segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

CPERS fará plenária nesta sexta


O 35º Núcleo do CPERS/Sindicato convida professores, funcionários de escola e aposentados para a plenária, que será realizada na próxima sexta-feira, dia 04 de março, às 14 horas, na Câmara Municipal de Vereadores de Três de Maio, com a presença da Presidente Estadual do CPERS/Sindicato, profª Rejane Silva de Oliveira.

Em pauta estará a discussão sobre a campanha salarial 2011 e audiência com o governador ocorrida dia 28 de fevereiro.

Google apaga 150 mil contas do Gmail

São Paulo — Uma falha no Gmail, o serviço de e-mail do Google, fez com que cerca de 150 mil contas amanhecessem desativadas na manhã de segunda-feira, dia 28. De acordo com o Google, menos de 0,08% dos usuários foram atingidos pela pane. Com isso, eles tiveram suas mensagens, anexos e outros dados indisponíveis. Ao tentar acessar suas mensagens, os usuários depararam com uma conta nova. No lugar correspondência que estava armazenada no sistema, aparecia apenas uma mensagem de boas vindas.

Em comunicado publicado em seu App Status Dashboard, o Google informou que já restaurou parte das contas, e que espera resolver todo o problema em breve. Ainda de acordo com a nota, o restante dos usuários afetados pelo problema não conseguirão acessar as suas contas durante a manutenção.

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Arte e Cultura na Fundação Iberê Camargo

Com o início do ano letivo, o Programa Educativo da Fundação Iberê Camargo informa que o agendamento de visitas de escolas à Fundação Iberê Camargo já pode ser feito pelo telefone (51) 3247.8001, das 10h às 17h.

Além da mostra Iberê Camargo – Os Meandros da memória, a partir do dia 16 de março estará aberta a exposição Regina Silveira – Mil e um dias e outros enigmas, com curadoria de José Roca. Mais informações, como o início das inscrições, serão divulgadas em breve.

O Programa Educativo oferece seis opções diárias de visitas mediadas, algumas delas com oficinas: 13h/ 14h/ 14h30min/ 15h30min/ 16h30min/ 17h e 19h/ 19h30min às quintas-feiras.

Para instituições públicas de ensino, é disponibilizado um ônibus que faz, gratuitamente, o transporte dos alunos à Fundação Iberê Camargo. Vale lembrar que, devido ao fluxo intenso na BR-116, o ônibus do Programa Educativo atende escolas da região metropolitana (Canoas, Esteio, Sapucaia do Sul, São Leopoldo, Cachoeirinha, Gravataí, Alvorada, Viamão, Guaíba e Eldorado do Sul) apenas no horário das 14h.

Contato: pelo telefone (51) 3247.8001 ou pelo emailagendamento@iberecamargo.org.br.

 Para mais informações, acesse
www.iberecamargo.org.br

Aumenta número de homicídios entre jovens no Brasil

O estudo “Mapa da Violência 2011” mostrou que o número de homicídios entre jovens de 15 a 24 aumentou significativamente no Brasil. Em 1998, homicídios entre pessoas nesta faixa de idade era de 30 mortes por 100 mil. Já em 2008, o número pulou para  quase 60. O Brasil é o 6º país do mundo onde mais se registra homicídios entre jovens. Na frente do país está El Salvador, Ilhas Virgens, Venezuela, Colômbia e Guatemala.  As informações foram divulgadas nesta quinta-feira (24) pelo Ministério da Justiça.
Esse tipo de tragédia é responsável por quase 40% das mortes de adolescentes no país. As situações mais preocupantes no Brasil estão em Alagoas, onde se registra mais de 60 mortes por 100 mil; Pernambuco, com mais de 50; e Espírito Santo, com pouco mais de 56.
Ainda que os índices estejam aumentando no país, capitais e regiões metropolitanas tiveram uma queda de pouco mais de  3 % no mesmo período. Mesmo assim, houve um crescimento das taxas nas cidades do interior dos estados.
Em julho de 2009, a Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República, a UNICEF e o Observatório de Favelas anunciaram que, se mantidas as estatísticas, 33,5 mil jovens serão executados no Brasil entre 2006 a 2012.  Recentemente, a OMS (Organização Mundial de Saúde) anunciou que todos os anos mais de 2 milhões de jovens morrem por causas que poderiam ser evitadas.
De São Paulo, da Radioagência NP, Danilo Augusto. http://www.radioagencianp.com.br

Fumei, mas não traguei!

A presença de Dilma na festa (?!) da “Folha” foi o aspecto mais comentado pelos internautas nas observações sobre o aniversário de 90 anos do jornal. Eu estava em Buenos Aires, e lá a notícia foi outra. Numa nota de pé de página, o jornal “La Nacion” trouxe, na terça-feira, informação de que desconfiei a princípio:“Folha” admite que apoiou a ditadura.

Achei que os argentinos não tinham entendido direito o assunto, até porque a nota fazia referência também ao fato de a Folha” chamar a ditadura de “ditabranda”…

Mas leio no blog do Eduardo Guimarães que a “Folha” admitiu mesmo o apoio à ditadura.

Admitiu daquele jeito dela. Disse que apoiou o golpe (mas, veja bem, quase toda grande imprensa apoiou)… Disse que carros do jornal “teriam” sido usados por agentes da repressão (mas, veja bem, “a direção da Folha sempre negou ter conhecimento do uso de seus carros para tais fins”).

A “Folha” lembrou-me um pouco o Bill Clinton, ao ser perguntado se tinha experimentado maconha na juventude: “sim, fumei, mas não traguei”. Ou, pra ser mais escrachado, a “Folha” lembrou-me da frase do roqueiro Lobão, que meus filhos adolescentes adoram citar: “peidei, mas não fui eu”.

Melhor não dizer mais nada. Fiquem com a narrativa “oficial” publicada pelo jornal.

A Folha apoiou o golpe militar de 1964, como praticamente toda a grande imprensa brasileira. Não participou da conspiração contra o presidente João Goulart, como fez o “Estado”, mas apoiou editorialmente a ditadura, limitando-se a veicular críticas raras e pontuais.

Confrontado por manifestações de rua e pela deflagração de guerrilhas urbanas, o regime endureceu ainda mais em dezembro de 1968, com a decretação do AI-5. O jornal submeteu-se à censura, acatando as proibições, ao contrário do que fizeram o “Estado”, a revista “Veja” e o carioca “Jornal do Brasil”, que não aceitaram a imposição e enfrentaram a censura prévia, denunciando com artifícios editoriais a ação dos censores.

As tensões características dos chamados “anos de chumbo” marcaram esta fase do Grupo Folha. A partir de 1969, a “Folha da Tarde” alinhou-se ao esquema de repressão à luta armada, publicando manchetes que exaltavam as operações militares.

A entrega da Redação da “Folha da Tarde” a jornalistas entusiasmados com a linha dura militar (vários deles eram policiais) foi uma reação da empresa à atuação clandestina, na Redação, de militantes da ALN (Ação Libertadora Nacional), de Carlos Marighella, um dos ‘terroristas’ mais procurados do país, morto em São Paulo no final de 1969.

Em 1971, a ALN incendiou três veículos do jornal e ameaçou assassinar seus proprietários. Os atentados seriam uma reação ao apoio da “Folha da Tarde” à repressão contra a luta armada.

Segundo relato depois divulgado por militantes presos na época, caminhonetes de entrega do jornal teriam sido usados por agentes da repressão, para acompanhar sob disfarce a movimentação de guerrilheiros. A direção da Folha sempre negou ter conhecimento do uso de seus carros para tais fins.

fonte: Escrevinhador = http://www.rodrigovianna.com.br

Aplauso atinge 110ª edição e analisa o rock’n’roll gaúcho

A 110ª edição da revista Aplauso apresenta uma análise mercadológica sobre a situação do rock´n´roll no Rio Grande do Sul. Segundo o repórter Cristiano Bastos, que assina a matéria, muitas bandas gaúchas buscam em São Paulo a fama e as vendas que desejam. Para ilustrar, o jornalista conta histórias de quem recém chegou à capital paulista e de quem foi e voltou – como a Bidê ou Balde, capa da publicação.

A reportagem principal também apresenta uma entrevista com Fernando Rosa, editor do site Senhor Fe produtor do festival El Mapa de Todos, que acontece entre 12 e 14 de abril, em Porto Alegre. A edição ainda traz um bate-papo com o produtor paulista Leonardo Dias Pereira, que organiza o ‘Urbanaque Apresenta’, série de encontros roqueiros. Cristiano Bastos também produz um álbum para os leitores, ‘Gauleses Irredutíveis Merecem Aplauso’, em que reúne em dois volumes (e um terceiro de extras) arquivos históricos do rock rio-grandense. O conteúdo pode ser baixado nosite da revista, onde é possível imprimir capa, contracapa e encarte, que contém informações de 70 músicas.

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Vereador terá que dar nomes aos suspeitos

Santa Rosa - O vereador Cláudio Schmidt (PMDB) terá que citar o nome ou os nomes das pessoas que, segundo ele, teriam sido responsáveis em plantar dentro de seu gabinete uma trouxinha de maconha.

A Mesa Diretora da Câmara decidiu, durante reunião realizada na manhã desta segunda-feira (21), que irá notificar formalmente Schmidt exigindo esclarecimentos.

Cláudio Schmidt denunciou à imprensa que gente de dentro da Câmara teria ‘plantado’ a droga, o que revoltou os servidores da Casa.

Os servidores exigiram uma posição da Mesa, através de um abaixo-assinado, alegando que da forma como foi colocada na imprensa, todos eram passíveis de desconfiança.

1 branco é morto no País para cada 2 negros

Lisandra Paraguassu - O Estado de S.Paulo
No Brasil, em cada três assassinatos, dois são de negros. Em 2008, morreram 103% mais negros que brancos. Dez anos antes, essa diferença já existia, mas era de 20%. Esses números estão no Mapa da Violência 2011, um estudo nacional que será apresentado hoje pelo pesquisador Julio Jacobo Waiselfisz.

Os números mostram que, enquanto os assassinatos de brancos vêm caindo, os de negros continuam a subir. De 2005 para 2008, houve uma queda de 22,7% nos homicídios de pessoas brancas; entre os negros, as taxas subiram 12,1%.

O cenário é ainda pior entre os jovens (15 a 24 anos). Entre os brancos, o número de homicídios caiu de 6.592 para 4.582 entre 2002 e 2008, uma diferença de 30%. Enquanto isso, os assassinatos entre os jovens negros passaram de 11.308 para 12.749 - aumento de 13%. Em 2008, morriam proporcionalmente mais 127,6% jovens negros que brancos. Dez anos antes, essa diferença era de 39%.

Paraíba. Os dados são mais impressionantes quando se analisam números de alguns Estados. Na Paraíba, em 2008, morreram 1.083% mais negros do que brancos. Em Alagoas, no mesmo ano, foram 974,8% mais mortes de negros. Em 11 Estados, esse índice ultrapassa 200%. As diferenças são pequenas apenas nos Estados onde a população negra também é menor, como no Rio Grande do Sul, onde a diferença é de 12,5%; Santa Catarina, com 14,7%; e Acre, com 4%.

O Mapa da Violência 2011 mostra que apenas no Paraná morrem mais brancos do que negros, com uma diferença de 34,7%. Na população jovem, o campeão é Alagoas. Em 2008, morreram 1.304 % mais negros que brancos. Na Bahia, onde se concentra a maior população preta e parda do País, a diferença foi de 798,5%.

Pobres. "Alguns Estados têm taxas insuportáveis. Não é uma situação premeditada, mas tem as características de um extermínio", disse Waiselfisz, em entrevista ontem ao Estado. "A distância entre brancos e negros cresce muito rápido", ressalta.

O pesquisador credita essa diferença à falta de segurança que envolve a população mais pobre, em que os negros são maioria. "O que acontece com a segurança pública é o que já aconteceu com outros setores, como educação, saúde, previdência social: a privatização. Quem pode paga a segurança privada. Os negros estão entre os mais pobres, moram em zonas de risco e não podem pagar."

PARA ENTENDER

O Mapa da Violência utiliza o sistema de classificação de cor adotado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Para simplificação, negro passou a ser adotado tanto para os que se declaram pretos quanto para os pardos. O sistema só incluiu a informação em 2002, quando 92% dos óbitos já relacionavam a cor da vítima.


fonte: http://www.estadao.com.br

Justiça britânica aprova extradição de Julian Assange


A Justiça britânica aprovou nesta quinta-feira, 24, a extradição do fundador do WikiLeaks, Julian Assange, para a Suécia, onde ele deverá responder às acusações de crimes sexuais. Assange tem sete dias para recorrer da decisão.

A Suécia quer interrogar o australiano, de 39 anos, no âmbito de acusações de que ele teria agredido sexualmente duas suecas em agosto do ano passado. Assange foi detido em dezembro no Reino Unido no cumprimento de um mandado de captura internacional emitido a pedido de uma procuradora sueca.

Assange nega as acusações de agressão sexual, embora admita ter mantido relações consensuais com as duas mulheres. Segundo ele, as acusações têm motivações políticas e seriam uma forma de puni-lo pelo vazamento de milhares de documentos confidenciais da diplomacia norte-americana. Os advogados do australiano argumentam que Assange não obterá um julgamento justo na Suécia. A teoria defendida pela defesa de Assange é que a extradição para a Suécia pode ser um passo para uma segunda extradição para os Estados Unidos, onde ele seria julgado pelo vazamento de documentos diplomáticos e preso em condições “como as de Guantánamo”.

Veja o texto na íntegra: http://opiniaoenoticia.com.br

“O silêncio é ouro e a palavra é prata”

Vivemos em um mundo ruidoso. De muitas palavras. De muito diz que diz. Somos internautas, twiteiros. Temos celulares sempre à mão e em qualquer lugar e hora. Queremos que nos leiam, nos ouçam. Porém, temos dificuldades de parar para ouvir. Quantas vezes impedimos o diálogo: na ânsia de falar não escutamos. Temos muitas desculpas para não ouvir o outro e temos muita vontade de falar. Queremos ser ouvidos, mas não queremos ouvir. Escutar, ouvir é mais difícil. Para ouvir, temos que ficar em silêncio, temos que prestar atenção, temos que esquecer de nossos pensamentos e deixar que a ideia e a voz do outro, que nos fala, entre em nós. Temos que reconhecer que o outro existe e que tem algo de novo para nos dizer. E, ouvindo de verdade o outro, podemos pensar, trocar ideias e aprender e criar novas realidades, juntos.

O juiz, ao julgar um processo, precisa ouvir as duas partes que estão a discutir e, depois de ouvir, deve decidir quem tem mais razão, quem está mais perto do que se quer por justiça. Mas, a justiça no Brasil anda muito devagar e, com o peso de seus entraves burocráticos (falta juiz, falta funcionário, falta material, falta prestigiar o poder judiciário com um dos poderes da democracia) acaba, às vezes, ouvindo mal, falando tarde, ou falando uma língua que nem todos entendem.

Assim é que temos hoje, no cenário brasileiro e mundial a busca por novos meios de se fazer justiça. Justiça Restaurativa e Mediação, por exemplo, são jeitos de fazer justiça na base da conversa, da escuta do outro, do silêncio para ouvir a razões de cada um, e as histórias que cada um tem para contar. Na mediação uma terceira pessoa, imparcial e tecnicamente preparada, auxilia as partes que estão em conflito, possibilitando que elas aumentem a possibilidade de comunicação entre si e cheguem, elas mesmas, à melhor solução de seu problema. De conversa em conversa, ouvindo as razões e motivos do outro, cada um assume a responsabilidade de sua história, de sua conduta e de sua vida.

A Justiça Restaurativa é outra forma de busca para a solução de conflitos que vai além da mediação. Com ela busca-se mudar a perspectiva para a solução do conflito – em vez de punição, diálogo. Através dela alguém que praticou um ato de violência, por exemplo, será levado a refletir sobre isso, a reconhecer seu comportamento inadequado ou mesmo errado, a ter contato com a vítima, com as demais pessoas do grupo e com as consequências que seu ato provocou.

O processo desencadeado pela justiça restaurativa vai além da mediação porque envolve não apenas as duas partes do conflito, mas também a sociedade e até o Estado. Se olharmos para nossa pluralidade, veremos que muitos grupos sociais, aos quais, por equívoco, chamamos de primitivos, praticavam e praticam essa forma de composição de conflitos. A conversa, a escuta, o diálogo, como forma de chegar à pacificação das demandas. A modernidade, portanto, que tanto exaltamos, exige, mais que nunca, o silêncio da escuta e o desejo sincero de ouvir o outro. Então, é sabedoria antiga a ser sempre lembrada – “o silêncio é ouro, a palavra é prata!”

Dora Martins é Integrante da Associação Juízes para a Democracia.

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Escolas de samba desfilam neste sábado

O tradicional Desfile das Escolas de Samba de Santo Ângelo ocorrerá neste sábado, 26, a partir das 20h e 30min.

Percorrerão a Rua Marechal Floriano,  7 escolas, duas como convidadas e 5 concorrentes. Também participarão do desfile, a Rainha do Carnaval Alessandra Dornelles Ferreira, com as princesas Ana Paula Rangel e Danielli Amarante. Igualmente presentes, o Rei Momo Paulo Lima e a Rainha Gay Eduarda Venturini.

O evento é promovido pela Prefeitura de Santo Ângelo, através da Secretaria de Turismo e Esportes.


Conferência Estadual de Cultura em Santo Ângelo


Santo Ângelo promove encontro preparatório para Conferência de Cultura


A Secretaria do Estado da Cultura e a prefeitura de Santo Ângelo promovem o encontro preparatório da Conferência Estadual Cultura Para o Rio Grande Crescer. O evento é destinado aos delegados da II Conferência Estadual de Cultura, Secretarias e Diretorias da Cultura, artistas e agentes culturais e será realizado no dia 01 de março de 2011, terça-feira, às 15h, no Centro Municipal de Cultura de Santo Ângelo, rua 3 de outubro nº 800, centro de Santo Ângelo.

O encontro terá como objetivo mapear o potencial das regiões para a realização dos “Diálogos Culturais” (encontros que antecederão a Conferência “Cultura Para o Rio Grande Crescer). Para participar não é necessária inscrição prévia.

fonte: Clic RBS Santo Ângelo

Dinheiro falso na região

Foto: Divulgação PF
No final da tarde desta terça, 22, por volta das 17 horas, a Brigada Militar prendeu um homem que tentava fazer pagamentos no comércio com dinheiro falso. Ele foi preso em flagrante.

Ele teria estado em dois estabelecimentos tentando comprar objetos de pequeno valor, fazendo o pagamento com cédulas falsas de cinquenta reais. O objetivo era obter troco em dinheiro verdadeiro. No primeiro estabelecimento o negócio não se concretizou, porque o atendente, que já tinha recebido uma cédula falsa desse mesmo indivíduo na semana passada, percebeu o golpe e suspendeu a venda dizendo que não tinha troco. Saindo dali e indo ao segundo estabelecimento, ele conseguiu fazer a compra, pagando com uma cédula falsa.

A Brigada Militar foi acionada e, em revista ao veículo do suspeito, encontrou várias outras cédulas falsas, dinheiro verdadeiro trocado e algumas mercadorias.

Todas as cédulas apreendidas serão submetidas a exame pericial. O homem foi preso e, cumpridas as formalidades legais, foi recolhido ao Presídio local, à disposição da Justiça Federal. Ele pode responder pelo crime de moeda falsa, cuja pena pode chegar a 12 anos de reclusão.

fonte: Clic RBS Santo Ângelo

Sortudo de Horizontina fatura R$ 800 mil pela LotoFácil

Uma aposta realizada em Horizontina é uma das duas premiadas da faixa principal do concurso número 611 da LotoFácil da Caixa Econômica Federal. O sortudo vai levar para casa o valor de R$ 840.371,73. O Caminhão da Sorte realizou o sorteio nesta segunda-feira, 21 de feveiro em Tramandaí - RS.

NÚMEROS SORTEADOS

02, 03, 04, 05, 06
08, 09, 13, 14, 16
18, 19, 20, 21, 23

Além do sortudo ainda desconhecido, ganhou a faixa principal da loteria uma aposta de Porto Alegre que também irá receber R$ 840.371,73.

fonte: Sandro Medeiros - Portela On Line http://www.portelaonline.com.br

Pedro Büttenbender assume Pró-reitoria da UNIJUÍ

Pedro Büttenbender volta à Pró-Reitoria do Campus
Santa Rosa da Unijuí.

O professor do curso de Administração da UNIJUÍ, Pedro Büttenbender, assumiu nesta segunda-feira como Pró-reitor da UNIJUÍ Campus Santa Rosa. Pedro, que também responde pela presidência do Conselho Regional de Desenvolvimento (Corede) Fronteira Noroeste, sucede o professor Cláudio Höfler, que desde o início do mês está atuando em uma instituição federal.

A posse oficial da nova Pró-reitoria ocorrerá na manhã do dia 02 de março, quarta-feira. A UNIJUÍ inicia as aulas nesta segunda-feira, dia 28 de fevereiro, com o evento ‘Sou Universitário’, que deve receber pelo menos 500 novos acadêmicos apenas em Santa Rosa. Na quarta-feira, dia 02 de março, um evento ocorre para receber todos os alunos do Campus, novatos e veteranos. Cerca de 2 mil alunos participarão de um show de Volta às Aulas.

Beba na fonte: www.unijui.edu.br 

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Canela é cidade digital modelo


A cidade serrana de Canela – a 123 quilômetros de Porto Alegre – se tornará modelo de Cidade Digital para o Brasil no próximo dia 1º de março. Na data, a cidade inaugurará a rede de 1 Gbps, desenvolvida em parceria entre município, governo federal e iniciativa privada.

Essa estrutura conectará a prefeitura, quatro secretarias, a câmara de vereadores e uma escola na região central da cidade de 39,2 mil habitantes.

Segundo Roberto Basei, secretário da Fazenda do município, a forma da rede de fibra é que fez a diferença no projeto.

“Além de termos tecnologia de ponta, a nossa fibra ótica está disposta em forma de anel. Se quebrar a fibra hoje, eu não interrompo a conexão do ponto problemático em diante porque eu tenho redundância. O serviço vai ser garantido por mais tempo, mesmo em manutenção”, diz Basei.

Beba na fonte, acesse: http://www.baguete.com.br

fonte: Baguete Eletrônco

Piratas, pipocas e ditadores


Recentemente li uma charge publicada num jornal, onde um sujeito olhando televisão, dizia que após ouvir as notícias ficou deprimido. Em outra publicação, havia a citação e um pensador, que disse que o bom do passado é que ele já passou.

Entre o humor e os pensamentos lúdicos, acabo por discordar de ambos. Não pelo fato de simplesmente discordar, mas por crer que as evidências do mundo civilizado demonstram que estamos sempre com um pé na caverna e uma mão no tacape.

Pessoalmente me deprimo mais com estratégia não inteligente do meu time em querer ganhar tudo e ficar sem nada, o que não vem ao caso. O caso é que o passado está mais vivo que nunca. Se passou no tempo verbal, não passou no tempo presente. Seja na volta dos Beatles, seja o retorno de algum político que se imaginava estar desintegrado.

No entanto, o motivo mesmo para a reflexão é a pipoca, o silêncio e algumas pedradas nos ditadores de antanho, que continuam seu reinado e que, por ora assumem a bola da vez. Serem o bode expiatório, para livrar o primeiro ministro taradão das garras da imprensa, vai saber.

Se o passado já passou, o que dizer dos ataques dos piratas somalis, que sequestram embarcações, petroleiros, iates, caíques, canoas e pranchas de surfe que cruzam pela frente? Isso remonta ao Capitão Gancho, do saudoso Peter Pan. Passado? Passado. Presente!

Na outra ponta do convés, toda a vez que fui ao cinema no Centro Cívico, ficava indignado com aqueles que comiam pipoca, pelo barulho e também pelo cheiro insuportável de margarina derretida. Daí era comprar uma pipoca também, ou relaxar e pensar que tudo faz parte.

Mas nem todos são pacíficos como eu. Num desses noticiários deprimentes, consta que o cidadão estava assistindo seu filminho, numa boa, e outro cidadão ao lado fazia o maior barulho comendo pipoca. O índio que não é de levar cheiro de pipoca para casa, levantou-se de sua cadeira, sacou seu 38 e disse que não era para o sujeito fazer tanto barulho e pimba. Matou o sujeito em prol da tranqüilidade de se curtir a sétima arte.

É trágico, deprimente e ao mesmo tempo é uma síntese do ser humano em tempos de faça o que eu digo e não diga o que eu faço. O que de tão absurdamente violento gera uma sensação de humor, como nos filmes do Tarantino.

E voltando aos piratas somalis, estes, por supuesto, pertencem a Somália, que teve seu ditador deposto e que agora se encontra sem governo, atirado nas garras do Capitão Gancho, que sem o Peter Pan, que foi obrigado a crescer, esperam a ajuda do Johnny Depp, enquanto recebem o açoite, deveras que mudou o algoz, porém, a surra continua a mesma. 




* Sávio Hermes é advogado.
   email: jshermes@gmail.com 

10 anos de Rodacine

Comemoração vai marcar uma década do Rodacine 

Para marcar os 10 anos do projeto RodaCine, a Secretaria de Estado da Cultura, a Fundação Cinema RS – FUNDACINE e o Instituto Estadual de Cinema – IECINE promovem uma comemoração de aniversário deste projeto que é uma das mais importantes iniciativas de democratização do acesso à produção cinematográfica nacional.

Como não poderia ser diferente, a festa do RodaCine será no coração da capital dos gaúchos. A Casa de Cultura Mario Quintana, localizada no Centro Histórico de Porto Alegre, abre suas portas para esta celebração. No dia 28 de fevereiro, a partir das 18h30, o RodaCine fará uma exibição especial do longa metragem Em teu nome de Paulo Nascimento com a presença do elenco e equipe do filme, que vai debater com o público.

O evento terá a participação do Secretário Estadual da Cultura, Assis Brasil, do presidente da Fundacine, Cícero Aragon e do diretor do IECINE, Luiz Alberto Cassol, que concederão entrevista coletiva à imprensa. A comemoração será aberta a comunidade, mas os lugares são limitados, por isso é bom chegar cedo!

sábado, 19 de fevereiro de 2011

Ponto eletrônico será negociável

Molling diz que Lupi flexibilizará exigência de ponto eletrônico

O deputado Renato Molling, (PP/RS), avisou à Abicalçados que a exigência de pontos eletrônicos será flexibilizada. Foi a garantia que lhe deu o ministro Carlos Lupi.
O governo mudará a Portaria 1.510/09 até o final do mês, transformando a obrigação num ponto a ser negociado entre patrões e empregados.

Fonte: Políbio Braga www.polibiobraga.com.br 

Segurança em debate

A Rádio Comunitária Liberdade FM, de Três de Maio, promoveu neste sábado, 19, no programa Estilo Rural, apresentado por João Pedro dos Santos, debate sobre segurança pública. Presentes, o Secretário da Indústria e Comércio Guido Cassol, o soldado Dilso Ceconni, da Brigada Militar, João Carlos Binicheski, advogado e servidor público e este editor.
O tema tem sido objeto de ampla discussão, haja vista a onda de assaltos, furtos e roubos que têm ocorrido ultimamente, no perímetro urbano e interior do município.
Em recente reunião ordinária da ACI/Sindilojas, os empresários manifestaram preocupação com a onda de violência e encaminharam pedido de providências à Câmara de Vereadores. A tendência é de que uma audiência pública deverá ser realizada para reunir todas as partes interessadas no tema e propor medidas para estancar o problema.
Sexta-feira, 18, o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Três de Maio e São José do Inhacorá, em assembleia geral realizada no Salão Católico, no centro da cidade, incluiu na pauta a discussão do tema com presenças do comandante da Brigada Militar Capitão Paulo Nascimento e do Delegado de Polícia, Dr. Barbatto.
Os moradores do interior também têm sofrido ataques ao patrimônio, roubos de animais e furtos. Cooperativas da região arcam com prejuízos frequentes devido ao roubo de fertilizantes e outros materiais.
O assunto deverá render ainda muito mais.
Vamos aguardar. Manteremos todos informados. 

CinemaEsquemaNovo 2011


CineEsquemaNovo 2011: 82 longas-metragens inscritos para seleção, 30 deles inéditos
Festival recebeu mais de 900 obras de todo o País, entre curtas, médias e longas. Seleção acontece neste mês de fevereiro.
CineEsquemaNovo 2011 – Festival de Cinema de Porto Alegre (CEN) recebeu 909 inscrições de filmes e obras audiovisuais para a sua sétima edição, que acontece entre os dias 23 e 30 de abril. No total, 82 longas e 827 curtas-metragens serão considerados pelo júri de seleção, o que posiciona o CEN entre os festivais brasileiros de cinema mais prestigiados pela comunidade de realizadores. A título de exemplo, vale mencionar que a recém realizada Mostra de Cinema de Tiradentes recebeu 78 longas; o Festival de Brasília 2010 recebeu 38; e o Festival de Gramado, em sua última edição, teve em torno de 70 longas-metragens inscritos.
Ao se firmar como um festival que trava diálogo intenso com a atual produção audiovisual independente brasileira, o CEN tem atraído cada vez mais realizadores que se identificam com a proposta de abrir espaço não só para a exibição, mas também para o pensamento sobre o cinema, o vídeo e as artes visuais contemporâneas em um mesmo ambiente.
A sétima edição do CineEsquemaNovo vai ser realizada entre os dias 23 e 30 de abril em Porto Alegre.
O CEN 2011 vai ocupar diferentes espaços do centro cultural Usina do Gasômetro e o Cine Santander Cultural.

Adeus, Sérgio Jockymann!

Sérgio Jockymann
Os Votos

Pois desejo primeiro que você ame e que amando, seja também amado.
E que se não o for, seja breve em esquecer e esquecendo não guarde mágoa.

Desejo depois que não seja só, mas que se for, saiba ser sem desesperar.

Desejo também que tenha amigos e que mesmo maus e inconsequentes sejam corajosos e fiéis.
E que em pelo menos um deles você possa confiar e que confiando não duvide de sua confiança.
E porque a vida é assim, desejo ainda que você tenha inimigos, nem muitos nem poucos, mas na medida exata para que algumas vezes você interprele a respeito de suas próprias certezas.
E que entre eles, haja pelo menos um que seja justo para que você não se sinta demasiadamente seguro.

Desejo depois que você seja útil, não insubstituívelmente útil mas razoavelmente útil.
E que nos maus momentos, quando não restar mais nada, essa utilidade seja suficiente para manter você de pé.
Desejo ainda que você seja tolerante, não com que os que erram pouco, porque isso é fácil, mas com aqueles que erram muito e irremediavelmente.
E que essa tolerância nem se transforme em aplauso nem em permissividade, para que assim fazendo um bom uso dela, você dê também um exemplo para os outros.

Desejo que você sendo jovem não amadureça depressa demais,
e que sendo maduro não insista em rejuvenescer,
e que sendo velho não se dedique a desesperar.
Porque cada idade tem o seu prazer e a sua dor e é preciso deixar que eles escorram dentro de nós.

Desejo por sinal que você seja triste, não o ano todo, nem um mês e muito menos uma semana,
mas um dia.
Mas que nesse dia de tristeza, você descubra que o riso diário é bom, o riso habitual é insosso e o riso constante é insano.

Desejo que você descubra com o máximo de urgência, acima e a despeito de tudo, talvez agora mesmo, mas se for impossível amanhã de manhã, que existem oprimidos, injustiçados e infelizes.
E que estão estão à sua volta, porque seu pai aceitou conviver com eles.
E que eles continuarão à volta de seus filhos, se você achar a convivência inevitável.

Desejo ainda que você afague um gato, que alimente um cão e ouça pelo menos um João-de-barro erguer triunfante seu canto matinal.
Porque assim você se sentirá bom por nada.

Desejo também que você plante uma semente por mais ridículo que seja e acompanhe seu crescimento dia a dia, para que você saiba de quantas muitas vidas é feita uma árvore.

Desejo, outrossim, que você tenha dinheiro porque é preciso ser prático. E que pelo menos uma vez por ano você ponha uma porção dele na sua frente e diga: Isto é meu.
Só para que fique claro quem é o dono de quem.

Desejo ainda que você seja frugal, não inteiramente frugal, não obcecadamente frugal, mas apenas usualmente frugal.
Mas que essa frugalidade não impeça você de abusar quando o abuso se impor.

Desejo também que nenhum de seus afetos morra, por ele e por você. Mas que se morrer, você possa chorar sem se culpar e sofrer sem se lamentar.

Desejo por fim que,
sendo mulher, você tenha um bom homem
e que sendo homem tenha uma boa mulher.

E que se amem hoje, amanhã, depois, no dia seguinte, mais uma vez e novamente de agora até o próximo ano acabar.
E que quando estiverem exaustos e sorridentes, ainda tenham amor pra recomeçar.

E se isso só acontecer, não tenho mais nada para desejar

Publicado no jornal Folha da Tarde, de Porto Alegre, em 30 de Dezembro de 1978


fonte: Sul21 http://sul21.com.br 

Nota do autor do blog: Me crei escutando o "O Comentário de Sérgio Jockymann", na Rádio Guaíba, diariamente,  às 11h55. Hábitos do meu pai. Aliás, bons hábitos.
Jockymann era genial. Sarcástico. Irônico. Avassalador. 
Seu programa tinha uma música característica que lembro ainda hoje.
Lamento muito a morte dele. 
Nascido aqui pertinho, em Palmeira das Missões, coisa que poucas pessoas lembram.
Grande Sérgio!


Saiba mais aqui: http://migre.me/3UjIN

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Secretária de Estado em Santa Rosa


Comitiva do Governo do Estado, encabeçada pela Secretária de Estado de Administração e Recursos Humanos, Stela Farias, acompanhada pelo Diretor de Patrimônio e assessores, estarão nesta sexta-feira, 18, em Santa Rosa, para vistoriar prédios públicos de propriedade do Estado do RS. O prédio do antigo Fórum, no centro da cidade, está listado para receber a Secretária.

A imprensa foi convocada para entrevista coletiva que será concedida às 17 horas, no gabinete do prefeito.

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Portal possibilita edição de livros sem custos para autores


PerSe oferece serviços como edição em eBook e impressão sob demanda


Está no ar o PerSe, portal de publicação para autores independentes. Através da página é possível editar um livro totalmente sem custos, disponibilizá-lo para comercialização na livraria eletrônica do PerSe em eBook ou com impressão dos exemplares sob demanda. O autor define as características físicas do livro, como formato, acabamento, papel de miolo e cores. Depois sobe o arquivo para o sistema do PerSe e cria a capa. Em seguida, define o preço de venda e estabelece quanto quer ganhar de royalties. Os blogueiros também poderão diagramar e publicar livros pelo PerSe. Denominada Blog2Book, essa ferramenta permite a diagramação dos conteúdos das plataformas Blogger/Blogspot e Wordpress direto no sistema.

Embora todo o processo seja gratuito, o portal oferece serviços especializados de Publicação e Marketing, caso o autor tenha interesse em adquirir. Entre eles, diagramação, revisão, fotos, divulgação, noite de autógrafos. "Para quem precisar de nossa ajuda, temos uma equipe apta a prestar um atendimento personalizado", explica o fundador do portal, Antonio Hércules Jr., ex-diretor do Grupo Estado. O PerSe também já está nas redes sociais digitais, como Facebook (PerSe - Publique-se), Orkut (Perse - Publique-se), Twitter (@PortalPerSe), Flickr (PerSe - Publique-se) e You Tube (portalpersebr).

Um dos primeiros livros já editados pelo PerSe é o da jornalista Lucia Faria, proprietária da Lucia Faria Inteligência em Comunicação. Com o título Meias Verdades - Uma visão particular sobre a Comunicação Corporativa, reúne 50 artigos sobre sua área de atuação.

fonte: Coletva.Net http://www.coletiva.net

Preços das commodities explodem em Chicago

Preços das commodities explodem em Chicago. Mercado é de demanda

As cotações das commodities agrícolas pegaram fogo nesta quinta-feira na Bolsa de Chicago.

. O algodão puxou os preços.

. As altas são balizadas por forte demanda mundial por alimentos, algo que parece ser permanente. 

"O mercado é de demanda", disse ao editor o diretor da Brasoja, Antonio Sartori.


Fonte: Políbio Braga www.polibiobraga.com.br

Medidas sócio-educativas

O Vereador Paulo Paim (PcdoB) apresentou requerimento solicitando informações ao Executivo Municipal sobre as Medidas Sócio-Educativas coordenas pela Prefeitura Municipal.

Paim quer saber quantos adolescentes estão cumprindo as Medidas Sócio- Educativas em Meio Aberto no município e quais entidades estão acolhendo os adolescentes para aplicação das medidas.

O Vereador também solicitou informações sobre o tipo de intervenção que está sendo realiza junto as famílias dos adolescentes e se Santa Rosa possui algum adolescente com privação de liberdade.

Para o Vereador, “é necessário manter uma avaliação constante da aplicação das medidas de proteção e das medidas sócio-educativas realizadas no âmbito do município, pois elas representam a sustentação da defesa social” – destacou Paim.

Volta às Aulas

SER JORNALISTA É...

Compromissos com a verdade e com a ética

Por Sérgio Mattos em 15/2/2011

Discurso proferido como patrono da segunda turma de Jornalismo (2010.2) da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia; Cachoeira, 5/2/2011


Prezados formandos:

Antes de tudo quero agradecer a escolha de meu nome para ser o patrono da segunda turma de jornalistas da UFRB.

Neste ano completo 45 anos de jornalismo, contando o tempo a partir do momento em que comecei a publicar meus primeiros textos em jornais. Confesso que continuo acreditando, como quando me iniciei na mais dinâmica de todas as profissões, nos compromissos do jornalista com a verdade e de servir à sociedade com ética.

Todos sabem que ao longo desse tempo o mundo mudou. O fazer jornalismo se transformou com os avanços tecnológicos. Ser jornalista no mundo competitivo de hoje não é fácil. Mas, sabemos também que o jornalismo permanece como uma das melhores profissões do mundo, uma profissão dinâmica, uma profissão que não vai torná-los milionários, mas que pode gratificar, a cada um, pela sensação do dever cumprido.

Jornalismo é uma profissão para realizadores; para pessoas que não são acomodadas; para pessoas que não estão preocupadas apenas com o próprio ego. Aliás, todos esperam que o jornalista faça coisas úteis e que pense na coletividade, antes de pensar em si mesmo.

Reflexões para cumprir o dever profissional

A partir de hoje, como portadores de diploma de nível superior, como bacharéis em Jornalismo, não pensem que logo estarão ocupando importantes cargos na imprensa nacional. Antes, procurem, mais do que durante os quatro anos de Universidade, se aperfeiçoar no que sabem fazer. Procurem executar suas tarefas com perfeição, da melhor forma possível.

Dediquem-se com paixão às suas missões jornalísticas independente da importância ou tipo de veículo e da região onde estejam trabalhando. Saibam aproveitar as oportunidades, com profissionalismo e respeitando as questões éticas, cumprindo seus deveres antes de bradar por seus direitos. Procurem aprender com os próprios erros, pois só assim alcançarão o sucesso almejado.

Meus caros formandos, confesso a vocês, sem resquícios de romantismo ou pieguice, que se tivesse hoje que recomeçar a vida profissional, escolhendo uma profissão de nível universitário, podem ter certeza, não hesitaria, escolheria ser jornalista, apesar de tudo o que se tem feito para desvalorizar esta profissão cujo maior compromisso é com a verdade e com a sociedade.

As funções sociais básicas do jornalismo são informar, educar e fiscalizar. Para exercê-las, é necessário SER JORNALISTA com letras maiúsculas, como se fossem para compor a manchete da primeira página do jornal. Portanto, pretendo, agora, passar para vocês o que penso sobre o que é ser jornalista e espero que internalizem essas reflexões para cumprir com o dever profissional, sem temer as ameaças e sem se deixar envolver em situações espúrias.

Ser cidadão e trabalhar por um mundo melhor

Ser jornalista é não perder a capacidade de sonhar, de acreditar num mundo melhor e de ousar. É estar em constante processo de atualização e sempre atento às questões éticas.

Ser jornalista é saber ouvir e dar voz a quem não tem.

Ser jornalista é saber respeitar a opinião dos outros.

Ser jornalista é não servir de instrumento a interesses econômicos e político-partidários.

Ser jornalista é ter certeza de que as aparências enganam. É ter um compromisso com a verdade e tentar desmascarar as verdades aparentes e camufladas.

Ser jornalista é ter consciência de que o papel da imprensa é fiscalizar os poderes, público e privado, e denunciar o que tem de errado, sem omitir o que está acontecendo de bom. Ser jornalista é ter consciência de que seu papel é investigar antes, para denunciar depois.

Ser jornalista é assumir a função de testemunha da história, apresentando relatos verdadeiros. Ser jornalista é estar consciente de que não compete a ele julgar ou condenar.

Ser jornalista é não perder a fé na profissão, é sair das redações e dos gabinetes para narrar histórias da vida real independente da plataforma a ser utilizada.

Ser jornalista é deixar de praticar o jornalismo oficial e declaratório tão em moda, para se dedicar a temas de interesse dos cidadãos.

Ser jornalista é saber educar por meio da informação. É saber a diferença entre opinião e informação.

Ser jornalista é buscar a simplicidade, é ter certeza de que não é o dono da verdade, é lutar contra a arrogância que tanto tem contribuído para esvaziar a credibilidade do jornalismo.

Ser jornalista é saber que a credibilidade é fundamental para a profissão. É ter consciência de que para se construir credibilidade se leva muito tempo, mas para destruí-la, bastam apenas alguns segundos.

Ser jornalista é lutar contra todo tipo de cerceamento às liberdades fundamentais do homem, preservando o direito de acesso às informações e o direito à privacidade dos cidadãos. Ser jornalista é ser contra todo e qualquer tipo de censura.

Ser jornalista no mundo de hoje, da tecnologia digital, é saber interagir com o leitor. É saber compartilhar as informações de forma que possam ser compreendidas.

Enfim, ser jornalista, é ser cidadão, é defender a cidadania, trabalhar por um mundo melhor e procurar ser feliz.

Que sejam felizes na profissão que escolheram.

Sejam bem vindos ao mundo real!

Muito obrigado!


fonte: Observatório da Imprensa http://www.observatoriodaimprensa.com.br

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Judiciário em prédio novo


O novo Fórum de Três de Maio já está em pleno funcionamento. A transferência do material e móveis foi realizado entre os dias 07 e 11 do corrente mês, e, na última segunda-feira (14), o atendimento já começou a ser efetivado no novo espaço localizado no Bairro Oriental.
Foram gastos cerca de R$ 5 milhões na obra do novo Fórum.

De acordo com o engenheiro responsável pela obra, Leonardo Casali, o prédio tem 2.234,79 metros quadrados de área, divididos em quatro pavimentos. Foram investidos cerca de R$ 5 milhões na construção da obra.

No 1º pavimento funcionará a 2ª Vara, o Salão do Júri, Sala dos Oficiais de Justiça, Defensoria Pública e Direção do Foro; no 2º pavimento estará a 1ª Vara e os respectivos cartórios; no 3º pavimento deverá funcionar uma nova vara que deverá ser implantada futuramente; no 4º pavimento, os arquivos.

O prédio ainda possui dois elevadores (um público e outro privativo), ar-condicionado central e sistema de sonorização.

Servidores indignados com procedimento de vereador pedem providências



Vereador Cláudio Schmidt poderá ter seu mandato
cassado.
A Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de Santa Rosa recebeu na tarde de ontem (15), um abaixo assinado pedindo providencias sobre as declarações do Vereador Cláudio Schmidt (PMDB), no caso envolvendo o encontro de “drogas” em seu gabinete.

Os servidores da Câmara de Santa Rosa sentiram-se ofendidos com as declarações feitas na imprensa pelo Vereador Cláudio Schmidt, o qual afirmou que a “droga” foi jogada por alguém de dentro do Legislativo.

O Presidente da Câmara de Vereadores, Ver. Valdecir Hemsing (PMDB) conjuntamente com o Vice-Presidente, Ver. Paulo Paim (PCdoB) e pelo Secretário, Douglas Calixto (PP) ouviram atentamente as argumentações dos servidores e receberam o documento que deverá ser avaliado durante a próxima semana pela Mesa Diretora. 

No documento entregue pelos servidores foi destacado que o Vereador Cláudio Schmidt está invertendo um princípio constitucional é declarando que todos são culpa dos até que provem o contrário: “Senhor Presidente, as acusações feitas pelo Vereador Cláudio Schmidt, de forma genérica, atingem todos os servidores desta Casa, causando mal estar no corpo funcional e nas relações com a própria comunidade” – destacou um dos parágrafos do documento. 

O documento destaca ainda de que “as alegações são graves e não podem ser mais toleradas”. No pedido, solicitaram que sejam tomadas as medidas administrativas necessárias para o fiel cumprimento da legislação.

De imediato, o Presidente da Câmara solicitou uma audiência para a próxima semana com o Delegado Márcio Steffens: “Vamos conversar com o Delegado para nos interar dos fatos e ver os procedimentos que a Câmara poderá adotar neste caso” - destacou Valdecir Hemsing, Presidente da Câmara de Vereadores. 

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Centro Cultural em Santa Rosa

Centro Cultural de Santa Rosa.


O Centro Cultural de Santa Rosa começa a sair do papel. Foi autorizada a licitação para as obras de fundação, subsolo, vigas e lajes no primeiro pavimento, que servirá para a obra toda do Centro Cultural. Sobre esta laje serão colocados bancos e pergolados de madeira. Na área do teatro será construída a escadaria. O investimento é de R$ 860 mil. Governo Federal entra com R$ 487 mil e o município com R$ 373 mil.
E em Três de Maio? O Centro Cívico vai ficar só na promessa?

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

A casinha do Ronaldinho!


Jornal Extra, do Rio, estampa na capa da edição desta quarta-feira o mais recente investimento do craque Ronaldinho Gaúcho: um palacete avaliado em R$ 20 milhões na Barra da Tijuca. Segundo o jornal, foi a maior transação da história do milionário mercado imobiliário.

O Globo, ontem, noticiou o seguinte: Depois de uma semana perambulando pelos condomínios de luxo no Rio, o jogador Ronaldinho Gaúcho, recém contratado pelo Flamengo, encontrou o seu cantinho. Seu futuro lar, doce lar fica no luxuoso condomínio Santa Mônica Jardins, na Barra da Tijuca, e teria custado R$ 20 milhões. A negociação, segundo fontes do mercado imobiliário, não foi fácil. A casa, afinal, nem estava à venda. A oferta inicial teria sido de R$ 15 milhões. Mas só por R$ 5 milhões a mais o proprietário topara se desfazer de tudo o que tinha: a venda foi, como o mercado imobiliário diz, de “porteira fechada”: o craque do Flamengo adquiriu a residência com os móveis e objetos de decoração.

- Esse foi o maior valor de negociação de um imóvel na Barra da Tijuca. Certamente, irá movimentar o mercado imobiliário da região – afirma Leonardo Schneider, vice-presidente do Sindicato da Habitação do Rio (Secovi-Rio).

fonte: Cacau Menezes/DC 

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

A posse de Jeferson Fernandes

Desconsi, Valdecir, Jeferson, Rohr e Zeni na Assembleia
Legislativa do RS.
Na última quinta-feira dia 03 de fevereiro, Jeferson Fernandes foi empossado como Deputado Estadual em cerimônia realizada na capital gaúcha.

Jeferson é o primeiro suplente da bancada do Partido dos Trabalhadores e assumiu a vaga deixada pelo Deputado Mainardi que assumiu a Secretaria Estadual de Agricultura.

O Vereador José Albino Rohr, acompanhado do presidente da Câmara de Vereadores de Santa Rosa, Valdecir Hemsing, do Prefeito Orlando Desconsi e do Secretário de Cultura e Turismo Ângelo Zeni, prestigiaram a posse do novo Deputado.

Jeferson tem se destacado como liderança na luta pela implantação dos IFFs e da Universidade Federal Fronteira Sul, a educação pública e de qualidade é uma das prioridades de seu mandato, como também a Agricultura Familiar e a Segurança Pública, serão os temas centrais defendidos pelo parlamentar.

Escola de Música abre inscrições

A Escola Municipal de Música (EMEM) de Santa Rosa, abriu período para rematrículas. Novos alunos poderão se inscrever a partir do final deste mês.


A Escola foi criada no ano passado pela Prefeitura, através da Secretaria de Cultura e Turismo. No primeiro ano de trabalho, mais de 200 alunos participaram. Eles cursaram gratuitamente diversas oficinas oferecidas, entre elas: violão popular, violão clássico, teclado, flauta doce, técnica vocal, bateria e percussão, iniciação musical e expressão corporal. Em 2010 também foi criada a Banda Marcial Juvenil Municipal.

A EMEM tem sede no Memorial Casa da Xuxa, Avenida Rio Grande do Sul, 689, espaço que agrega turismo e cultura, oferecendo à comunidade o contato com diversas possibilidades de expressão artística. Segundo o Secretário de Cultura e Turismo, Ângelo Zeni, “A Escola traz uma proposta inovadora, incentivando a criação musical e a expressão corporal, bem como o auxilio do método fônico de alfabetização utilizado nas aulas de iniciação musical”.

As atividades iniciam no dia 07 de março. Todo aluno matriculado na Rede Pública Municipal de ensino pode se inscrever. As aulas são ministradas pelas professoras Nidia Lorise Engel e Ângela Machado Della Giustina.

Rematrículas de 14/02 a 18/02 
Matrículas de 21/02 a 25/02

Informações pelo Fone: 3511 1417 – Memorial Casa da Xuxa - Santa Rosa (RS).

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Em decisão inédita no RS, juiz é demitido por conduta imprópria

Magistrado teria apresentado comportamento alterado e feito elogios indevidos a uma mulher

Uma decisão inédita no Judiciário gaúcho levou à demissão o juiz Marcelo Colombelli Mezzomo, da Comarca de Três Passos, nesta segunda-feira. Mezzomo estava afastado das atividades desde julho de 2010 e respondia a um processo administrativo disciplinar por conduta incompatível às funções de magistrado.

O processo teve início maio do ano passado, a partir de um registro na delegacia de polícia de Três Passos. A dona de uma sorveteria afirmou que o juiz teria se dirigido à sua nora com "comentários e elogios impróprios" e com "comportamento visivelmente alterado", nas primeiras horas da manhã do dia 25 de maio de 2010.

O magistrado negou os fatos e afirmou ter dito apenas que a moça era muito bonita. Mesmo assim, o relator do caso, desembargador Luiz Ari Azambuja Ramos, considerou coerente a versão da proprietária da sorveteria, descartando a possibilidade de que as vítimas fossem "fantasiar uma situação inexistente, mesmo sabendo posteriormente que estavam acusando um Juiz de Direito da Comarca".

O desembargador também considerou o fato de que o juiz Marcelo Colombelli Mezzomo já havia sofrido pena de censura por envolvimento em acidente de trânsito e também respondia a outros processo administrativos por conduta inconveniente.

Mezzomo, que havia sido nomeado em 25 de junho de 2007 teve o vitaliciamento (confirmação no cargo) suspenso, após a decisão unânime do Órgão Especial.

4.697 vagas temporárias na Páscoa do RS

Também em abril e igualmente no RS, a Páscoa propiciará a contratação de 4.697 trabalhadores temporários (indústria e comércio).

No Brasil, serão 70 mil vagas, 10,5% mais do que o total de 2010.

A Asserttem (Associação Brasileira das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário),  revelou que 28% dos trabalhadores permanecerão contratados.

O período da Páscoa só perde para o Natal no número de contratações, ficando à frente do Dia das Mães.


Prefeito Orlando reúne-se com vereadores



Prefeito Orlando Desconsi.
O Prefeito Orlando Desconsi acompanhado do Secretário Municipal de Administração reuniu-se na manhã desta segunda-feira, 07 de fevereiro, com os dez vereadores que compõe o legislativo municipal.

Na pauta da reunião, projetos que se encontram tramitando na Câmara de Vereadores desde o final de 2010 e os novos projetos que deram entrada durante a primeira sessão ordinária de 2011.

Orlando Desconsi fez questão de apresentar as motivações dos projetos propostos pelo Executivo Municipal, os quais se encontram sob análise das Comissões Permanentes da Câmara de Vereadores.

Os projetos em tramitação poderão ser acessados pelo Portal da Câmara de Vereadores, através do link: http://www.camarasantarosa.rs.gov.br/index.php?i=projeto&id=2

A novidade foi a alteração da fotog rafia da bancada do Partido dos Trabalhadores a partir da sessão de hoje a noite. Aládio Dullius, suplente de Vereador do PT estará substituindo nos próximos 14 dias o Vereador José Albino Rohr.


fonte: Assessoria de Imprensa

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Humor


Autor: Joel Almeida
Giruá - RS, Brasil 
Cartunista Free Lancer. 
Joel é autor e Editor da revista de Humor "MUNDIÇA" 
Contato: joell_almeida@hotmail.com 
fone: (55) 9914-7292
Blog: jhttp://joellalmeida.blogspot.com

Santa Rosa sediará etapa da 23ª Calçado Show

Os lojistas da região farão a programação de compras para o próximo inverno nos dias 13 e 14 de fevereiro no salão da AABB Santa Rosa. Das 9h as 19h, trinta e cinco marcas estarão expondo suas coleções outono e inverno.

O apoio logístico é da Transportadora Plimor de Farroupilha. Marcas como Piccadilly, Ramarim, Ortopé, Coca Cola, licenciadas dupla GRENAL, Skechers, Ecko Unltd., Via Uno Naturezza, Keds, entre outras, atenderão cerca de cem lojas do setor. O evento Calçado Show é um realização da CB Eventos, um show room itinerante com lançamentos da coleção inverno 2011, que chegará a 11 cidades-polo do Estado.
fonte: http://wp.clicrbs.com.br/santarosa/

IV Canto Missioneiro em Santo Ângelo

André Krysczun preside o IV Canto Missioneiro
em Santo Ângelo.


O evento será realizado em Santo Ângelo, de 24 a 27 de março de 2011. O Prefeito Eduardo Loureiro anunciou que este será o último compromisso de André Krysczun como Secretário da Cultura, já que passará a integrar a Secretaria da Cultura do Estado. Leoveral Goelzer Soares, atual coordenador da pasta, assumirá a Secretaria de Cultura. Krysczun, no entanto, permanece na presidência do Festival.

Etapas

O festival inicia na quinta-feira, 24, com a 3ª edição do Canto Piá Missioneiro, reunindo jovens cantores e cantoras com até 16 anos de idade. Na mesma noite, acontece a Etapa Local do evento, exclusiva para compositores santo-angelenses. Na sexta-feira e no sábado são apresentadas as músicas da Etapa Geral. O festival chega ao seu ápice na noite de domingo, 27 de março, quando se desenvolve a grande final em frente à Catedral Angelopolitana.

As inscrições ao 4º Canto Missioneiro podem ser encaminhadas até o dia 4 de março de 2010 para os seguintes endereços: Secretaria Municipal de Cultura, Lazer e Juventude – Rua 03 de Outubro, 800 – Santo Ângelo/RS. CEP: 98.801-610

Do universo de músicas inscritas serão selecionadas 12 para o 2º Canto Piá, 10 para a Etapa Local e 16 para a Etapa Geral.

As noites classificatórias ocorrerão no Teatro Municipal Antônio Sepp. Não haverá cobrança de ingresso, ficando o público convidado a oferecer um agasalho ou 1 kg de alimento não perecível.

Atrações

O Presidente do Festival informou que nos primeiros dias do mês de março deverá ocorrer o anúncio das atrações e dos shows do festival. O Canto Missioneiro da Música Nativa é promovido pela prefeitura de Santo Ângelo, através da Secretaria de Cultura, Lazer e Juventude, com a coordenação artística do produtor Jairo Reis, através da Gente Gaúcha Produções. 


Regulamento e informações no site: www.cantomissioneiro.com.br

Musicanto tem evento no dia 25

O primeiro evento do 25º Musicanto, evento que vive seu Jubileu de Prata neste ano, está marcado para o dia 25 de fevereiro, uma sexta-feira à noite. Trata-se do show Rock de Galpão, apresentação já consagrada no meio musical rio-grandense por mesclar no mesmo palco dois estilos bem diferentes. Um tanto da veia gaudéria com Neto Fagundes e outro tanto de adrenalina com a banda Estado das Coisas.

A atração terá lugar na TAO Danceteria. A equipe social do Musicanto começa assim a mobilizar a comunidade para a 25ª edição, e a Secretaria de Cultura, copromotora do evento, dá a largada aos festejos dos 80 anos de Santa Rosa.

fonte: Jornal Noroeste www.jornalnoroeste.com.br

Uma breve história do Fórum Social Mundial

por Emir Sader


O Fórum Social Mundial já tem história. Uma história que não pode ser entendida separada daquilo que lhe deu nascimento e a que ele está intrinsecamente vinculado: a luta contra o neoliberalismo e por um mundo posneoliberal – que é o sentido de seu lema central “Um outro mundo possível”.

Nas suas origens está o “grito zapatista” de 1994”, conclamando à luta global contra o neoliberalismo. Em seguida, veio o editorial do Le Monde Diplomatique, de Ignacio Ramonet, chamando à luta contra o “pensamento único”, seguida pelas manifestações em Seattle, que impediram a realização da reunião da OMC e as outras, em tantas cidades do mundo. Enquanto isso, se realizavam anualmente manifestações na Suiça, chamadas de anti-Davos.

Até que, com o crescimento da resistência ao neoliberalismo, se pensou no projeto de organizar um Forum Social Mundial em oposição ao Forum Economico de Davos. A idéia foi de Bernard Cassen, jornalista francês que naquele momento dirigia a Attac, que ao mesmo tempo propôs que a sede fosse na periferia do sistema – onde residem as vitimas privilegiadas do neoliberalismo -, na América Latina – onde se desenvolviam os principais movimentos de resistência, no Brasil – que tinha a esquerda mais forte naquele momento – e, em particular, em Porto Alegre – pelas políticas dos governos do PT, de Orçamento Participativo.

Depois do primeiro Fórum se constituiu um Conselho Internacional, com participação de todas as entidades que quisessem se incorporar, porém a direção continuou em um estrito grupo de entidades brasileiras, dominadas por ONGs. Este foi um limitante original do FSM, dado que o movimento se apoiava centralmente em movimentos sociais – de que a Via Campesina agrupa a parte significativa deles -, enquanto as ONGs – cujo caráter ambíguo, até mesmo neoliberal pela sua definição anti-governamental, mas também com várias delas com ações obscuras no seu sentido, no seu financiamento e nas suas alianças com grandes empresas privadas – se apoderava do controle da organização, imprimindo-lhe um caráter restrito.

Restrito, porque limitado a um suposta “sociedade civil”, o que já lhe imprimia um caráter liberal, oposto a governos, a partidos, a Estados, bloqueando a capacidade de construção de “um outro mundo possível”, que teria que ser um mundo global, com transformação das relações de poder, do Estado e da sociedade no seu conjunto. Também ficava fora um tema que passou a ser central no mundo conforme os EUA adotavam sua política de “guerras infinitas” – a luta pela paz -, que no entanto representou o momento de maior capacidade de mobilização dos novos movimentos populares no mundo, com as mobilizações de resistência à guerra do Iraque, em 2003.

O Conselho Internacional decidiu a alternância de sedes do FSM, que passou a se realizar em outros continentes, com o que se realizaram encontros na Índia e no Quênia. Também decidiu que os FSM seriam realizadosa cada dois anos, alternados por FSM regionais. No entanto o FSM passou realmente a girar em falso conforme a definição inicial de se limitar um espaço de troça de experiências entre entidades da “sociedade civil” foi limitando suas temáticas e sua capacidade de formular alternativas. Nem sequer balanços das maiores mobilizações populares jamais havidas, as contra a guerra do Iraque, foram feitas, para definir a continuidade da luta. 

A fragmentação dos temas se acentuou conforme foi decidido que as atividades dos FSM seriam “autogestionadas”, sem definição política dos temas fundamentais, que deveriam ser financiados centralizadamente, promovendo um imenso privilegio das ONGs e outras entidades que dispõem de recursos contra os movimentos sociais – que deveriam ser os protagonistas fundamentais do FSM.

Hoje, o FSM tem em governos latinoamericanos progressistas os agentes de construção da agenda proposta pelo movimento. Os movimentos sociais que souberam rearticular de maneira criativa suas relações com a esfera política – de que a fundação pelos movimentos bolivianos do MAS – e disputar a criação de novos governos e a construção de projetos hegemônicos alternativos, avançaram significativamente na criação do “outro mundo possível”. Enquanto que os que seguiram refugiados na chamada “autonomia dos movimentos sociais” – como os casos dos piqueteiros argentinos ou dos zapatistas – perderam peso ou até mesmo tenderam a desaparecer politicamente.

Em 2009, o Fórum voltou ao Brasil, sendo realizado em Belém, no Pará. O encontro foi marcado, entre outras coisas, pela presença de 5 presidentes latino-americanos – Evo Morales, Rafael Correa, Hugo Chavez, Fernando Lugo e Lula, líderes de governos que, em distintos níveis, colocam em prática políticas que identificaram, desde o seu nascimento, o FSM: a Alba, o Banco do Sul, a prioridade das políticas sociais, a regulamentação da circulação do capital financeiro, a Operação Milagre, as campanhas que terminaram com analfabetismo na Venezuela e na Bolívia, a formação das primeiras gerações de médicos pobres no continente, pelas Escolas Latinoamericanas de Medicina, a Unasul, o Conselho Sulamericano de Segurança, o gasoduto continental, a Telesul – entre outras. A cara nova e vitoriosa do FSM, nos avanços da construção do posneoliberalismo na América Latina.

O FSM 2009 foi marcado também pela forte presença d os povos indígenas e pelo Forum PanAmazonico, com os movimentos camponeses e a Via Campesina, os sindicatos e o Mundo do Trabalho, os movimentos feministas e a Marcha Mundial das Mulheres, os movimentos negros, os movimentos de estudantes, os de jovens.

O movimento anti-neoliberal passou da fase de resistência à fase de construção de alternativas. Este FSM demonstrará se permanece na fase de resistência, de fragmentação de temáticas, de limitação à “sociedade civil” ou se se coloca à altura da etapa atual de disputa hegemônica, já não mais a nível nacional ou regional, mas a nível global, quando a crise capitalista e o esgotamento do modelo neoliberal coloca para o FSM seu maior desafio: ser agente na construção concreta do “outro mundo possível” ou permanecer como espaço de testemunhos, ricos, mas impotentes. 

O Fórum Social Mundial 2011, em Dakar, ganhou uma nova agenda com a onda de protestos populares que já atingiu a Tunísia, o Egito, o Iêmen e a Jordânia. O mais significativo de todos, sem dúvida, é o Egito, em função do que o país representa em termos geopolíticos no Oriente Médio. Egito e Arábia Saudita são dois pilares centrais da aliança EUA-Israel na região. Uma mudança de regime político em um desses dois países pode significar um terremoto geopolítico de grandes proporções.
A aplicação da consigna do FSM aos problemas dessa região coloca a seguinte questão: “Outro Oriente Médio é possível?”. O que está acontecendo no Egito mostra que o castelo das autocracias apoiadas e sustentadas pelos EUA é menos sólido do que parecia. Milhões de jovens, homens e mulheres, estão nas ruas dizendo que é possível, sim. E necessário.


fonte: Carta Maior http://www.cartamaior.com.br