em dobrar nossa petição: será que podemos conseguir 2 milhões de assinaturas? Nossa mensagem já deu a volta ao mundo e com a sua ajuda podemos chegar ainda mais longe. Por favor, clique no link para assinar a petição e em seguida encaminhe este email para todos os seus amigos e familiares: http://www.avaaz.org/po/tibet_end_the_violence/83.php/?cl=68264470 .
Embora alguns líderes linha dura da China têm atacado o Dalai Lama publicamente, muitos líderes chineses acreditam que o diálogo é a melhor esperança para estabilizar o Tibete. Governos ao redor do mundo começaram a pedir o diálogo e muitos sinais indicam que, se a pressão da sociedade civil global continuar, a China terá que ceder. O presidente da China Hu Jintao valoriza a reputação da China perante o mundo e ele precisa ouvir que a marca “Made in China” e as Olimpíadas de Pequim só serão um sucesso se ele optar pelo diálogo ao invés da repressão. Uma avalanche de solidariedade global está se mobilizando para chamar sua atenção.

VISITE: Avaaz.org é uma organização independente .

sexta-feira, 28 de março de 2008

Os bastidores da política local

Três de Maio - O panorama política nesta semana foi rico em novidades. Vejamos:

- Na 2ª feira (24), logo após a sessão da Câmara de Vereadores, Eliane Fischer (PDT) concedeu entrevista ao Paulinho Marques, da Rádio Colonial, e confirmou veementemente, que a tal de "Tríplice Aliança" (PMDB+PSDB+PDT) estava firme;

- Deixa estar... no outro dia, o Delmar Mébius (PTB) escapou da cassação por ter "pulado" de partido. Por um dia!... a mesma sorte não teve a vereadora de Boa Vista do Buricá. Mas Mébius não perdeu a oportunidade e desancou o antigo partido (PMDB) e o seu pré-candidato;

- Na 4ª feira (26), o Valmir Carteiro (PSDB) foi à Rádio Colonial e desmentiu a vereadora Eliane Fischer! Disse que a "Tríplice Aliança" era ficção... nunca existiu;

- Na 5ª feira (27), confirma-se cada vez mais que o pepista Olívio Casali utilizou a estratégia de negar a candidatura "até o fim" para agregar apoio, deixar o seu nome em evidência (mesmo que veladamente) e, principalmente, motivar seus apoiadores que não admitiam ficar sem candidato;
Tem outra: com essa do "vai/não vai" porque não dispunha de din-din, surgiram os apoiadore$!

- Bem... disso tudo se deprende o quê? A candidatura pmdebista esvaiu-se... se não houver um movimento brusco de redirecionamento da pré-campanha, não sei não!...

- A vice candidatura "prometida" para a vereadora Eliane Fischer, mesmo com 30 mil motivos, não passa na convenção (é o que dizem os pedetistas). Além disso, tem outro impeditivo que se chama Paulino Menegatt. Ele trabalha com a hipótese do PDT apoiar Casali;

- Enquanto isso a petista Vanderli de Barros movimenta-se com desenvoltura por todos (ou quase todos) os eventos que ocorrem no município. Desde aniversário de 1 ano até casamento no interior do município;

- E o Kurt Grenzel? Bem, o Kurt não será candidato! A força da reivindicação dos funcionários da cooperativa repercutiu na decisão. Mas existe a possibilidade dele sair vice de alguma coligação;

- Quem o PSDB apoiará? Estão divididos. Um grupo acha que deveria se coligar com o PT e o Kurt Grenzel sair de vice da Vanderli (PT); outro grupo acha que deveria se coligar com o PP, de Casali. E agora?

- Inúmeras "pesquisas" são motivos de comentários nas rodas da cidade. Cada partido que faz mostra que o seu candidato está na frente. Me exibiram uma: 19% - 12% - 5%. Quem?...hahahaha....

- Tá!... mas e o PPS do João Mella e o PTB do Mébius? Quem eles apoiarão?
Uma coisa é certa: para onde um pender o outro vai junto. É a única coligação verdadeiramente consolidada.
Raciocina comigo: onde o João Mella tem programa de rádio que lhe dá um bom rendimento mensal? Onde? Então tá!...

- O que realmente impressiona é que da atual administração, poucos são candidatos. Sei que o Trage é candidato declarado. Quem mais? Hã?
Francamente, de 11 secretários de governo somente um é candidato!!! Cadê o resto? Será que eles não confiam no seu "taco"?

- E isso aí... "os cães ladram e a caravana passa"... e fique ligado porque "cavalo não desce escadas".
Eu volto na próxima semana.

Aumenta o índice de confiança dos empresários varejistas de Santa Rosa

Três dos setores que mais contribuíram para o aumento do índice de confiança foram Móveis e Eletroeletrônicos, Veículos e Peças e Materiais de Construção, Ferragens e Elétricos.

Os empresários do Setor Varejista de Santa Rosa continuam otimistas, em 2008. O índice geral atingiu 70,0 pontos, o mais elevado desde o início da realização do estudo. Essa é a análise da primeira pesquisa do setor em 2008, realizada pelo Programa de Extensão em Gestão de Varejo (PROGEV), vinculado ao Departamento de Estudos da Administração da Unijuí. A realização da pesquisa tem uma seqüência semestral, iniciada em fevereiro de 2007. O estudo é coordenado pelos professores Ariosto Sparemberger e Luciano Zamberlan e contou com a participação dos bolsistas do projeto Marciela Zamin, Dieny Jasiowka, Aline Weisner, Joice Becker e Nelinho Graef. Também atuam no programa, os professores Pedro Luis Büttenbender, Adriano Wagner e Romualdo Köhler.

O estudo avaliou o grau de otimismo que os empresários possuem em relação às suas atividades. Dessa forma, foi criado o Índice de Confiança do Empresário Varejista (ICEV). Os índices de confiança do empresário são indicadores de antecedência largamente utilizados nas diversas economias mundiais. Como um indicador de antecedência, seu principal uso refere-se à previsão do nível de atividade da economia. Para a formação deste índice, considera-se o sentimento do empresário através de seis questões que avaliam as condições atuais e as expectativas futuras de sua própria empresa, do setor de atividade ao qual está inserida e da economia brasileira de uma forma geral.
Obtidas tais informações, os índices são ponderados e cria-se um indicador geral de confiança, sendo que um número inferior a 50 pontos indica pessimismo e superior a 50, otimismo. Além disso, compararam-se os resultados com o índice obtido na pesquisa anterior. Também, foram criados índices comparativos de análise de desempenho entre os dez setores pesquisados: informática e papelaria; supermercados e mercados; veículos e peças; bazar, presentes e decorações; móveis e eletroeletrônicos; tecidos,vestuário e calçados; combustíveis e lubrificantes; farmácias e perfumaria; ótica, relojoaria e bijouterias; materiais de construção e ferragens. Foram coletadas informações de 204 empresas no mês de março de 2008.

Os empresários de Santa Rosa avaliaram da seguinte forma: as condições atuais (economia brasileira, setor de atividade e empresa) obtiveram 61,4 pontos, e as expectativas para os próximos seis meses (economia brasileira, setor de atividade e empresa), 74,3 pontos. O índice geral foi de 70,0 pontos, o que demonstra que os entrevistados estão otimistas em relação aos itens avaliados, conforme o levantamento realizado no mês de março de 2008.

De acordo com os dados do mês de março de 2008, pode-se verificar que ocorreu um aumento no índice geral de confiança de 3,8 pontos com relação ao mês de agosto de 2007, quando chegou a 66,2. O aumento do índice geral é maior quando comparada com o mês de fevereiro/2007, período de um ano, quando atinge 4,2 pontos.
O estudo também procurou avaliar o índice de confiança dos segmentos pesquisados. O resultado apontou qual o setor com maior otimismo, considerando o índice geral. Analisados os resultados, constatou-se que os três setores mais otimistas são o de móveis e eletroeletrônicos ( 75,7 pontos);veículos e peças (74,0); e materiais de construção, ferragens e elétrico(71,9).
Segundo os Coordenadores do PROGEV, empresários varejistas confiantes tendem a aumentar suas vendas de modo a atender o esperado crescimento da demanda. Conseqüentemente, espera-se um aumento do nível de emprego, bem como um aumento no nível de investimento.
fonte: UNIJUÍ

quinta-feira, 27 de março de 2008

Resistência, Vida de Artista


Março foi um mês afortunadamente atípico em termos de movimentação cultural por estas plagas. Tivemos os shows de lançamento dos discos de Cláudio Joner e de Albino Medeiros, um Nelson Coelho de Castro bem à vontade, em sua melhor apresentação solo nestes 24 anos de presença em palcos santa-rosenses, a encenação do espetáculo shakespeariano Sonho de uma Noite de Verão, e ainda, uma apresentação - meio de surpresa, deslocada no tempo e espaço - de Adriana Deffenti, Marcelo Corsetti e Ângelo Primon.

Para fechar o período o Resistência resolve escarafunchar um pouco a alma de algumas destas figuras que teimam em levar a vida na arte. Com a palavra o ator e diretor teatral Jerson Fontana, a artista plástica Cornelia Kudiess e o músico e compositor Cláudio Joner.

Para trazer a arte ao palco teremos a música de Albino Medeiros, o esquete do grupo Ativar e o traço de Fabiano Millani. E como de costume, as intervenções de Bola Wizniewsky, os cartuns do, o design gráfico do Felipe Capaverde e os sons das carrapetas do Schimo.


Resistência, Vida de Artista. Neste sábado, 29 de março, às 20h30min, no Teatro do Sesc Santa Rosa. A entrada continua gratuita.


Apoio cultural:

Fecopel Nacional Sesc Yázigi



* Para não passar em brancas nuvens, aproveitamos o espaço para relatar que o Resistência foi parte da programação do II Fórum Social das Missões, no dia 15 deste mês, na cidade de Santo Ângelo. Sob o tema Identidade Cultural participaram do programa Wilton Dourado, artista plástico e produtor cultural, Maristela Marasca e Jerson Fontana, do grupo teatral A Turma do Dionísio, a ativista social colombiana Marcela Rodriguez, o músico Cláudio Vargas, o grupo teatral Ossete e, é claro, Larry Wizniewsky. Foi um Resistência substancioso.

quarta-feira, 26 de março de 2008

TSE quer controlar campanha na internet

Deu no blog do Sérgio Amadeu http://samadeu.blogspot.com/


O TSE acaba de definir as condutas vetadas na campanha eleitoral de 2008. A grande novidade é que o Tribunal legisla sobre como deve ser a campanha no ciberespaço, transnacional e desterritorializado. A Internet é vista como um veículo broadcasting, como se fosse um canal de Rádio ou Televisão. No artigo 18, da Resolução 22.718, que trata das restrições à campanha eleitoral na Internet, se lê: "A propaganda eleitoral na Internet somente será permitida na página do candidato destinada exclusivamente à campanha eleitoral."Impressinante. O TSE estaria proibindo a campanha em blogs, fotologs, youtube, perfis no twitter, no orkut (onde é possível encontrar mais de 50% dos internautas brasileiros), no Facebook, no MySpace e em outros sites de relacionamento? Tudo aquilo que a Internet permite de incentivo ao relacionamento estaria vetado? O TSE quer limitar as possibilidades de interação, na campanha eleitoral, entre os candidatos e os cidadãos a um site que deve necessariamente estar vinculado a um determinado domínio? A riqueza da esfera pública interconectada, tão comentada por pesquisadores como Yochai Benkler e Lawrence Lessig, não estaria sendo suprimida com uma resolução tão limitadora? A redação da resolução diz que "somente será permitida" a propaganda na Internet de um determinado modo ou tudo isto será como força de expressão? Como se tratasse da propaganda fixada em um outdoor estático, no parágrafo 3 do artigo 19 pode-se ler que os "domínios com a terminação can.br serão automaticamente cancelados após a votação em primeiro turno..." Para que uma regulamentação tão autoritária? Por que esta tentativa de limitar formas originais de campanha na blogospehera e nos demais cantos do ciberespaço? Alguns poderiam responder "para coibir o poder econômico". Mas como bem apontou o Prof Benkler a diferença brutal entra a esfera pública dominada pelos mass media e a esfera pública interconectada, realizada, pela Internet, ocorre exatamente pela arquitetura de informação distribuída da rede, e, pela eliminação dos custos para se tornar um falante. Ou seja, uma resolução que deixa dúvidas sobre a possibilidade de uso das redes sociais, de sites como youtube, está negando as possibilidades gratuitas da rede. Assim está beneficiando o uso das mídias pagas, do braodcasting. Isto, sim, incentiva o poder econômico em detrimento de quem tem diálogo, relacionamento e audiência na rede.É muito difícil legislar sobre as características da comunicação em redes digitais interativas. É preciso clareza. Esta resolução deveria garantir a liberdade de expressão, interatividade e uso legítimo de todo o potencial da web 2.0. Esta resolução não deveria ser um impeditivo do uso da inteligência coletiva, das práticas colaborativas, como recursos democráticos legítimos.Será que o TSE poderia esclarecer melhor as proibições que pretende impor à campanha na Internet?Um último comentário: Barack Obama, dificilmente chegaria onde chegou se tivesse que seguir uma resolução semelhante a brasileira. Sua campanha foi quase que totalmente feita a partir do Facebook.

A íntegra das Instruções e Resoluções das Eleições 2008 estão disponível no site do TSE: http://www.tse.gov.br/internet/index.html

Meu nome não é Johnny



João Guilherme Estrella (Selton Mello) nasceu em uma família de classe média do Rio de Janeiro. Filho de um diretor do extinto Banco Nacional, ele cresceu no Jardim Botânico e frequentou os melhores colégios, tendo amigos entre as famílias mais influentes da cidade. Carismático e popular, João viveu intensamente os anos 80 e 90. Neste período ele conheceu o universo das drogas, mesmo sem jamais pisar numa favela. Logo tornou-se o maior vendedor de drogas do Rio de Janeiro, sendo preso em 1995. A partir de então passou a frenquentar o cotidiano do sistema carcerário brasileiro.


EM CARTAZ NESTE FINAL DE SEMANA NO CINEMA DE SANTA ROSA


SEXTA,SÁBADO E DOMINGO AS 20:30h.
O FILME TEVE SUA RENDA MAIOR QUE O FAMOSO "TROPA DE ELITE". VAMOS CONFERIR MAIS UMA SUCESSO BRASILEIRO NA "TELA DO CINEMA"!

terça-feira, 25 de março de 2008

Mulheres gestoras


A Cotrimaio realiza na próxima sexta-feira (28), às 14 horas, no Salão Paroquial Católico, de Três de Maio, a aula inaugural da 3ª turma do Projeto de Desenvolvimento e Capacitação da Mulher Agricultora para a Gestão da Propriedade e o Cooperativismo.


O projeto


O Projeto de Desenvolvimento e Capacitação da Mulher Agricultora para a Gestão da Propriedade e o Cooperativismo visa atender as necessidades urgentes da mulher associada; esposa e filha de associado, integrante de um núcleo familiar que prima mais e mais pela participação de todo o seu conjunto nas decisões que norteiam suas vidas. Para tanto, este projeto, pretende colocar a mulher em contato mais próximo com temas que até então estavam restritos ao mundo masculino ou simplesmente, ainda, suscitavam dúvidas. A importância da mulher já é reconhecida há muito tempo dentro da cooperativa. Dando um passo adiante, a Cotrimaio tem a satisfação de ser a primeira cooperativa do país a realizar um projeto de tamanha importância, e espera desta forma estar ajudando a construir uma sociedade mais justa, igualitária e acima de tudo coletiva e cooperativista.

Anos anteriores


Nos anos de 2004 e 2005 teve-se a participação e formação de 640 mulheres associadas da cooperativa. Já neste ano, serão mais 254 mulheres associadas que serão capacitadas até o final deste ano.

segunda-feira, 24 de março de 2008

John Deere promove concurso fotográfico


Tema Livre. A fotografia deverá conter ao menos algum elemento representativo da marca John Deere (logo, produtos, cores, nome, etc.)


Esse concurso terá vigência no período compreendido entre o dia 28 de janeiro de 2008 e o dia 30 de junho de 2008, inclusive.


domingo, 23 de março de 2008

Shakespeare em Santa Rosa


Abrindo as comemorações dos seus 60 anos, a empresa Planalto promove a edição 2008 do projeto Cultura sem Fronteiras – Artes Cênicas, que leva a quatro cidades (Passo Fundo, Santa Rosa, Santa Maria e Caxias do Sul) o espetáculo Sonho de uma noite de verão, uma montagem da Cia. Rústica de teatro.

A iniciativa, que acontece de 25 à 28 de março, é uma realização da Cida Planejamento Cultural, com patrocínio da PLANALTO - PASSAGEIROS, ENCOMENDAS, TURISMO, através do financiamento da Lei de Incentivo à Cultura/RS. A entrada é franca, com doação opcional de material escolar.

Sonho de Uma Noite de Verão, peça que dá continuidade ao projeto EM BUSCA DE SHAKESPEARE, tem tradução da diretora Patrícia Fagundes e apresenta uma leitura contemporânea de William Shakespeare - dramaturgo e poeta inglês -, resgatando seu caráter popular e aproximando-o do espectador de hoje.

O texto constitui umas das comédias mais fascinantes do autor, em sua exuberante imaginação e elogio da liberdade e paixão humanas. Nessa montagem, a trama é situada em uma atmosfera de cabaret, evocando o mistério e a liberdade da noite, onde as convenções sociais são relaxadas e as fantasias estimuladas.

A música, especialmente composta para o espetáculo por Marcelo Delacroix e Simone Rasslan, é executada ao vivo pelo elenco de onze atores. O espaço, inspirado na cenografia elisabetana, é quase vazio, utilizando-se de palcos múltiplos sendo o centro da encenação o ator e sua relação com o espectador. O espetáculo conta ainda com figurinos de Antonio Rabadan e iluminação de Eduardo Kraemer.



SANTA ROSA


DIA 26/03 (quarta-feira) às 20h
*Centro Cultural Antônio Carlos Borges




Governo vai desestimular o crédito

Do blog do Josias de Souza - http://josiasdesouza.folha.blog.uol.com.br/arch2008-03-16_2008-03-22.html#2008_03-22_21_17_04-10045644-0


O governo deseja restringir o crédito. Receia que, aquecido como se encontra, o consumo pode tonificar as taxas de inflação. Para tentar evitar uma nova subida na taxa de juros, o ministério da Fazenda reúne-se, na próxima quarta-feira (26), com representantes dos bancos. Vão à mesa propostas de redução dos prazos dos empréstimos bancários.

Um dos setores que mais preocupam o governo é o automobilístico. A idéia é desestimular as vendas no mercado interno e conceder estímulos à exportação de carros. Hoje, os automóveis são financiados em prestações que podem se estender por até 99 meses. Pretende-se limitar esse prazo a 36 meses.

Assim, se você ainda não comprou o carro novo, recomenda-se que corra. Está prestes a soar a meia-noite. E o seu carro novo vai virar abóbora. Ou abacaxi. Você, que evoluíra do triciclo para o patinete, depois para bicicleta, para o primeiro fusca e que se preparava adquirir aquela perua espaçosa, esqueça. A crise do excesso de demanda te pegou.

sábado, 22 de março de 2008

Lair Ferst, o empreendedor


Deu no blog RS Urgente.



Da série Recordar é Viver - Nota publicada no site de Políbio Braga, no dia 5 de fevereiro de 2006, destaca o caráter empreendedor de Lair Ferst, um dos indiciados pela Polícia Federal no caso Detran, acusado de formação de quadrilha e crime organizado, entre outras coisas:


Depois que conseguiu se livrar das indústrias de calçados que tinha no Vale do Sinos e Caçapava, o empreendedor gaúcho Lair Antonio Ferst [na foto, com Yeda Crusius] deu uma guinada na sua vida profissional e assumiu a política e a área de serviços. Ferst vem se defendendo com êxito das ações intentadas contra ele. Nas novas atividades, o empresário vem se dando bem nas duas pontas. No PSDB, graças às ligações históricas que mantinha com o ex-Deputado Nelson Marchezan, acabou na Coordenadoria da Bancada na Assembléia e depois virou alto dirigente tucano no Estado. Na área empresarial, toca com êxito as empresas Rio Del Sur Auditoria e Consultoria, além da Newmark – Tecnologia da Informação e Marketing. O foco das duas empresas é a prestação de serviços para órgãos públicos estaduais e federais. São áreas que crescem muito, sobretudo nas grandes cidades do interior”.


Recordemos agora o que disse a Justiça Federal de Santa Maria sobre a Newmark:


“A empresa Newmark Tecnologia, Informática, Logística e Marketing, cujos sócios são parentes de Ferst, é sócia da empresa NT Pereira administrada por Patrícia Jonara dos Santos (esposa de Carlos Ubiratan dos Santos). Ao que tudo indica, o verdadeiro dono da Newmark é o próprio Lair Ferst; figurando seus parentes como laranjas, situação similar a da empresa NT Pereira, que de fato seria de Carlos Ubiratan dos Santos, sendo titularizada por um laranja. Os sócios da empresa New Mark, pertence a parentes de Lair Ferst, tem outra empresa da família, a Newmark Serviços da Informação e Inteligência. Esta, por sua vez, é sócia da empresa NT Pereira, administrada pela esposa de Carlos Ubiratan dos Santos”.


Como disse Carlos Ubiratan dos Santos, na CPI do Detran [e em entrevista à rádio Gaúcha], “tudo são relacionamentos”.

É tudo verdade






É Tudo Verdade é o principal evento dedicado exclusivamente à cultura do documentário na América do Sul. Criado em 1996 pelo crítico Amir Labaki, o festival tem exibido anualmente cerca de uma centena de obras não-ficcionais brasileiras e internacionais, entre lançamentos e clássicos, simultaneamente em São Paulo e no Rio de Janeiro. Neste ano, a itinerância do festival viaja para as cidades de Bauru, Brasília, Recife e Caxias.
A 13ª edição do É Tudo Verdade acontecerá entre 26 de março e 6 de abril. A programação de 2008 apresentará 138 produções não-ficcionais.
Focando os documentários experimentais, a 8ª Conferência Internacional do Documentário acontecerá em São Paulo entre 1º e 4 de abril de 2008, co-realizado pelo Cinusp Paulo Emílio e pelo Sesc-SP.

TRÊS DE MAIO

O três-maiense Ângelo Manjabosco, jornalista e atualmente cursando fotojornalismo em Sampa, deverá cobrir o evento. Na próxima edição da revista Afinal você poderá conferir a matéria.


Para saber mais sobre o Festival, acesse: http://www.itsalltrue.com.br/2008/home.asp?lng=

CNBB: Embrião humano tem direito a viver?

por Dom Odilo Scherer, no site da CNBB

A Igreja defende a vida dos embriões humanos e considera ser contrário à ética e à lei moral o uso desses embriões na pesquisa científica, quando isso significa a danificação ou a destruição dos embriões. Da mesma forma, julga ser contrário à dignidade humana a produção de embriões humanos em laboratório para estocá-los, sem ter em vista sua efetiva implantação no útero materno, para poder desenvolver-se normalmente.
Esta posição da Igreja causa, por vezes, incompreensões e até acusações preconceituosas de que ela é “obscurantista” e contrária ao progresso da ciência; fala-se, até mesmo, contrária ao bem de pessoas doentes, que vêem nesse tipo de pesquisa a esperança de cura para seus males. Isso é injusto e não é verdadeiro. Por que, então, a Igreja tem essa posição?
Antes de tudo porque, baseada em sólidos dados científicos, ela afirma que a vida do ser humano começa na fecundação do óvulo, quer isso aconteça naturalmente no ventre da mulher, quer artificialmente, em laboratório. A partir daquele momento, um novo ser humano começa seu desenvolvimento; ele já vive e chegará à sua maturidade, para o nascimento, se o processo de seu desenvolvimento não for impedido ou abortado.
É insustentável afirmar que o ser humano começa a existir algumas semanas ou meses depois da fecundação, quando já possui determinados órgãos; nem vale afirmar que o embrião, por não ter iniciado ainda a formação de seu complexo sistema nervoso, seria a mesma coisa que um morto, que já não tem mais atividade cerebral. Nada mais falso. Uma é a situação do ser humano no início da vida e outra, no término de sua vida.
Toda essa questão, porém, não deve ser vista como um “problema religioso”, pois nela está envolvido o direito de seres humanos à vida, que o Estado e a sociedade devem tutelar e defender. Por isso, o Supremo Tribunal Federal foi chamado em causa para se pronunciar sobre a constitucionalidade, ou não, de uma lei aprovada pelo Congresso Nacional, permitindo o uso de embriões humanos na pesquisa científica (Lei de Biossegurança, n° 11.105/2005).
A Constituição Brasileira, de fato, prevê a inviolabilidade da vida humana desde o seu início e o Código Civil de 2002 (art. II), da mesma forma, resguarda os direitos do ser humano desde a concepção, sobretudo o direito mais fundamental, que é o direito à vida.
Além disso, o Brasil também assinou e se comprometeu a colocar em prática o Pacto de São José da Costa Rica (25/09/1992), da Convenção Americana dos Direitos Humanos, onde se determina: “Toda pessoa tem o direito a que se respeite sua vida. Esse direito deve ser protegido pela lei e, em geral, desde o momento da concepção. Ninguém pode ser privado da vida arbitrariamente”.
Ora, na pesquisa com células-tronco embrionárias é necessário matar o embrião, para obter essas células. Por maior que pudesse ser o benefício obtido com essa pesquisa, resta o fato que tal atividade científica envolve a supressão da vida de seres humanos. São apenas umas poucas células? Sim, mas resta o fato que o embrião, mesmo se é constituído apenas de poucas células, já é o início da existência de um ser humano, que tem o direito de viver.
A Igreja não é contra a ciência; nem, muito menos, contrária ao bem de pessoas doentes. Mas afirma, com serena firmeza, que os procedimentos científicos, sendo uma atividade humana, também devem respeitar a ética. Os fins não justificam os meios. Isso é tão verdade que, o próprio Estado brasileiro tem uma Comissão de Ética em Pesquisas, para acompanhar os procedimentos científicos e velar sobre a qualidade ética da pesquisa científica. A ciência, sem a consciência ética, pode voltar-se contra o ser humano e o mundo. A produção da bomba atômica e as monstruosidades cometidas contra seres humanos em laboratórios nazistas são apenas alguns exemplos.
E o que dizer àqueles que precisam de cura e colocaram toda a sua esperança nas pesquisas com células tronco embrionárias humanas? Antes de tudo, é preciso dizer que a busca da cura é um desejo legítimo e a ciência deve ser apoiada e encorajada a encontrar soluções para as doenças e deficiências humanas; mas não a qualquer custo e sempre com métodos adequados e eticamente aceitáveis. De toda forma, não mediante a supressão da vida de outros seres humanos.

* Cardeal Dom Odilo Pedro Scherer é arcebispo de São Paulo. [D.Odilo é gaúcho de Cerro Largo/RS]

quarta-feira, 19 de março de 2008

Jornalistas reúnem-se para combater a hegemonia conservadora

Flávio Aguiar - Mídia 11.03.2008 - www.direitoacomunicacao.org.br


Encontro realizado em São Paulo reuniu mais de quarenta pessoas, entre jornalistas, professores e ativistas na área da comunicação. Em debate, a luta contra a hegemonia conservadora na construção e disseminação da informação. Nova reunião deverá ser realizada no Rio de Janeiro.

O que os brasileiros podem esperar da TV Brasil?

Orlando Senna (diretor geral da TV Brasil) - Entrevista concedida a Marcus Tavares, do Rio Mídia - do site www.direitoacomunicacao.org.br


O que os brasileiros podem esperar da TV Brasil?
Ainda pouca gente compreende realmente a profundidade da transformação de uma sociedade quando surge uma televisão pública de verdade, gerida e alimentada editorialmente pela população. Muitos ainda confundem TV pública com TV estatal. Não deveria haver essa confusão, já que uma é a voz da sociedade e a outra, a voz do governo. Se o governo quisesse uma TV estatal não precisaria criar a TV Brasil. Ele já possuía as emissoras da Radiobrás que, inclusive, vão deixar de existir. Embora financiada inicialmente pelo Estado, a TV Pública pertence à sociedade, que deverá participar, criticar e fiscalizar. A TV Brasil não é um empreendimento de meia dúzia de pessoas. Ela tem que ser feita pela sociedade brasileira que é a verdadeira dona da emissora. A TV Brasil será o que o povo brasileiro quiser e fizer dela, é um trabalho conjunto. Os brasileiros podem esperar da TV Brasil um novo instrumento de exercício da cidadania, um espaço para a manifestação de sua multiplicidade humana, cultural, religiosa, política, uma fonte independente e popular de informação e conhecimento, uma tribuna eletrônica para discussão das grandes questões nacionais, uma nova maneira de fazer e ver televisão.

Mino Carta encerra blog no IG


Mino Carta, diretor da revista Carta Capital, decidiu retirar seu blog do portal IG, em solidariedade a Paulo Henrique Amorim, demitido e retirado do ar ontem. Mino Carta fez sua despedida hoje: “Meu blog no iG acaba com este post. Solidarizo-me com Paulo Henrique Amorim por razões que transcendem a nossa amizade de 41 anos. O abrupto rompimento do contrato que ligava o jornalista ao portal ecoa situações inaceitáveis que tanto Paulo Henrique quanto eu conhecemos de sobejo, de sorte a lhes entender os motivos em um piscar de olhos. Não me permitirei conjecturas em relação ao poder mais alto que se alevanta e exige o afastamento. O leque das possibilidades não é, porém, muito amplo. Basta averiguar quais foram os alvos das críticas negativas de Paulo Henrique neste tempo de Conversa Afiada”.

Paulo Henrique Amorim já está atendendo em
novo endereço.


Fonte: RS Urgente (Marcos Weissheimer) www.rsurgente.zip.net

terça-feira, 18 de março de 2008

Paulo Henrique Amorim na rede

Atualizando, Azenha informa: Dentro de duas horas vai entrar na rede o novo site de Paulo Henrique Amorim (www.paulohenriqueamorim.com.br)
[Azenha = Luiz Carlos Azenha, do site Vi o Mundo - www.viomundo.com.br]

IG tira Paulo Henrique Amorim do site


O jornalista Paulo Henrique Amorim confirmou por telefone que foi demitido pelo portal IG por fax. De acordo com o jornalista, ele foi informado por volta das 17 horas de que o portal não mais hospedaria o "Conversa Afiada", que imediatamente sumiu do ar. Quem tentou acessar o site a partir daquele momento deu com a tela acima.
O jornalista disse que não poderia gravar entrevista por não ter consultado seu advogado.
Paulo Henrique Amorim, que também é repórter da TV Record, é crítico constante tanto de José Serra quanto do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Também tem disputas judiciais tanto com o banqueiro Daniel Dantas quanto com o comentarista Diogo Mainardi, de Veja.
O "Conversa Afiada" lidera a votação do prêmio Ibest, promovido pelo próprio IG, na categoria Cidadania, sites de política.


Veja mais no www.viomundo.com.br

TV Assembléia... pra quê?


Segundo parecer da jornalista Rosane de Oliveira, hoje, em sua coluna de Zero Hora, um dos principais indiciados na Operação Rodin, Carlos Ubiratan dos Santos (vulgo “Bira Vermelho”), saiu-se muito bem na CPI do Detran, depois de quase seis horas de depoimento. Para Oliveira, “a falta de preparo dos membros da CPI facilitou a vida do ex-presidente do Detran Carlos Ubiratan dos Santos e permitiu que ele desse um show de retórica no depoimento”. “Show de retórica” é bom!
De um modo em geral, a mídia regional – hoje – ajuda a aliviar o peso que recai sobre as costas do ex-presidente do Detran, de onde em cinco anos foram “roubados cerca de 44 milhões de reais”, segundo expressão do delegado Ildo Gasparetto, da Polícia Federal.
Chamou a atenção ontem, o fato de a TV Assembléia não ter transmitido direto o depoimento de “Bira Vermelho” (foto, ora meio desbotado, mas sempre com o dedinho indicador em riste). Que critérios regem as transmissões dessa importante emissora estatal? Quem organiza e controla a grade de programação do canal televisivo do parlamento estadual? A TV Assembléia continuará ignorando a CPI do Detran? Para quê mesmo serve a TV Assembléia? A quem a TV Assembléia está servindo com essa flagrante omissão?

Casali quase candidato

Três de Maio - Confirma-se cada vez mais que Olívio Casali será candidato majoritário às eleições de 5 de outubro, pelo PP.
Depois de idas e vindas sobre a sua candidatura, fontes bem informadas dão conta que Casali conseguiu superar o último obstáculo: a família.
A notícia ainda não foi confirmada oficialmente, mas as projeções são de que Casali irá reunir uma frente de partidos para a disputa eleitoral. Estariam alinhados: PP/PSDB/PPS/PTB e o PDT. Este último partido - PDT - estaria discutindo internamente o rompimento do acordo com o PMDB.

A internet e os novos formadores de opinião

(...) Em dezembro de 2006, o Ibope/NetRatings divulgou informações referentes ao terceiro trimestre de 2007 que davam conta de que 39 milhões de brasileiros, acima de 15 anos, tinham acesso permanente à internet em diferentes ambientes – residência, trabalho, escola, cybercafé, bibliotecas, telecentros etc. Esse número significava um aumento de 21% em relação ao mesmo período de 2006.
Há poucos dias, a Associação de Mídia Interativa (IAB Brasil) revelou que 40 milhões de brasileiros já tinham acesso à internet e que a estimativa para dezembro de 2008 é de que o número chegará a 45 milhões – o que representa um crescimento de 15% em relação ao ano de 2007. Segundo Paulo Castro, presidente do IAB Brasil, "esse crescimento (...) consolida a internet como a segunda maior mídia de massa do país". A primeira é a televisão (
ver aqui). (...)
Leia a íntegra da matéria no site: www.observatoriodaimprensa.com.br

segunda-feira, 17 de março de 2008

Os bastidores da política local

Vamos às novas... - Novas????? Bem, vamos às últimas então!
- Casali será candidato! Kurt não!
- Conselheiros da Certhil não aprovaram a participação de Kurt Grenzel. Correu, inclusive, abaixo-assinado dos funcionários para que ele não entre na campanha. E agora?
- Amanhã (18) reúnem-se PMDB - PDT e................................. PP!!! Costuras! (pode faltar linha... ou agulha!)
- PMDB tenta atrair PP para a coligação. Oferece inclusive o cargo de vice como 'entrada'.
- E o PDT como fica? Não teria 30 mil razões para ser vice? Pois é...
- O PT observa as movimentações. Tudo indica que poderá sair com chapa 'puro-sangue'.
- Os cães ladram e a caravana passa, já dizia o 'filósofo' Ibrahim Sued.
E quem diria, hein!?...
José Otávio Germano e João Luiz Vargas são citados no relatório da Polícia Federal como envolvidos no Caso Rodã (ou Rodin, como queiram!).
Surpresos? - Eu não!

Maria do Rosário vence prévia em Porto Alegre


A deputada federal Maria do Rosário, 41 anos, venceu a prévia do PT em Porto Alegre, para definir quem será o candidato a prefeitura da capital.


Mesmo com a cúpula petista apoiando Miguel Rosseto, Rosário venceu com a escassa margem de 56 votos num universo de mais de 4 mil votantes.


sábado, 15 de março de 2008

O desespero da oposição pautada


As palavras do líder do PSDB no Senado, Arthur Virgilio, são emblemáticas: “Se der para aprovar, deu, se não deu, dane-se?” Nada mais ilustrativo de como se comporta um dos cardeais do tucanato quando defrontado com o vazio de sua própria existência política. A análise é de Gilson Caroni Filho.

Gilson Caroni Filho

Será que a estratégia de obstruir as votações de Medidas Provisórias no Plenário e paralisar as reuniões de comissões temáticas é apenas uma reação à MP que criou a nova TV pública do país ou inconformismo tem motivações inconfessáveis? O desespero que leva parlamentares de oposição a renunciarem ao exercício legislativo que lhes foi delegado pelo voto popular deve ser visto como algo pontual, motivado pelo requerimento do líder do governo, senador Romero Jucá (RR ), pedindo o fim de manobras protelatórias em votações de interesses relevantes, ou aponta para algo mais profundo?
O crescimento de 5,4% do Produto Interno Bruto (PIB), provocado pelo aumento do consumo interno e de investimentos não terá acendido o sinal vermelho nos gabinetes de lideranças demotucanas e nas grandes oficinas de consenso? O que temos não são apenas números favoráveis à política econômica do governo Lula, mas uma inédita mudança de eixo da economia brasileira. Mercado interno aquecido, investimento crescente em bens de capital e inflação controlada significam que, pela primeira vez na história, o país logrou encontrar o caminho do crescimento sustentável. Ruíram como castelos de areia o mito do PIB potencial e os sofismas da cartilha neoliberal. Aqueles que pregavam uma “inadiável” reforma da Previdência e a supressão imediata de direitos trabalhistas como requisitos para o desenvolvimento. A uma oposição sem bandeira para as eleições de 2010, só resta atribuir ao governo o que tem sido sua prática desde a derrota de 2002: violentar a nação e o regime democrático. (...)
Leia a íntegra da matéria no site da Carta Maior - www.cartamaior.com.br

Os rádios do Paulinho Marques


O radialista Paulinho Marques, da Rádio Colonial, produziu um blog muito interessante. Colecionador de receptores de rádio, Paulinho resolveu socializar as relíquias através do blog www.radiospaulomarques.blogspot.com para todo mundo apreciar a sua valiosa coleção.

Acesse este endereço eletrônico e conheça a história do rádio.

quarta-feira, 12 de março de 2008

Mais uma baixa no governo tucano


Mais uma baixa no governo da Dona Yeda Crusius. Agora foi a presidente da FASE, a santo-angelense Liliane Saraiva.

Conheço-a pessoalmente desde o tempo em que ela ocupava a Secretaria de Cultura da Capital das Missões e posso afirmar com segurança da sua competência na gerência de tudo que ela participa.

Saiu porque não agüentou a burocracia estatal, a morosidade, a acomodação.

Bom para a Região que terá ela de volta para comandar a sua "menina dois olhos", a ONG Cededica.

Ah!... o Dr. João Batista também deve estar feliz com o retorno de sua amada!

Seja bem-vinda, Lili!
Foto: Andréa Graiz - Zero Hora

terça-feira, 11 de março de 2008

Reconhecimento




O conceito do Hospital São Vicente de Paulo ultrapassa as fronteiras de Três de Maio. Ontem (10) à noite, a Câmara de Vereadores de Entre-Ijuís prestou homenagem à instituição com a entrega de moção de congratulações pelo excelente trabalho realizado às comunidades da região.
A diretora geral Irmã Lucia Schiavo e o diretor executivo Edson Martins receberam a Moção das mãos do presidente da Câmara de Vereadores.



Os bastidores da política três-maiense

É grande a possibilidade do PP três-maiense não ter candidato à eleição majoritária. A indefinição de Olívio Casali exaspera os filiados da agremiação que poderão migrar para apoio ao PMDB ou à coligação PSDB/PTB/PPS.

Hoje (11) à noite o Conselho de Administração da Certhil reúne-se para definir se o presidente da cooperativa Kurt Grenzel será candidato a prefeito ou não.

Em "banho-maria" as negociações entre o PT e os partidos PSDB/PTB/PPS. Aguardam, igualmente, a reunião do Conselho da Certhil.

Quais são as possibilidades?
1. Kurt Grenzel encabeçar a coligação PSDB/PTB/PPS;
2. A coligação dos três partidos acertar com o PT e Kurt sair de vice de Vanderli (PT);
3. Nenhuma das alternativas acima porque o Conselho recomenda não entrar no jogo político

O PT sinalizou que se não houver acerto com PSDB/PTB/PPS poderá sair com "chapa pura".
Quem seria o vice de Vanderli? Alternativas:
1. Altair Copatti
2. Sixto Bombardelli
3. Antônio Wünsch
Nesta ordem de probabilidades.

Casali conversou recentemente com Kurt Grenzel. Objetivamente perguntou: "Kurt: você é candidato? Porque se você for, eu não serei candidato e irei te apoiar!" Kurt saiu faceiro!

Novidade: há divisões no PDT. Nem todos os correligionários apóiam a coligação com o PMDB. Dizem que o Fischinha "tá meio solito" na empreitada.
Semana passada o prefeito Copatti encontrou o vereador Flávio Pagel e lhe perguntou: "E daí? Vamos juntos nesta?" Dizem que o Flávio deu um sorriso amarelo.

Pepistas perplexos se perguntam: "mas como que o homem foi nos deixar na mão?"

É ano eleitoral e as especulações correm soltas.
Vamos aguardar porque tem muita água pra passar debaixo da ponte.

Restrições à liberdade de imprensa no Brasil

As organizações não-governamentais ARTIGO 19, Centro pela Justiça e o Direito Internacional (Cejil) e a Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) apresentaram em audiência oficial um relatório à Comissão Interamericana de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos (OEA) no qual chamam a atenção para disposições legais e práticas judiciárias que têm constituído violações ao direito à liberdade de expressão no país, em especial o uso abusivo de recursos judiciais contra veículos de comunicação, jornalistas e defensores de direitos humanos. A entrega do documento ocorreu na manhã de segunda-feira, 10 de março de 2008, na sede da OEA, em Washington, nos Estados Unidos.As organizações demonstraram preocupação com o uso de medidas judiciais que resultam em restrições ilegítimas à liberdade de expressão e inibem o livre fluxo de informações e o debate público sobre temas de interesse social.Alguns dos problemas específicos apontados incluem a debilidade do marco legal brasileiro; o uso excessivo e orquestrado de ações de indenização por danos morais; a grande quantidade de casos impetrados por agentes públicos; a desproporcionalidade dos valores indenizatórios; as liminares que proíbem antecipadamente a publicação de informações e que podem constituir censura prévia; e outras restrições indiretas à liberdade de expressão.As organizações relataram casos específicos e apresentaram estatísticas sobre o uso abusivo de ações judiciais no Brasil. De 2005 a 2007 foram registrados no Superior Tribunal de Justiça (STJ) 53 casos de ações de danos morais contra a mídia decorrentes de declarações alegadamente difamatórias. Em 37,6% desses casos os autores eram funcionários públicos. No Tribunal de Justiça de São Paulo, de 93 casos apresentados no curto período de outubro a dezembro de 2007, 47,4% das ações foram interpostas por integrantes do Estado. (...)

segunda-feira, 10 de março de 2008

Adilson Troca - O deputado mediúnico


do blog RS URGENTE www.rsurgente.zip.net (do jornalista Marcos Weissheimer) postado às 19h26

Além de recorrer aos astros e a instrumentos voadores, o governo Yeda Crusius (PSDB) parece contar também com recursos mediúnicos em sua base de apoio na Assembléia Legislativa. Nesta segunda-feira, o deputado Adilson Troca (PSDB), relator da CPI do Detran, surpreendeu seus colegas ao distribuir uma nota à imprensa antecipando sua avaliação sobre o depoimento de dois ex-presidentes do Detran, Mauri Cruz e Carlos Bertotto, antes que os mesmos acontecessem. A assessoria de imprensa de Troca distribuiu um release aos jornalistas que cobriam a sessão, afirmando que “os depoimentos dos dois ex-presidentes do Detran “trouxeram novos elementos para o trabalho da Comissão”. A nota também destacou “as novas revelações” surgidas dos depoimentos que ainda não tinham ocorrido. Troca achou que iria surpreender deputados e jornalistas com sua capacidade mediúnica. Se deu mal.

O deputado Elvino Bohn Gass (PT) exibiu o release à Comissão e colocou sob suspeição o trabalho do relator. "O episódio é gravíssimo. O relator está sob suspeição. Em 10 anos de Assembléia e já tendo participado de várias CPIs, nunca vi nada igual", disse Bohn Gass que, juntamente com outros deputados, apresentou um requerimento pedindo o afastamento de Troca da função de relator. "O material da assessoria do deputado Troca revela que o relatório dele já está pronto e, lamentavelmente, tudo indica que vem a ser uma peça imprestável porque não leva em conta os depoimentos mas apenas a versão, a tese, a vilania que ele pretende impetrar contra os seus adversários políticos. Uma vergonha!”, desabafou Bohn Gass. Pego com a boca na botija, Troca ensaiou várias explicações, uma mais esfarrapada que a outra.

Primeiro, disse que o documento tinha sido elaborado por alguém que tencionava prejudicá-lo (a sua própria assessoria de imprensa, no caso). Bohn Gass invocou então o testemunho dos jornalistas que estavam presentes na CPI e que, minutos antes, tinham recebido o release das mãos da assessoria tucana. Falecimento para a primeira explicação. Veio a segunda. Troca disse que não havia autorizado a distribuição do material. Se, por um lado, ostenta dotes mediúnicos, por outro, Troca parece não gozar de muitas luzes. Ao dizer isso, admitiu que o release havia sim sido produzido por seu gabinete, mas que a hora da divulgação é que estava errada. Só era para vir a público após os depoimentos, para fazer de conta que não havia sido psicografado. Acabou sobrando para o assessor de imprensa de Troca, o jornalista Rodrigo Wenzel, que perdeu o emprego.

Santa Rosa: Almoço de Idéias



Com o Tema: "Usinas Binacionais e o Desenvolvimento Regional".
Data: 11/03/2008 - 12hs
No Clube Concórdia - Santa Rosa - RS
Convidado: Eng. Newton Antonio Brunelli

_____________________________________________________________

Feira municipal de saúde


Três de Maio - Vida Saudável e Alimentação, com esse slogan a Secretaria Municipal de Saúde e Secretaria Municipal de Assistência Social promovem a 11ª Feira Municipal de Saúde, de 17 a 28 de março.

Os organizadores alertam aos interessados em expor seus produtos para que façam as suas inscrições até amanhã - dia 11 de março, na prefeitura.

Está confirmado a presença do caminhão do projeto "Cozinha Brasil", do Sesi em parceria com o governo federal.

O evento estará concentrado em frente à prefeitura.


Mais informações: www.pmtresdemaio.com.br ou pelo telefone 3535-1122

Resultado da eleição do Conselho Tutelar

Três de Maio - As cinco novas conselheiras eleitas neste domingo (09) vão tomar posse no dia de 28 de março. Nove candidatas participaram da eleição de ontem em Três de Maio. A candidata com maior número de votos foi ELIS ZIMMERMANN, com 609 votos. A segunda foi, IVETE CIOTTA OLIVEIRA, com 547 votos, VERA NARESSI com 522 votos ficou em terceiro lugar. A quarta vaga foi obtida pela candidata DIANA SAFT, de Progresso que obteve 469 votos. E a quinta vaga ao conselho foi garantida pela atual conselheira DILCE BAÚ, que conquistou 385 votos. A presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, diz que a eleição transcorreu dentro de uma normalidade. No ano passado cerca de duas mil e duzentas pessoas participaram da eleição. Até a manhã de hoje (10) nenhuma candidata havia apresentado denuncia de irregularidade. Cada candidato têm o prazo de até 48 horas após o término da eleição para ingressar com recurso.
Fonte: Rádio Cidade Canção FM - www.cidadecancaofm.com.br

Canto Missioneiro em Santo Ângelo


Santo Ângelo - O Festival Canto Missioneiro da Música Nativa, que marca a retomada dos eventos deste tipo na Capital das Missões será realizado nos dias 27, 28, 29 e 30 de março de 2008.

É uma promoção da Prefeitura Municipal de Santo Ângelo, através da Secretaria Municipal de Cultura, Lazer e Juventude, com apoio das entidades tradicionalistas do município de Santo Ângelo e tem como objetivos fomentar e incentivar a criatividade de compositores e intérpretes com letras e músicas ligadas à temática regionalista do Rio Grande do Sul, propiciando a revelação de novos talentos facilitando a difusão de suas realizações artísticas, criando um espaço para integração dos artistas e pessoas ligadas à cultura musical sul rio-grandense.

domingo, 9 de março de 2008

Em meio à opressão, elas fazem sua voz ser ouvida

do Observatório da Imprensa - www.observatoriodaimprensa.com.br

em 7/3/2008

A organização Repórteres Sem Fronteiras [6/3/08] pediu esta semana, em razão do Dia Internacional da Mulher (8/3), apoio a mulheres jornalistas, ativistas, blogueiras e internautas que tentam lutar por seus direitos diante da crescente repressão de governos e ameaças de grupos religiosos. A organização cita países como Irã, Afeganistão, Egito e Bangladesh para exemplificar regiões onde as mulheres sofrem com a falta de liberdade. "Casos de prisão, tortura, condenação e ameaças de morte contra elas devem ser expostos", declarou a RSF. "É inaceitável que hoje, em 2008, as pessoas ainda possam ser presas ou ameaçadas por levantar questões sobre seus direitos".
Repressão
Muitas mulheres lutam pela liberdade de expressão no Irã usando a internet para driblar a censura no país. No ano passado, o governo prendeu 40 delas, incluindo 32 jornalistas e blogueiras, por participarem de uma manifestação em Teerã e fazerem uma campanha online pelos direitos das mulheres. A revista feminista Zanan foi suspensa em janeiro deste ano acusada de "danificar a mente" de suas leitoras; mais de 30 pessoas da equipe perderam seus empregos. Parvin Ardalan, editora do sítio Wechange, que defende os direitos das mulheres no Irã, foi presa em 3/3 quando pegaria um vôo para Estocolmo para receber um prêmio de direitos humanos. Seu passaporte foi confiscado. Em 2006, ela foi presa por organizar um protesto pacífico pela abolição de leis discriminatórias às mulheres iranianas.
No Afeganistão, o estudante e jornalista
Sayed Perwiz Kambakhsh, de apenas 23 anos, foi condenado à morte por defender os direitos das mulheres. Ele foi preso em outubro, acusado de blasfêmia e de isultar o Islã. Após pressão de líderes religiosos e de autoridades locais, Kambakhsh foi condenado à morte em janeiro - em um julgamento a portas fechadas em que não teve direito a advogado. Seu crime? Distribuir um artigo que pegou da internet.
Ameaça e intimidação
A escritora e feminista
Taslima Nasreen, de Bangladesh, vive sob proteção policial na Índia, desde novembro, após receber ameaças de morte por denunciar violações dos direitos das mulheres cometidas em nome do Islã. O presidente francês, Nicolas Sarkozy, queria homenageá-la com o prêmio Simone de Beauvoir quando visitou a Índia, no início do ano, mas desistiu de fazê-lo para evitar problemas com grupos muçulmanos poderosos. A escritora egípcia Nawal Saadawi, fundadora da Associação das Mulheres Árabes pela Solidariedade, também foi ameaçada e buscou refúgio na Europa.
No ano passado, policiais passaram a checar a identidade de todas as pessoas que iam à casa da jornalista argentina
Claudia Acuña, fundadora da agência de notícias online La Vaca, depois que ela escreveu um livro sobre o envolvimento de autoridades em casos de prostituição em Buenos Aires.
Estes são apenas alguns casos, entre tantos outros, citados pela RSF para lembrar que, no Dia Internacional da Mulher, não basta haver comemorações e homenagens; é preciso que se tenha consciência do martírio por que passam milhares de mulheres nos mais diferentes países em busca de seus direitos.

sábado, 8 de março de 2008

Relação estremecida

Um casamento de muitos anos está com as relações estremecidas: PSDB e DEM querem discutir o casamento.
Depois que o PSDB carioca resolveu apoiar Gabeira (PV), o líder "demo" Rodrigo Maia saiu com essa pérola:


"A gente não sabe mais com quem está dormindo. Sabemos que o PT está do outro lado. Mas, às vezes, a gente dorme com o PSDB e acorda com o inimigo. Daqui a pouco, a gente não sabe mais quem é o verdadeiro inimigo."

Fonte: Josias de Souza

TV Cultura apresenta série internacional sobre mulheres

Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, a TV Cultura estréia neste sábado (8), às 20h30, a série inédita "Sexo Forte", que reúne minidocumentários de 41 países que contam histórias de mulheres, de seus trabalhos e de suas idéias.
Em todas as produções, são mostradas iniciativas que levem à independência feminina. Entre os países que participam do projeto, estão Brasil, Cuba, Alemanha, Espanha e Afeganistão. Cada um traz uma abordagem diferenciada para o tema.
O vídeo brasileiro foi produzido pela própria TV Cultura e mostra a educadora Dagmar Garroux, conhecida como Tia Dag. Ela preside a Casa do Zezinho, uma grande cooperativa educacional que atende crianças e adolescentes em São Paulo. O vídeo narra ainda a história de Maria, moradora da Casa do Zezinho. Ela migrou do Ceará aos 11 anos e aprendeu uma profissão na instituição. Ela hoje é operadora de áudio, uma profissão majoritariamente masculina.
Os documentários de todos os países foram organizados pela emissora inglesa TVE (Television Trust for the Environment), no ano passado. A série, composta por dez programas de 30 minutos, trará quatro minidocumentários em cada episódio e será exibida pela TV Cultura até 10 de maio.
Fonte: Folha Online

O feminismo foi derrotado

Tal constatação, feita em pleno ano em que se completam quatro décadas da emblemática queima sutiãs pelas feministas em maio de 68, é da professora Maria Elisa Cevasco, de 56 anos. Doutora em Letras e professora de Estudos Culturais da Universidade de São Paulo, ela viveu a efervescência do movimento feminista e é com decepção que chega a essa conclusão. “O feminismo só seria possível em uma outra sociedade, regida por valores humanos e não mercadológicos”, opina Maria Elisa, autora do livro “Dez lições sobre estudos culturais” e que atualmente edita o romance com toques feministas “Cartas a Legba”, de Susan Willis.
Para a professora, as mulheres do movimento sem-terra são muito mais símbolos do feminismo do que a cantora Madonna. “As celebridades têm aqueles rostos cheios de botox. É uma mesmice que se apresentam como novidade”.

Santa Maria sedia o Fórum Mundial de Educação

O Fórum Mundial de Educação (FME) teve lançamento em Santa Maria, na última 4ª feira (05).

A solenidade ocorreu no Clube Dores, e contou com a presença do professor Moacir Gadotti, integrante do Instituto Paulo Freire e do Comitê Internacional do Fórum Mundial da Educação.

A temática principal do FME, que será realizado de 28 e 31 maio, será “Educação: Economia Solidária e Ética Planetária”.

O Fórum é considerado o maior evento mundial na área de educação e concentrará pesquisadores e estudiosos de diversos países.


Professor (a): agende!

Seis vira doze acaba - show

Não esqueça!
HOJE TEM CLÁUDIO JONER E OS INACABÁVEIS NO SESC SANTA ROSA
21 HORAS
IMPERDÍVEL!

A Turma do Dionísio retorna da Itália

No último mês de fevereiro, o grupo teatral santo-angelense A Turma do Dionísio esteve na Itália participando do evento artístico-cultural denominado “Uma Ponte sobre o Oceano 2008 – Intercâmbio Cultural Itália-Brasil”.

O Grupo realizou 15 apresentações da peça Quem Faz Gemer a Terra em diversas cidades da região norte e central da Itália, atingindo 1.170 espectadores.

O espetáculo foi apresentado nas cidades de Fregona, Cesio Maggiore, Folina, Givera del Montello, Arsie, Pieve di Soligo, Vittorio Vêneto, Caneva, Salzano, Pedavena, Parma, Faenza e Villa Sant’Angelo. A peça, adaptação do romance do escritor gaúcho Charles Kiefer, foi traduzida pelo diretor de teatro Carlo De Poi, do Grupo de Teatro “Colletivo di Ricerca Teatrale”, da cidade de Vittorio Vêneto.

As apresentações, realizadas em italiano, foram muito bem recebidas pelo público italiano. A história de um pequeno agricultor descendente de imigrantes emocionou e provocou o interesse dos italianos sobre aspectos sociais e culturais do Brasil. O espetáculo também recebeu elogios da crítica. O Jornal Corriere delle Alpi, em matéria intitulada “A Imigração na América do Sul em um Espetáculo Intenso”, destaca: “Aquilo que impressiona na peça... é o estilo recitativo, extremamente ‘moderno’... Jerson Fontana, um ator de fato, consegue evitar os riscos do teatro político, a retórica dos espestáculos de tese, graças à sua sensibilidade humana, à flexibilidade dos tons emotivos, à capacidade de interpretar com ‘autencidade’ momentos trágicos e comoventes, como no caso de Mateus, atribuindo-lhe uma verdade universal.”


Fonte: A Tribuna - Santo Ângelo

sexta-feira, 7 de março de 2008

Impeachment nela!


Repercutiu a declaração da governadora Yeda Crusius, a qual refere-se que a CPI do Detran quer chegar ao gabinete dela. Só os ingênuos não viram isso!


Yeda na verdade quer se antecipar ao jogo porque sabe que as investigações fatalmente chegarão a ela.


O impeachment da governadora poderá se tornar realidade se o seu coordenador de campanha Lair Ferst (guarde este nome) não explicar tim-tim por tim-tim como foi que cerca de R$ 40 milhões desapareceram do caixa do Detran.


É o novo jeito de governar!

quinta-feira, 6 de março de 2008

Falou...

5/3/2008 09:38


BOM DIA GERSON


NÃO FUI......NÃO SOU.....E NÃO SEREI CANDIDATO A NADA NAS PROXIMAS ELEIÇÕES........

UM ABRAÇO, DO AMIGO NEGO MEIA....

[algum dúvida ainda?]

Pra quem não sabe: 'Nego Meia' é o apelido do empresário Luiz Augusto Manjabosco.

Por que a Globo só ouve a Colômbia?

Atualizado em 06 de março de 2008 às 19:55 Publicado em 06 de março de 2008 às 19:53
Por Urariano Mota, no Direto da Redação -
www.viomundo.com.br


Há um fato que julgamos ser indiscutível até aqui: tropas colombianas mataram Raúl Reyes. Desse fato adiante, se o morto era comandante, terrorista, ou guerrilheiro; se 15, 16, 17 ou 18 foi o número de seus companheiros mortos; se em ação, se em fuga, se em um ataque, encontro ou recontro; se o que restou do que lhes pertencera foram roupas, bombas sujas, dinheiro ou computador... tudo é nebuloso e confuso, à procura de uma resposta.

Dizemos que tudo é nebuloso, mas devemos corrigir. A julgar pelo que ouvimos, vemos e lemos em nossa grande mídia, tudo está resolvido, claro e insofismável. A começar pela qualificação, ou desqualificação, dos mortos. Substantivos e nomes não são bem um problema para os comentaristas e apresentadores da Rede Globo. William Bonner nos afirma, com aquele ar de bom moço à procura de um papel em um faroeste dos trópicos: "A crise na região foi provocada há três dias por um ataque de militares colombianos a terroristas das Farc que se encontravam no território do Equador". E mais, para que não restem dúvidas sobre o papel civilizador do presidente Bush: "O governo americano manifestou apoio à ação do Exército colombiano contra o terrorismo". O bom, a talvez única compensação de haver ultrapassado os 55 anos, é ver como velhos papéis voltam a personagens que pensávamos estar falecidos. Terrorismo, terroristas, terror, essas palavras desde a ditadura Médici não ouvíamos com tanta freqüência como nestes dias. Temos o tempo todo de nos voltar para o que os apresentadores de tevê apontam, porque dizem terrorista e a imagem na tela não é a do presidente Bush. Miriam Leitão, no Bom Dia, Brasil, comenta, e não vem ao caso observar o imenso ridículo dessa economista no papel de cientista política: "As cartas que estão sendo divulgadas pelo governo da Colômbia são claríssimas: mostram uma enorme intimidade entre o presidente Hugo Chávez e os terroristas. E mostram as negociações e os contatos entre os terroristas e o governo do Equador". Note-se que ela não entra no mérito da credibilidade da fonte. Parece até que não houve sucessivas versões do governo colombiano, que mudaram conforme os novos fatos: primeiro teria reagido a um ataque dos "terroristas", depois teria entrado em combate, até o momento em que o governo equatoriano mostrou corpos das vítimas em trajes íntimos, e com tiros nas costas. Essas bobagens não vêm ao caso, porque o vice-presidente da Colômbia Santos Calderón anunciou que: em dois computadores que pertenciam a Raúl Reyes, foi encontrada informação sobre a possível "negociação de material radioativo, base primária para gerar armas sujas de destruição e terrorismo"; os acordos entre Caracas e Quito com as Farc são evidenciados em documentos e fotografias encontrados em três computadores apreendidos no acampamento onde morreu Reyes; que em um dos arquivos encontrados demonstra-se que o presidente Hugo Chávez entregou US$ 300 milhões às Farc., etc. etc. Quem já passou pelo mau e péssimo teatro da ditadura brasileira conhece o enredo, os atos, a forma e os personagens. Na verdade, aquele hard da máquina dos guerrilheiros é uma folha em branco, a ser preenchida conforme a conveniência de Uribe e do governo Bush. Enquanto escrevo, a Folha de S.Paulo informa: "uma ligação telefônica que o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, teria feito ao porta-voz das Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia), Raúl Reyes, foi o que permitiu a localização do rebelde, segundo relatórios de inteligência colombiana, divulgados pela rádio Cadena Nacional RCN. Chávez, emocionado pela libertação dos seqüestrados, ligou para Reyes (para informar que tudo tinha ocorrido bem), segundo 'altas fontes militares' colombianas". Isso quer dizer, e querem nos fazer crer, enfim, que nessa guerra não há espiões infiltrados nem delação. Nem, mais importante, que há um enredo prévio para os governos sul-americanos. O princípio dramático, já sabemos, obedece ao Norte e a este norte: as mentiras não devem parar. Mata-se o ladrão. Depois se procuram as provas de que o homem é ladrão.

Vai ou não vai?

Façam as suas apostas: Olívio Casali será ou não candidato?

Escreva para o blog e faça o seu comentário.

Até sexta-feira(01) o "NÃO" estava na frente com folga.

Mas nesta semana o "SIM" avançou consideravelmente.

Vamos lá! Participe da enquete interativa!

Mau caráter solto

Enquanto isso aqui na terrinha as notícias correm soltas. Verdade seja dita, umas boas e outras horríveis!
A boa é que finalmente a Caixa vai liberar os recursos do FGTS, até R$ 2.600,00, para todos os trabalhadores que tenham saldo. Tudo isto em função do vendaval ocorrido em novembro do ano passado.
A má notícia é que por ser ano eleitoral, o mau-caratismo aflora naquelas pessoinhas conhecidas da city. Você consegue imaginar um 'companheiro' de partido desqualificar o candidato do próprio partido só pra tirar proveito próprio? Pois é... a notícia correu as rodas de conversas depois que o 'boca-aberta' tentou arregimentar apoio para o seu candidato.
E olha que a campanha nem começou ainda!
Depois de mais essa não se elege nem síndico de prédio.

O crucifixo do STF

Por Alberto Dines em 6/3/2008 no Observatório da Imprensa - http://www.observatoriodaimprensa.com.br/artigos.asp?cod=475JDB007

No último fim de semana os jornalões mostraram fotos do recinto onde se reúne o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF). Preparavam o ambiente para o julgamento de quarta-feira (6/3) sobre pesquisas com células-tronco embrionárias, afinal adiado.
Naquelas fotos, podia-se perceber muito claramente na parede principal o enorme brasão dourado da República. Não muito longe, menor, porém nitidamente acima dele, um crucifixo, símbolo da religião católica.
Sem qualquer comentário nas legendas ou no texto, ficou visível uma dominação da religião sobre o Estado – pelo menos naquela parede. Na quarta-feira, antes do adiamento da sessão, as câmeras de TV fixaram o detalhe com alguma insistência.
Na realidade não se trata de um detalhe: num Estado efetivamente leigo ou laico, o símbolo religioso sequer poderia ser exibido no recinto da mais alta corte, teoricamente cega, comprometida apenas com o dever de ser justa.
A mídia está procurando refrear sua franca adesão à tese de que as pesquisas biogenéticas devem prosseguir sem embaraços, mas a exibição daquela parede do STF com um símbolo impondo-se ao outro funcionou como um silencioso e eloqüente editorial a favor do Estado secular e democrático.

terça-feira, 4 de março de 2008

Show "Seis vira doze acaba"


Título: Show Seis Vira Doze Acaba


Quando: 8 de Março de 2008


Horário: 21 horas


Onde: Teatro do SESC Santa Rosa


Informações adicionais:


Seis vira. Doze acaba. Quando piá, essa era a senha para Cláudio "Coelho" Joner correr para uma pelada. Alguns gols e muitos sons depois, a sentença virou senha de boa música. Antenado que é, Coelho compôs seis canções, virou-as do avesso, deixou-as no varal ao sereno e ao sol, acabou recolhendo 12. Daí surgiu "Seis vira. Doze acaba", o primeiro álbum solo do músico. Se o título remete aos campinhos da infância, aos saudosos LPs – quando era preciso levantar a agulha para ouvir a segunda metade de um disco – o som lembra um pouco um passado não muito distante, lembra que por aqui faz frio, lembra da capacidade de Coelho de criar pequenas gemas. E revela que é possível, sim, estar com Santa Rosa embaixo dos pés, mas com a mente na imensidão.

Ou

Seis Vira. Doze Acaba! De Cláudio Joner e os Inacabáveis se situa no fim de alguma coisa, das contas, da lida nas margens do Uruguai – rio que tem Brasil e Argentina molhando o noroeste gaúcho, na volta de uma espécie de fim de mundo desperdiçado - despedaço e desespero, despreparo e desapego, pequeno e acolhedor... Pedra, carícia, dor, sem arreglos, com relógios, pentelhos e camelôs, gente de toda sorte, de toda parte, pouca visibilidade, muita previsibilidade e sonhos sobremaneira, mas a terra toda vermelha ajuda a surpreender. Amigos, regalos e varandas, grandes e pequenos espaços, velhos e bons tragos, tudo um tanto familiar. Um santo em cada esquina da alma, a calma como solução, chá com bolacha Maria e a mais fina filosofia possível de pára-choque de caminhão. Campinhos de futebol da infância abrindo cancha em fendas sinápticas, suor e endorfina, calor e adrenalina, meninos e meninas - adultos perversos, gênios a descoberto, bocabertas de plantão, sentidos bem aguçados, açudes de pesque e pague e um tempo bastante inquieto que mais parece um padre fugindo da oração.

Por que Uribe mandou matar Raúl Reyes?

Atualizado e Publicado em 04 de março de 2008 às 12:55 (no blog www.viomundo.com.br do jornalista Luiz Carlos Azenha).


por Laerte Braga, da Carta Maior

Raúl Reyes era o principal negociador das FARCs com os governos da Venezuela e da França para a libertação de prisioneiros de guerra e a busca de um espaço para negociações de paz mais amplas na Colômbia. Por duas vezes a ex-senadora Ingrid Betancourt esteve para ser libertada.Na primeira delas o governo Álvaro Uribe armou emboscada para os guerrilheiros que, em missão de paz e acertada com o governo da Colômbia, estavam levando provas de que a ex-senadora estava viva.Os documentos, inclusive as cartas pessoais de Ingrid a sua família foram divulgadas por Uribe o que gerou protestos da mãe de Ingrid, de sua irmã e dos seus filhos.No momento que foi assassinado, Reyes estava em território do Equador e negociava com o governo francês através do presidente Chávez e do presidente Corrêa a libertação de Betancourt. Uribe sabia, Uribe havia concordado como da vez anterior, Uribe traiu.Pela segunda vez Uribe frustrou qualquer perspectiva nesse sentido pela simples razão que não lhe interessa a libertação de Ingrid Betancourt, sua adversária política. O ataque terrorista colombiano foi feito oito quilômetros dentro do território equatoriano e o presidente Corrêa já protestou e chamou seu embaixador em Bogotá, afirmando inclusive que o telefonema de Uribe informando sobre ações militares na fronteira dos dois países foi “mentiroso e audacioso”. Uribe não falou que a força aérea da Colômbia estava atacando em território do Equador.O presidente da Venezuela Hugo Chávez já advertiu o líder colombiano que caso operações semelhantes venham a ser feitas no território da Venezuela haverá guerra. Chávez é o principal negociador para a libertação de Betancourt, conta com apoio do governo francês e de vários outros países interessados em encontrar uma solução de paz para a guerra civil na Colômbia.Daniel Ortega, presidente da Nicarágua, deu entrevistas em Manágua e condenou a ação terrorista do governo de Uribe, afirmando, entre outras coisas, que “Reyes era um negociador e estava negociando a paz”.Ingrid Betancourt é apenas um peão nesse jogo todo e não interessa a Uribe (que quer mudar a constituição para ter mais um mandato, o terceiro) que a ex-senadora seja solta. Vai complicar o processo político na Colômbia e forçá-lo a aceitar negociações com as FARCs.Governos europeus não alinhados com a política terrorista de Washington - Bush é o verdadeiro governante da Colômbia - mostram-se indignados com a ação terrorista da organização de Uribe. O presidente da França, que é aliado dos Estados Unidos, lamentou que as perspectivas de paz tenham sido interrompidas por essa ação insana e que violou o direito internacional (Uribe operou em território do Equador), eliminando perspectivas imediatas e concretas de paz.O acampamento das FARCs no Equador tinha o objetivo de ampliar as negociações para a libertação de Ingrid Betancourt e outros prisioneiros de guerra, depois de várias manifestações das FARCs nessa direção, inclusive a libertação de vários presos de guerra nas últimas semanas, exemplo que vem sendo seguido pela outra força insurgente, o Exército de Libertação Nacional (ELN).A hipótese de uma ação terrorista colombiana na Venezuela não está descartada e pode ser parte do golpe em constante articulação contra o governo do presidente Chávez.É só lembrar que os Estados Unidos armaram, com armas químicas e biológicas, inclusive, o governo de Saddam Hussein para uma guerra contra o Irã e o chefe da Al Quaeda, Osama bin Laden, para enfrentar as tropas da extinta União Soviética no Afeganistão.Faz parte do conjunto de ações terroristas da Casa Branca esse tipo de prática. O discurso de democracia, direitos humanos, liberdade, etc, se esvai nos campos de concentração de Guantánamo, no Afeganistão (800 prisioneiros sem culpa formada), nos seqüestros praticados contra cidadãos árabes em países europeus (a CIA responde a processos na Itália e na Alemanha por ações dessa natureza) e na autorização expressa de George Bush para a prática de tortura contra presos que “ameacem os interesses dos Estados Unidos”.A simples possibilidade de libertação de Ingrid Betancourt, pelo que passou a significar e a perspectiva de negociações de paz na Colômbia frustra o narcotráfico, no poder desde que Uribe foi eleito a primeira vez, contraria interesses norte-americanos, o maior deles derrubar Chávez e apropriar-se do petróleo da Venezuela e dispor de bases efetivas na Região Amazônica, outro grande objetivo da Casa Branca e dos grupos que representa.Uribe é um preposto dos EUA, acusado de ligações com o narcotráfico, um homem sem entranhas e respeito pelo que quer que seja e assim como o governo de Israel, não quer a paz, não lhe interessa a paz, não pretende a paz. Em torno de todo esse discurso o que existe são “negócios”, apenas “negócios”.As principais redes de televisão controladas pelos governos norte-americano e colombiano já receberam instruções para dar destaque à morte de Reyes como sendo um golpe no “terrorismo das FARCs” e assim, jornais e revistas, a imensa e esmagadora maioria dos veículos de comunicação na América Latina, Ásia e África e boa parte da Europa e assim, ocultar a verdade dos fatos.No caso específico do Brasil, a Rede Globo, no afã de endossar os informes recebidos dessas organizações (Casa Branca, Bogotá, etc) montou informes especiais para mentir e vender a idéia de democracia aos telespectadores que considera idiotas padrão Homer Simpson.É a grande pasta do terrorismo mundial, a norte-americana. Bush não integra nenhum “corpo atuante” de uma arapuca, mas gosta de profissionais decorando com luzes natalinas e cristãs a Casa Branca.Uribe assassinou Reyes para dificultar as negociações de paz e a libertação de Ingrid Betancourt, neste momento, símbolo do que pode vir a ser o futuro da Colômbia. Não é o que ele Uribe quer, nem Washington.Mesmo caso do governo de Israel que pratica terrorismo de Estado contra os palestinos. Casas de palestinos destruídas pelo governo israelense no ataque à Faixa de Gaza, no justo momento que o Hammas propõe a paz e 64% da população de Israel diz que aceita. Ao terrorismo de Estado israelense não interessa a paz, nem a Uribe. “São negócios” e são “parceiros” na barbárie.

Laerte Braga é jornalista e analista político.