sábado, 30 de junho de 2012

Psicologia on line

Resolução do Conselho Federal de Psicologia dobra permissão de sessões online
O Conselho aumentou o limite de sessões permitidas de de dez para 20 por paciente a partir de dezembro de 2012


Uma resolução do Conselho Federal de Psicologia (CFP), publicada sábado, dia 23, aumenta o limite de sessões online de atendimento com psicólogo de dez para 20 por paciente. A novidade começa a vigorar a partir de dezembro.

O conselho decidiu permitir um maior número de sessões diante do crescimento de usuários do serviço no país. Regulamentado desde 2005, os sites de psicólogos que atendem online cresceu de 50 para 204 nos últimos sete anos. Atualmente, estima-se que 3 a 4 mil pessoas procuram atendimento psicológico a distância por e-mail ou ferramentas de bate-papo, como MSN e Skype.

Em geral, o serviço é usado para uma consulta pontual, como busca por orientação vocacional. De acordo com o CFP, não pode ser usado para psicoterapia, que prevê tratamento prolongado e contato direto do profissional com o paciente. O serviço virtual é pago, assim como a tradicional sessão em consultório.

Em geral, o serviço é usado para uma consulta pontual, como busca por orientação vocacional.
" Um paciente em outro estado ou país, que esteja passando por um momento de dúvida, encontra nesse atendimento um apoio de ordem emocional e não técnica. O psicólogo já conhece a história dele" , explica Aluizio Brito, responsável pela comissão de credenciamento dos sites. " Não existem pesquisas que validem a psicoterapia online" .

Para oferecer atendimento psicológico a distância, o site precisa ter um selo do conselho, informar o registro profissional dos psicólogos e não ter links direcionando a outras páginas na internet. Outra exigência é garantir a proteção do conteúdo das conversas nos encontros virtuais, como utilizar programas antivírus.

" Ele [o psicólogo] não tem como garantir sigilo absoluto, mas tem que demonstrar um mínimo de segurança" , diz Brito.
Uma recomendação, continuou Brito, é que o paciente acesse o site somente por computador e rede de internet próprios. "É bom também apagar as conversas depois da sessão" .


A relação dos sites autorizados está disponível na página do CFP.


O profissional pode oferecer o atendimento virtual pelo prazo de três anos, podendo renovar por igual período. Qualquer alteração no conteúdo do site deve ser comunicada ao conselho regional ou o serviço é cancelado pela entidade.
fonte: Saúde.net

Recursos garantidos para OSPA

Sala Sinfônica da Ospa para setembro de 2014

O secretário de Estado da Cultura, Luiz Antonio de Assis Brasil anuncia convênio com o Ministério da Cultura no valor de R$ 20 milhões, que cobrirão boa parte dos custos da obra. Para receber a verba, o governo do Estado entrará com uma contrapartida de R$ 5 milhões.

– O governador Tarso Genro estará incluindo para o orçamento do próximo ano mais R$ 10 milhões – anunciou o secretário, acrescentando que o orçamento total de R$ 38 milhões para a construção da Sala Sinfônica, no Parque Maurício Sirotsky Sobrinho, poderá chegar a R$ 45 milhões.

A primeira parte da fundações – a fase de estaqueamento – está concluída. Orçada em R$ 2,5 milhões, a etapa contará com verba de R$ 2,1 milhões do Banrisul. O valor restante virá da iniciativa privada. Em 27 de julho deverá ser feito o anúncio da empresa vencedora da licitação.

Saiba mais, acesse: www.ospa.org.br

fonte: Facebook de Nilton Fernando

quinta-feira, 28 de junho de 2012

Projetos culturais com recursos publicos

O Conselho Municipal de Cultura divulgou a relação de projetos culturais que terão aporte de recursos públicos municipais no valor de R$ 150 mil.

AVALIAÇÃO FINAL: PROJETOS APROVADOS POR ÁREA CONFORME PONTUAÇÃO.
ÁREA: 

Literatura

1-Roque Aloísio Weschenfelder- R$ 3.920,00
2-Clairto Martin- R$ 8.100
3-Ivone Gomes. R$ 5.322
4-Rafaele Capelleti- R$ 9.000,00 ( SOLICITOU R$ 10.000,00)

Total : R$ 26.342,00

Área: Audiovisual

1-Anderson Farias- R$ 13.000,00 ( Solicitou 15.000,00)
2-Pladinir Mallman - R$ 10.000,00 ( solicitou R$ 14.870)
TOTAL: R$ 23.000,00

Área: Artes cênicas

2-Marcos Padilha. R$ 7.000,00 ( SOLICITOU R$ 10.000,00)
Total R$ 7.000,00

Área:Música 

1-Lucas Saldanha. - R$ 12.000,00 ( SOLICITOU R$ 15.000,00)
2-Cláudio Joner- R$ 10.000,00
3-Ivo Carvalho- R$ 10.000,00 ( SOLICITOU R$ 11.100,00)
4-Vinícius Ribeiro-89- R$ 10.000,00 ( SOLICITOU R$ 11.000,00)
5-Valdir Ribeiro Ribas.70 R$ 8.000,00
Total: R$ 50.000,00

Área: Tradições

1-Círculo Operário de Santa Rosa. - R$ 12.700
2-Braspol- R$ 7.000,00
4-Telmo Brandão da Silva- R$ 7.000,00 ( SOLICITOU R$ 14.500,00)
5-Turma do Alambique R$ 6.958,00 ( SOLICITOU R$ 15.000,00)
Total- R$33.658,00

Área: Artes plásticas

1-Fabiano Fester- - R$10.000,00



Mostra Gaucha de Cinema seleciona inscritos

Os 43 trabalhos cadastrados somam nove horas de exibição, mas o limite do prêmio permite quatro

Para dar seguimento à Mostra Gaúcha – Prêmio Assembleia Legislativa de Cinema, uma comissão de seleção, formada por profissionais da área, terá que decidir os inscritos que, de fato, integrarão a Mostra no Festival de Cinema de Gramado. O evento recebeu 43 inscrições de filmes de curta-metragem produzidos no Rio Grande do Sul, o equivalente a nove horas de exibição, mas o limite é de quatro horas. Durante o festival, que está marcado para acontecer entre 10 e 18 de agosto, a comissão julgadora vai definir os agraciados nas 11 categorias da premiação.

Realizado em parceria com a Prefeitura Municipal de Gramado, o prêmio da Assembleia Legislativa para curtas-metragens tem o intuito de incentivar a produção gaúcha de cinema. A Mostra contempla os vencedores com prêmios em dinheiro, que somam R$ 30.000,00, em 11 categorias: filme, diretor, roteiro, ator, atriz, música, fotografia, montagem, direção de arte, edição de som e produtor.

O evento tem o apoio da Associação Profissional de Técnicos Cinematográficos do RS (APTC), do Sindicato da Indústria Audiovisual do RS (SIAV), da Fundação Cinema RS (Fundacine) e da Secretaria de Cultura do Estado do Rio Grande do Sul, no âmbito do Instituto Estadual de Cinema (Iecine).

>> Festival de Cinema de Gramado: festivaldegramado.net

fonte: Coletiva.net

quarta-feira, 27 de junho de 2012

50 anos dos Rolling Stones

Logo dos 50 anos
Artista Shepard Fairey repaginou a icônica imagem da língua que virou símbolo da banda 

“É bem impressionante quando você pensa sobre isso”, Mick Jagger disse à Rolling Stone EUA no ano passado, falando sobre os 50 anos dos Rolling Stones. Em homenagem ao aniversário, a banda pediu ao artista Shepard Fairey para repaginar o icônico logo com um novo design.

A imagem da língua foi usada pela primeira vez no encarte do disco Sticky Fingers, de 1971, e foi criada por John Pasche, um estudante de artes da Royal College of Art, em Londres. Pasche recebeu um pedido de Jagger em 1969, já que o vocalista estava descontente com os designs oferecidos pelo selo dos Stones, Decca Records. “O conceito de design da língua era representar a atitude antiautoritarismo da banda, a boca de Mick e as óbvias conotações sexuais”, Pasche disse anos depois. “Eu fiz o design de modo que fosse facilmente reproduzido e em um estilo que imaginei ser capaz de resistir ao teste do tempo.”

Hoje, até Jagger fica surpreso com o fato de a banda ter ido tão longe. “É um grupo bem diferente daquele que tocou 50 anos atrás”, ele disse. “Quando penso sobre isso, uma parte de mim pensa: ‘Estamos trapaceando um pouco’, porque não é a mesma banda – é o mesmo nome, mas apenas Keith e eu somos as mesmas pessoas, acho. Eu tentei descobrir quando foi o primeiro show do Charlie [Watts], mas não consegui. Mas é uma conquista incrível. É fantástico e tenho muito orgulho disso.”

No segundo semestre, será lançado um documentário sobre a trajetória da banda, repleto de imagens inéditas. Muito se falou sobre uma turnê comemorativa, mas ainda não há nada confirmado – no entanto, os integrantes afirmaram que as comemorações serão oficializadas em 2013, casando com o aniversário de 50 anos da entrada de Watts no grupo.

fonte: por PATRICK DOYLE no site Rolling Stone

Cultura consolida sistema nacional

Câmara aprova PEC que cria SNC

Com 326 votos favoráveis, proposta será encaminhada ao Senado Federal

Brasília – Em sessão extraordinária desta terça-feira (26) o plenário da Câmara dos Deputados aprovou a Proposta de Emenda à Constituição nº 416/2005, que institui o Sistema Nacional de Cultura (SNC).

O ministro interino da Cultura, Vitor Ortiz, acompanhou a aprovação no plenário. “Foi uma importante vitória. Obtivemos a aprovação em primeiro e segundo turnos antes do início do recesso parlamentar”.

Vitor Ortiz disse, também, que no segundo semestre, o esforço volta-se para o Senado. “A PEC vai para apreciação dos senadores e nossa expectativa é que ela seja aprovada ainda este ano e, efetivamente, incluída na Constituição brasileira”, explica.

“A previsão da existência do SNC está para o MinC, assim como o SUS está para o Ministério da Saúde e o Sistema Nacional de Educação para o MEC. Ou seja, é a consolidação do espaço institucional das políticas culturais no Brasil”, avaliou o ministro interino Vitor Ortiz.

Ortiz agradeceu o empenho do presidente da Câmara dos Deputados, deputado Marco Maia (PT-RS), em reunir os parlamentares para apreciação da matéria. “A Proposta só teve um voto contrário”, disse.

A proposta é considerada uma importante pauta legislativa do Ministério da Cultura (MinC) e essencial para o desenvolvimento e implementação do Plano Nacional de Cultura (PNC).

O objetivo do sistema é integrar as três instâncias governamentais (federal, estadual e municipal) e a sociedade brasileira em um interesse comum: o investimento na cultura nacional. O SNC também assegura a continuidade das políticas públicas na área cultural.

O SNC será composto por representantes do MinC; do Conselho Nacional da Cultura; dos sistemas de Cultura dos estados, do Distrito Federal e dos municípios; das instituições públicas e privadas ligadas à promoção, ao financiamento e à realização de atividades culturais; e dos subsistemas complementares, como os sistemas de museus, de bibliotecas, de arquivos, de informações culturais, de fomento e de incentivo à cultura.

Com a aprovação o sistema passa a funcionar regularmente e possibilita a democratização dos processos de tomada de decisões importantes para o meio cultural, tais como a capacitação de pessoal, a formação de uma infraestrutura cultural (construção de bibliotecas, museus, teatros), além do financiamento a projetos em todos os municípios brasileiros.

A proposta foi aprovada em segundo turno e será encaminhada para apreciação, em dois turnos, no Senado Federal.

terça-feira, 26 de junho de 2012

Camara aprova 10% do PIB para a educacao

Comissão especial concluiu a votação do Plano Nacional de Educação (PNE). Se não houver recurso, texto seguirá diretamente para o Senado. 

Em uma sala lotada de estudantes e de representantes de movimentos sociais, a comissão especial do Plano Nacional de Educação (PNE – PL 8035/10) aprovou a aplicação de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) do País em políticas do setor em até dez anos. O índice vinha sendo reivindicado por deputados da oposição e parte da base aliada do governo, além de representantes de entidades da sociedade civil.

Hoje, União, estados e municípios aplicam juntos cerca de 5% do PIB na área. Na proposta original do Executivo, a previsão era de investimento de 7% do PIB em educação. O índice foi sendo ampliado gradualmente pelo relator, deputado Angelo Vanhoni (PT-PR), que chegou a sugerir a aplicação de 8% em seu último relatório.

Um acordo feito nesta terça-feira (26) entre governo e oposição garantiu o apoio do relator aos 10%. Pelo texto aprovado, o governo se compromete a investir pelo menos 7% do PIB na área nos primeiros cinco anos de vigência do plano e 10% ao final de dez anos. A proposta segue agora para o Senado.

Flexibilidade
Oito destaques apresentados ao relatório de Vanhoni sugeriam mudanças na meta de investimento em educação. Pelo acordo, apenas a meta de 7% em cinco anos e 10% em dez anos foi colocada em votação. Autor do destaque aprovado, o deputado Paulo Rubem Santiago (PDT-PE) acredita que essa alternativa teve apoio do governo porque oferece flexibilidade na gestão orçamentária. Isso porque outras propostas previam metas intermediárias ano a ano.

Para o coordenador-geral da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, Daniel Cara, a aprovação dos 10% é resultado da pressão de entidades ligadas ao setor: “São dois fatores primordiais que garantiram que esse acordo fosse consagrado: o trabalho técnico de diversas instituições, que mostraram a necessidade dos 10%, e a mobilização popular”.

Qual a musica mais tocada do seculo?

O Ecad também acaba de fechar o ranking de músicas mais tocadas nas rádios durante o século XXI. Velha Infância do Tribalistas ficou em primeiro lugar, seguido de Quem de Nós Dois de Ana Carolina e Amor Perfeito de Michal Sullivan, regravada por várias bandas. Abaixo o resto do Top 10 dos hits:

- Esperando na Janela

- Vamos Fugir

- Amor Maior

- Dormi na Praça

- Lenha

- Dou a vida por um beijo

- Evidências

Saiba mais, acesse: www.ecad.org.br


Lancamento do Hortigranjeiros

Lançado oficialmente o 29º Hortigranjeiros


Alegria, entusiasmo e muitas delícias marcaram o lançamento oficial do 29º Encontro Estadual de Hortigranjeiros, ocorrido na última quinta-feira, 21.



Cerca de 400 pessoas prestigiaram o Café Colonial, composto por 49 pratos diferentes oriundos da agricultura familiar, realizado na Comunidade Batista de Candeia, em Santa Rosa.

Na ocasião, o Presidente do evento, Adenir Bortoli, declarou sua emoção em presidir o 29º Encontro Estadual de Hortigranjeiros. “Como produtor rural, fico emocionado em ser presidente ao lado de uma equipe que não precisa ser comandada, que dá os passos por si só”, afirmou. O Presidente também compartilhou as principais atrações do evento. “Feira da Terneira, Hortishow, agricultura familiar, indústria e comércio, participação das casas étnicas, parque de diversões, apresentações artísticas e culturais, e comemorações do Dia do Município, 10 de agosto, e Dia dos Pais integrarão a programação”, destacou Bortoli.

O Prefeito, Orlando Desconsi, agradeceu aos presentes, aos patrocinadores e a todos que de alguma forma contribuem para o sucesso do Hortigranjeiros. “Esta é mais uma ação em que homens e mulheres dedicam tempo para organizar um evento que fomenta a agricultura e desenvolve o município e a região”, afirmou.

Cerca de 120 pessoas, todas voluntárias, trabalham nas 32 comissões para realizar o 29º Hortigranjeiros, que valoriza os produtores de hortigranjeiros, num contexto de fortalecimento da agricultura familiar e também o desenvolvimento de novas alternativas de produção e de tecnologia para o nosso agricultor e agricultora. O evento busca superar o número de 500 expositores e 110 mil visitantes, registrados na última edição.

Para a coordenadora geral do evento e gerente regional adjunta da Emater/RS-Ascar na região de Santa Rosa, Neida Frohlich, “produzir alimento é a vocação da agricultura familiar. Quando vemos uma família bem sucedida no meio rural é porque está feliz. E, para estar feliz, é preciso políticas públicas que incentivem cada vez mais a permanência no campo e a produção de alimentos”, enfatizou.

Na ocasião, os presentes também acompanharam a apresentação das peças publicitárias desenvolvidas pela agência Soluty Comunicação, de Santa Rosa.

O 29º Encontro Estadual de Hortigranjeiros será realizado de 8 a 12 de agosto, no Parque Municipal de Exposições Alfredo Leandro Carlson, em Santa Rosa. O Hortigranjeiros é promovido pela Prefeitura de Santa Rosa, Associação dos Produtores de Hortigranjeiros de Santa Rosa e Emater/RS-Ascar.


Para saber mais, acesse: www.hortigranjeiros.com.br

Festival de Cinema de Gramado comemora 40 anos

A edição deste ano promete ser uma das mais celebradas do Festival de Cinema de Gramado. Para marcar os 40 anos ininterruptos de realização, a programação foi pensada para valorizar ainda mais o cinema nacional e o intercâmbio com produtores e realizadores brasileiros e latinos. A organização aposta na história, na tradição e no prestígio do evento para estimular também a maior participação da comunidade gramadense.

Todos os anos, o Festival de Gramado reúne um grande elenco de astros e estrelas do cinema brasileiro, diretores, vídeomakers e produtores regionais. Em 2012, a finalidade é apresentar uma parcela representativa da recente produção brasileira e internacional e contribuir para sua difusão e debate, reunindo profissionais de cinema, promovendo encontros, seminários, painéis e lançamentos de publicações. “Queremos que essa edição seja comemorativa, não somente pelo prestígio, mas por renovar o espaço para o cinema”, afirma Rosa Helena Volk, secretária de Turismo de Gramado e coordenadora do evento. Para o curador Marcos Santuário, esta edição será uma grande celebração. “A ideia é olhar para o passado e tudo o que construiu e consolidou o Festival de Cinema de Gramado e também enxergar adiante, voltando o olhar para próximos 40 anos”, explica o jornalista.

Mais democrático

Coordenado pela secretária de Turismo de Gramado, Rosa Helena Volk, o festival chega a 2012 com a proposta de ser mais democrático. Não há mais a figura de um presidente, as contas e os contratos serão fiscalizados por um Conselho Gestor de Eventos de Gramado e o planejamento ficará a cargo da produtora UM Cultural, com participação de entidades de cinema.

A volta da exibição dos curtas gaúchos no Palácio dos Festivais, ingressos mais baratos para as exibições dos longas-metragens em competição e premiação em dinheiro em diferentes categorias se destacam como as grandes novidades para 2012. Ao todo, serão R$ 350 mil em prêmios para 10 categorias, com proposta de R$ 120 mil para o melhor filme nacional e R$ 80 mil para o melhor longa estrangeiro. “Queremos que essa edição seja comemorativa não somente pelo prestígio, mas por trazer novas perspectivas e renovar o espaço para o cinema” afirma Rosa Helena.

O Festival ocorre de 10 a 18 de agosto em Gramado.

Para saber mais, acesse www.festivaldegramado.net

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Nike banida do Twitter

Twitter bane primeira publicidade na rede social

Anúncios da Nike foram publicados sem informar que se tratava de propaganda

Pela primeira vez, uma campanha publicitária foi banida no Twitter, segundo o jornal The Guardian. Trata-se de anúncios da Nike, que haviam sido publicados na rede social pelos jogadores de futebol Wayne Rooney e Jack Wilshere. Os posts não deixavam claro aos usuários de que as postagem faziam parte de uma ação de publicidade. Com esse entendimento, a Advertising Standards Authority (ASA) proibiu o conteúdo, que foi retirado da plataforma.


Conforme as regras do órgão, personalidades que fizerem propaganda em seus perfis no Twitter devem deixar explícito que o conteúdo não se trata de um comentário ou de uma opinião pessoal. No post banido, Wayne Rooney escreveu: "Minha resolução - começar o ano como campeão e terminar o ano como campeão", seguido da hashtag da campanha #makeitcoun e de um link.

sábado, 23 de junho de 2012

Cineclubismo, Cinema e Educacao em Santa Maria


Conselho Nacional de Cineclubes Brasileiros realiza Seminário Cineclubismo, Cinema e Educação e Pré-Jornada Nacional de Cineclubes Brasileiros


O Conselho Nacional de Cineclubes Brasileiros realiza o Seminário: Cineclubismo, Cinema e Educação e a Pré-Jornada Nacional de Cineclubes Brasileiros, em Santa Maria, Rio Grande do Sul.

O Seminário Cineclubismo, Cinema e Educação será realizado nos dias 27 e 28 de junho através de mesas de apresentação e debates, com a proposta de organização de sessões de filmes que visam a interação e a comunicação entre as disciplinas do currículo escolar, despertando o olhar para novas perspectivas, críticas e valorização do o coletivo.

A atividade reunirá professores, estudantes, cineclubistas, diretores de cinema, produtores culturais, e demais interessados para discutir a utilização do cinema como ferramenta educacional.

Dinâmica:

Os participantes serão recepcionados com uma atividade interativa realizada por um grupo de atores, visando integrar a todos e a valorizar o lúdico, como acontece com a linguagem cinematográfica. Depois desta primeira atividade haverá uma mesa de debate, com três convidados, que falarão sobre cinema, cineclubismo e como utilizar o audiovisual dentro do processo pedagógico.

Para finalizar haverá a exibição de um filme de curta-metragem (produção com até 15 minutos) para que os participantes possam usufruir dos conhecimentos adquiridos, da análise fílmica e a discussão do tema proposto pelo filme.

Abaixo o cronograma de datas:
Data: 27 de junho – quarta-feira
1º turno – manhã das 9h às 12h
2º turno – tarde das 14h às 17h
Data: 28 de junho – quinta-feira
1º turno – manhã das 9h às 12h
2º turno – tarde das 14h às 17h


Local:



Hotel Morotin
R. Angelo Uglione, 1629 / Centro
Entrada Franca





Pré-Jornada Nacional de Cineclubes Brasileiros

A Pré-Jornada Nacional de Cineclubes será realizada em 02 e 03 de julho, em Santa Maria, RS. A atividade marca a reunião da diretoria e do Conselho de Representantes do Conselho Nacional de Cineclubes Brasileiros (CNC), que visa analisar, avaliar e fiscalizaras ações e atividades da atual diretoria e definir as próximas ações/políticas a serem propostas ao movimento cineclubista.

Esta reunião objetiva, dar prosseguimento à organização e discutir o temário da 29º JORNADA NACIONAL DE CINECLUBES que ocorrerá no final de 2012, na Bahia.

Cronograma:
Data: 02 de julho – segunda-feira
Reunião da Diretoria do CNC/Conselho de Representantes
Manhã: das 9h às 12h
Tarde: das 14h às 19h
Data: 03 de julho – terça-feira
Reunião da diretoria do CNC/Conselho de Representantes
Manhã: das 9h às 12h
Tarde: das 14h às 19h




Local:


Hotel Morotin
R. Angelo Uglione, 1629 / Centro
Entrada Franca


fonte: SMVC

Em Brasilia, 19 horas...


O programa ‘Voz do Brasil’ ganhará um projeto de votação no Congresso Nacional para flexibilizar o seu horário de transmissão nas emissoras de rádio do Brasil. O comunicado foi feito pelo presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT-RS), terça-feira, 19, durante o 26º Congresso Brasileiro de Radiodifusão realizado em Brasília.

Atualmente, o programa é transmitido obrigatoriamente a partir das 19h, em todo território nacional com duração de uma hora. De acordo com Maia, o projeto que circula no Congresso permite que as emissoras de rádio tenham liberdade para exibi-lo entre as 19h e 22h.

"Agora colocar em votação, ou colocar na pauta de votações, não significa que será aprovado. "Quero conclamar que daqui até a próxima terça ou quarta, conversem com deputados, lideranças políticas dos seus Estados, façam um trabalho de convencimento", disse o parlamentar ao defender os empresários do setor para pressionarem as autoridades políticas sobre o projeto.


fonte: Comunique-se

Uruguai vai legalizar!

Legalização à uruguaia

Provoca discussões no Uruguai e em países do continente a notícia de que o governo do presidente José Mujica prepara proposta ao Congresso de regulamentação da venda de maconha, que passaria a ser legalizada sob controle exclusivo do Estado.

No Uruguai, há quase quatro décadas, a legislação isenta de pena a posse e o consumo pessoal de drogas. Na prática, a política do vizinho é liberal com o consumidor e o pequeno vendedor, concentrando-se em ações de saúde pública e na repressão aos médios e grandes traficantes.

Agora, em meio a debates sobre medidas para conter a crescente violência associada à difusão do crack, o Executivo uruguaio pretende eliminar o tráfico de maconha por meio da legalização do comércio. O Estado se encarregaria de plantar, certificar e vender o produto, uma oportunidade para tributação (e para corrupção).

A comercialização obedeceria limites de quantidade, definidos por pessoa, e seria destinada exclusivamente a maiores de 18 anos devidamente cadastrados.

Espera-se que essa "estatização da maconha" possa representar um golpe contra o crime organizado, além de poupar recursos na repressão a esse tipo de substância.

Não há dúvida de que as tradicionais políticas repressivas e proibicionistas, exemplificadas pela guerra às drogas movida pelo governo dos EUA, vêm perdendo prestígio nos últimos anos.

As evidências de que tais estratégias falham sistematicamente na tentativa de acabar com o tráfico em escala internacional têm levado personalidades como o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e seu colega norte-americano Bill Clinton a defender a legalização.

De fato, parece ser essa a direção a seguir -de maneira cautelosa e gradual, contudo. O que se poderia questionar no projeto uruguaio é se a legalização em apenas um país da região não irá gerar problemas para os vizinhos.

Uma estratégia regional -ou pelo menos que envolvesse parte dos vizinhos- seria, em tese, mais adequada. Ademais, medidas liberalizantes têm sido adotadas pela Argentina e mesmo pelo Brasil, onde o consumo, embora constitua crime, pela regra atual não é passível de pena de prisão.

Quanto a isso, o anteprojeto do novo Código Penal brasileiro, a ser discutido no Congresso, dá um passo adiante ao propor a descriminalização, para uso pessoal, do cultivo de plantas entorpecentes e da aquisição ou da posse de drogas.


Folha de S.Paulo
23/06/2012

sexta-feira, 22 de junho de 2012

FAM2012 - Os vencedores


CONHEÇA OS VENCEDORES

Melhor Filme - "Quando Morremos a Noite" - Eduardo Morotó - RJ
Melhor Ficção - "Quando Morremos a Noite" - Eduardo Morotó – RJ
Menção Honrosa de Melhor Ficção – “Não Deixe Joana Só” – Cecília Engels - SP
Melhor Documentário – “Ser tão Cinzento” – Henrique Dantas - BA
Melhor Direção - Thais Fujinaga -"L" - SP
Melhor Roteiro - Cecília Engels -"Não Deixe Joana Só" - SP
Melhor Montagem - Gui Campos - "Imperfeito"- DF
Melhor fotografia - Marcelo Martins Santiago – “Quando Morremos a Noite" - SP
Menção Honrosa Melhor Fotografia: Antonio Luiz Mendes - "Querença" - MG
Melhor Som - Gabriela Bervian - "De lá pra Cá" - DF
Melhor Trilha Original - Julia Ferrari e Gui Campos - "Imperfeito" - DF
Melhor Direção de Arte - Carlos Olivares - "Quando Morremos a Noite" - SP
Melhor Atriz - Ângela Amorim - "A Arte de Andar pelas Ruas de Brasília" - DF
Melhor Ator - Carlos Biaggilo -"Não Deixe Joana Só" - SP


MOSTRA CURTAS MERCOSUL – JÚRI OFICIAL
Melhor Filme - “L”, de Thais Fujinaga – SP


MOSTRA CURTAS CATARINENSES
Melhor Filme Júri Oficial – “Fibra” – Fernando Evangelista e Juliana Kroeger
Melhor Filme Júri Popular – “Não, Senhor” – Gabriela Brandão


MOSTRA DOC-FAM
Melhor Documentário Júri Oficial – “O Liberdade” – Cíntia Lange e Rafael Andreazza – RS
Melhor Documentário Júri Popular – “Iván, de Volta para o Passado” – Guto Pasko - PR


MOSTRA INFANTO-JUVENIL
Melhor Filme Júri Oficial e Popular – “Lápis de Cor” – Alice Gomes – RJ

Mostra Mundo Arabe de Cinema tem exibicoes a partir de 50 centavos

Exposição traz filmes raros e praticamente desconhecidos do chamado mundo ocidental, além de registros inéditos dos protestos que ocorreram durante a Primavera Árabe.



A partir da próxima terça-feira (26) começa em São Paulo a 7ª Mostra Mundo Árabe de Cinema. Através da exibição de 32 produções, entre documentários e ficções, a exposição pretende trazer aspectos da realidade política, social e cultural dos países árabes.

A mostra, organizada pelo Instituto da Cultura Árabe (ICArabe), contará ainda com a participação de diretores estrangeiros e nacionais, que abordam o tema.

Uma das atrações da exposição é a seleção de filmes que integram a Mostra “Mapeando a subjetividade: cinema experimental árabe dos anos 60 até os dias atuais”, que traz filmes raros e praticamente desconhecidos do chamado mundo ocidental.

Na seleção “Um olhar contemporâneo” serão apresentados dois documentários com registros inéditos dos protestos que ocorreram durante a Primavera Árabe. O movimento iniciou na Tunísia e marcou o início de 2011 pelas revoltas das populações árabes, na busca da queda dos regimes ditatoriais.

A mostra fica em cartaz até o dia 22 de julho em São Paulo e será realizada nos espaços CineSESC, Cinemateca, Cine Olido e Centro Cultural Banco do Brasil. Além da capital paulista, a cidade do Rio de Janeiro também receberá as produções durante os dias 6 e 12 do próximo mês. Os ingressos custam a partir de R$0,50.

A programação completa está no site: www.icarabe.org

De São Paulo, da Radioagência NP, Daniele Silveira.

Goergen quer creditos ilimitados para celulares

Uma proposta em tramitação na Câmara dos Deputados pode dar uma folga no orçamento de usuários de telefonia móvel (hoje em dia quase todo o brasileiro). O deputado Jerônimo Goergen (PP-RS) quer acabar com os prazos para o uso de créditos na modalidade pré-paga. Na justificativa da matéria, o parlamentar contrapõe com a realidade dos planos pós-pagos. "Caso o consumidor ultrapasse os limites estabelecidos nos contratos ele é taxado em tarifas extremamente elevadas, mas se não gastar todos os minutos que contratou acaba por perdê-los ou pode acumular de um mês para o outro", argumenta. 

A matéria deve demorar para chegar a plenário. Na próxima semana Goergen apresentar outro projeto na área que promete polêmica: quer proibir a venda de novas linha até que as já habilitadas sejam atendidas adequadamente.

Novo album de Vitor Ramil

 'FOI NO MÊS QUE VEM' é o título do novo álbum de Vitor Ramil
Vitor Ramil está gravando seu novo álbum, Foi no mês que vem, um álbum duplo, contendo 32 canções de sua autoria, selecionadas entre as sessenta que estarão em seu songbook. São canções consideradas marcantes em sua carreira, a partir dos discos gravados por Vitor. Tanto o álbum quanto o songbook tem o lançamento previsto para setembro/outubro.

Voz e violão serão a base do disco, que conta também com muitas participações especiais:

O violonista argentino Carlos Moscardini, que já havia participado do álbum e dos shows do último disco de Vitor, délibáb, gravou participação em seis faixas de Foi no mês que vem, como Estrela, Estrela, Ramilonga e Noite de São João.

Pedro Aznar, um dos mais importantes nomes da música argentina, que produziu dois álbuns de Vitor - Tambong e Longes -, também participa de Foi no mês que vem, dividindo os vocais com Vitor em À Beça. Pedro gravou também baixo e cuatro venezuelano.

Uma das maiores influências de Vitor Ramil, Milton Nascimento, canta com ele em Não é céu. Nessa mesma música, participam ainda o baixista André Gomes e o percussionista argentino Santiago Vazquez. Santiago toca também em Satolep, Que horas não são e O primeiro dia.

O cantor Ney Matogrosso, que gravou a canção Invento, de Vitor Ramil, em seu álbum Beijo Bandido, também participa de Foi no mês que vem. Vitor e Ney dividem os vocais em Que horas não são.

Foi no mês que vem conta ainda com a participação de um dos maiores ídolos do rock argentino, Fito Paez. Fito canta e toca mellotron em Espaço.

Novas participações deverão ser anunciadas em breve. Fotos das gravações estão disponíveis no Facebook de Vitor Ramil. Além disso, os apoiadores da campanha de financiamento coletivo para o lançamento do álbum estão recebendo, em seu e-mail, vídeos exclusivo das gravações do disco, inclusive das participações especiais.

Em parceria com o Traga Seu Show, plataforma pioneira para financiamento coletivo de projetos musicais no Rio Grande do Sul, Vitor Ramil lançou, no mês de maio, campanha de arrecadação de fundos para o lançamento de Foi no mês que vem. Os colaboradores do projeto de Vitor Ramil estão recebendo e receberão diversas contrapartidas, de acordo com os valores do incentivo.

A campanha já chegou a 70% da meta a ser atingida. Faltam 30%, para os quais contamos com sua participação! Restam 44 dias para se engajar.

Acesse: 

[Obera en Cortos2012] Bolsas de formacao e capacitacao


+ infos: www.oberaencortos.com.ar

quinta-feira, 21 de junho de 2012

RS tem duas novas mortes por gripe A

Rio Grande do Sul tem duas novas mortes por gripe A confirmadas

Chega a cinco o número de mortos por causa da gripe A no Rio Grande do Sul neste ano. Nesta quarta-feira, mais dois óbitos foram confirmados pelo Centro Estadual de Vigilância em Saúde (CEVS). Morreram por causa da doença uma mulher, de 44 anos, moradora de Guarani das Missões, na Região das Missões, e uma jovem, de 18 anos, do município de Maquiné, no Litoral Norte.

Conforme o CEVS, já foram notificados 11 casos da H1N1 no Estado. Ao todo, são 26 casos em 2012. As principais ações de enfrentamento à doença são a manutenção de medidas preventivas e o tratamento com antiviral Oseltamivir (Tamiflu), disponível na rede pública de saúde de todo o Estado para casos suspeitos de influenza internados ou ambulatoriais.

Mais infos no Correio do Povo

Teatro no SESC

A Peça do Casamento

Dia 10 de julho - 3ª feira - 20h

Teatro do SESC Santa Rosa


Sinopse

Jack e Gillian são casados há 30 anos. Em uma determinada tarde, Jack anuncia que a está deixando e a partir daí, um fascinante jogo cênico e de palavras, de ataques e lembranças propõe um passeio pela relação e pela história dos dois, pelo significado da representação e pelo duelo verbal e físico do casal, ao final do qual se observa o casamento em tom ferino, mas com muito humor.

Guida Vianna
Atriz

Ela já atuou em mais de 40 peças de teatro, que é o seu principal "metier". Entre outras peças, esteve em: " Gata Em Teto de Zinco Quente", em 1998. Em 2003, fez: " Nada de Pânico", papel com o qual ganhou o Prêmio de " Melhor Atriz". Em 2004, fez: " 2 X Pinter". Em 2005/06 trabalhou em: " A Mulher Desiludida". E em 2007: " Fim de Jogo". " A Mulher Desiludida", é um monólogo de autoria da francesa Simone de Beauvoir. E com ele a atriz fez itinerância, por vários estados do Brasil. Em 2009, a atriz estreou o espetáculo musical " Gloriosa", ao lado dos grandes atores Marília Pêra e Eduardo Galvão.

No cinema, Guida Vianna entre outros filmes, fez em 1987: " Romance da Empregada". Em 2003.fez: "Gregório de Matos". Em 2006: " Irma Vap" e " O Maior Amor Do Mundo". Em 2008: " Polaróides Urbanas".

Em televisão, Guida Vianna começou em 1984, na Rede Globo, fazendo a novela: " Livre Para Voar". Em 88, fez: " O Primo Basílio" e " Olho Por Olho". Em 95, fez um episódio de: " Você Decide".Em 2004, esteve na novela:" Senhora do Destino". Em 2005 e 2006, fez os seriados: " A Diarista " e " A Grande Família". Em 2006, fez ainda a novela: " Sinhá Moça". Em 2007, fez: " Duas Caras". Em 2008: " Faça Sua História". Em 2009: " Toma Lá Dá Cá". Em 2010, a minissérie " Dalva e Herivelto". E em 2011, a novela "Fina Estampa". Todos esses trabalhos na Rede Globo de Televisão.

Dudu Sandroni
Ator

Em 25 anos de carreira, Dudu Sandroni fundou o Grupo Fodidos Privilegiados, dirigido por Antonio Abujamra e foi coordenador artístico do Centro de Demolição e Construção do Espetáculo, dirigido por Aderbal Freire-Filho. Recebeu o Prêmio Mambembe 1988 de melhor diretor e o Mambembe 1998 de personalidade, e o Prêmio CBTIJ [Centro Brasileiro de Teatro para a Infância e Juventude] 2005 de melhor diretor.

Em 2003, foi produtor e diretor-assistente de “O que diz Molero”, de Aderbal Freire-Filho. Em 2005, dirigiu “Os diferentes”, baseado na obra de Carlos Drummond de Andrade, com o Grupo Hombu. Em 2007, produziu e dirigiu “Rasga coração”, de Oduvaldo Vianna Filho, que lhe valeu a indicação ao Prêmio Shell e Contigo de melhor diretor daquele ano. Em 2009, dirigiu “Linha reta linha curva”, de Machado de Assis, no casarão do Instituto Cultural Austregésilo de Athayde, onde morou seu avô (Austregésilo de Athayde).

Dudu Sandroni tem uma história como elaborador de políticas públicas para o setor e gestor cultural do Teatro Carlos Gomes, Ziembinski e Gonzaguinha. Como ator, participou, entre outros, dos musicais “A noviça rebelde” , “Gypsy” e “ Um violinista no telhado”, da dupla Moeller e Botelho, de “A ratoeira”, dirigido por João Fonseca, e, como diretor, em “A agonia do rei”.

Longboard tem encontro em Santo Angelo

Feras do Skate tem o 1º Encontro Longboard em Santo Ângelo neste sábado

O próximo sábado (23), a partir das 10h em frente ao Ginásio de Esportes Marcelo Mioso as grandes feras do skate gaúcho tem encontro marcado com a comunidade local e regional.

Neste dia acontece o 1º Encontro Longboard segundo informou a Rádio Cidade Santo Ângelo um dos grandes incentivadores do esporte na capital missioneira EDSON REGINALDO SILVA.

O evento é realizado juntamente com a Federação Gaúcha de Skate, e cidades filiadas à entidade. Já confirmou presença uma delegação de Rivera (Argentina), ao evento de Santo Ângelo.

Ainda no sábado, segundo Edson Reginaldo Martins, acontece premiação das categorias, bem como a entrega do bolsa atleta para três competidores que foram selecionados previamente, quando passam a receber ajuda do governo para desenvolver a prática do skate, bem como competir em certames nacionais e internacionais.

Segundo ainda Martins a concretização na realização do evento em Santo Ângelo neste sábado contou com o apoio fundamental da administração municipal, Ministério dos Esportes, e Fundergs.

A intenção dos adeptos do skate em Santo Ângelo é promover no próximo ano no município o Campeonato Gaúcho Amador nas Missões.

quarta-feira, 20 de junho de 2012

COOPERLUZ lanca PCH Bela Uniao

A COOPERLUZ fará o lançamento do Projeto da Pequena Central Hidrelétrica (PCH) Bela União.


A solenidade ocorre nesta terça-feira, 26, às 14h30, no Centro Adm. do Parque de Exposições Alfredo Leandro Carlson, de Santa Rosa.


PCH Bela União


A obra prevê investimentos na ordem de R$ 14 milhões financiados pelo Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE).


A usina será construída junto ao Rio Santa Rosa e terá capacidade de gerar uma energia média de 819 mil quilowats

Esta será 2ª PCH da COOPERLUZ que mantém ainda a PCH Santo Antônio, também no Rio Santa Rosa, inaugurada em outubro de 2005, com com 4.500 kW de potência instalada.


A Cooperluz tem mais de 14 mil sócios nas cooperativas de distribuição e de geração de energia elétrica em 12 municípios da grande região.

O atual presidente Querino Volkmer está há 13 anos no comando da cooperativa. A vice-presidência é ocupada por Vicente Czycza e Paulo Kreutz é o secretário geral.


SETREM lanca o X SAPS

O evento promove, entre outros objetivos, a produção científica acadêmica.

Será realizado amanhã (21), o lançamento do X Salão de Pesquisa SETREM (SAPS). 
Durante o dia, será realizada a abertura da Mostra Estadual de Trabalhos de Pesquisa da Educação Básica e da Educação Profissional, com a participação do Grupo Belas em Art’s, de Horizontina, no Momento Cultural.

À noite, será realizada a abertura do X Salão de Pesquisa SETREM, que envolve o Ensino Superior e Educação Profissional, com a participação da Cia de Dança, de Santa Rosa, no Momento Cultural.

O SAPS tem como objetivos promover, estimular e incentivar o desenvolvimento, socialização e publicação das produções científicas dos estudantes, professores e pesquisadores das diversas áreas da SETREM e de outras instituições. 

A X Edição do evento ocorrerá entre 31 de agosto e 8 de outubro e abordará a Mostra Estadual de Trabalhos de Pesquisa da Educação Básica; Mostra Estadual de Pesquisa da Educação Profissional e III Fórum Técnico-Científico da Rede Sinodal: Salão de Iniciação Científica; Jornada de Pesquisa e Feira das Invenções e Inovações Tecnológicas.

Mais informações: www.setrem.com.br

Audiencias para justificar decisao do MEC

Estudantes descontentes
com a decisão
(foto: www.jcabrasil.org)
A Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) Campus Cerro Largo realiza audiência pública sobre a implantação do curso de Medicina em Passo Fundo. 

O evento ocorrerá na próxima segunda-feira, dia 25, às 19h30, no auditório da UFFS (antigo Seminário São José), em Cerro Largo.

Está confirmada a presença do Reitor Jaime Giolo que deverá se manifestar sobre o anúncio do Ministério da Educação que definiu a implantação do curso de medicina na cidade de Passo Fundo.


O plano de expansão das vagas dos cursos de medicina no país, proposto pelo MEC, prevê a criação de 1.260 novas vagas em instituições de ensino federais e privadas nas regiões Norte, Nordeste, Centro Oeste, Sudeste e Sul, além da expansão de vagas em cursos já existentes.

Repercussão

A escolha do MEC repercutiu no meio estudantil e nas comunidades onde a UFFS tem sede.


Em Chapecó a polêmica começou no início do mês, quando os alunos da UFFS e a comunidade local tomaram conhecimento da implantação de 40 vagas de medicina na UFFS em Passo Fundo.

A universidade emitiu nota afirmando que “desde a criação da UFFS, tem recebido e acolhido demandas para a abertura de novos campi e cursos de várias regiões do sul do país” e que “não há sinalização de impedimento para a abertura de novas vagas de medicina, além das 40 já autorizadas, para a UFFS”.

A Câmara de Vereadores de Chapecó discutiu o assunto e a opção do MEC em escolher Passo Fundo que sequer possui campi da UFFS além de não pertencer a Mesorregião Fronteira Sul.


O Diretório Central de Estudantes (DCE) promoveu manifestação contrária à decisão do MEC e em nota declarou que "não houve debate e a decisão foi puramente política”.

O reitor, Jaime Giolo, justificou a decisão do MEC: “Houve, de fato, uma articulação política, mas acredito que o Ministério levou em consideração as condições técnicas de Passo Fundo, que tem mais estrutura para receber o curso”, explicou o reitor. Segundo ele, a reitoria da Universidade foi pega de surpresa com a decisão federal.

Em Cerro Largo os acadêmicos manifestaram indignação e descontentamento com a medida.   "Estamos perplexos com a forma arbitrária em que as decisões foram tomadas", diz a nota divulgada à imprensa.

A Reitoria estará promovendo debates em todos os campi sobre esse assunto. Confira a agenda:

Cerro Largo: 25/06

Laranjeiras do Sul: 27/06

Realeza: 27/06

Chapecó: 29/06

Erechim: 29/06

terça-feira, 19 de junho de 2012

A Turma do Dionisio apresenta novo projeto teatral

PROJETO "A MÁSCARA DE TARÉ: TEATRO, OFICINAS E PALESTRAS

Este Projeto foi contemplado pela FUNARTE no edital Prêmio Procultura de Estímulo ao Circo, Dança e Teatro 2010

Apresentações da peça A MASCARA DE TARÉ
Espetáculo para jovens e adultos sobre os índios guarani que viveram nas Missões

Grupo de Teatro A Turma do Dionísio

Apresentações em 15 cidades do RS, SC, PR e MS
Entrada Gratuita!

1ª ETAPA:
* 21/06 - Auditório da Unisc; 20:30h
Santa Cruz do Sul - RS

* 22/06 - Theatro Treze de Maio; 20h
Santa Maria - RS



segunda-feira, 18 de junho de 2012

Hoje tem lancamento do Hortigranjeiros

Café Colonial de lançamento do 29º Hortigranjeiros será nesta quinta

Nesta quinta-feira, 21, acontecerá o lançamento da 29ª edição do Encontro Estadual de Hortigranjeiros.


Um delicioso cardápio foi preparado com alimentos da agricultura familiar. Ao total, 48 tipos diferentes de pratos serão servidos no Café Colonial.

O lançamento será logo mais, às 19h30, na comunidade Batista de Candeia. Os cartões, no valor de R$25,00, poderão ser adquiridos, com os representantes das comissões do evento; na secretaria de agropecuária, na Prefeitura; na Emater Municipal e na Aphrorosa, promotoras do Encontro.

O 29º Hortigranjeiros, que tem entrada gratuita, acontecerá de 08 a12 de agosto de 2012, no parque de exposições Alfredo Leandro Carlson, em Santa Rosa.

Mais informações: www.hortigranjeiros.com.br

domingo, 17 de junho de 2012

Morre a atriz gaucha Claudia Meneghetti


A atriz gaúcha Cláudia Meneghetti faleceu neste domingo (17), aos 53 anos. Ela estava internada no Hospital de Clínicas de Porto Alegre e morreu devido a uma infecção generalizada.

Cláudia começou no teatro no final dos ano 70 e trabalhou com dramaturgos como Dilmar Messias e Luiz Eduardo Crescente. Entre outras produções, protagonizou, de 1985 a 1989, a peça A Verdadeira História de Édipo Rei, paródia do mito grego.

Mais recentemente, Cláudia foi indicada ao prêmio Açorianos de atriz coadjuvante por sua participações nas peças Homens e Dez (Quase) Amores.

O corpo da atriz está sendo velado no no Cemitério João XXIII, na Capital.


154 anos do Theatro Sao Pedro

O aniversário de 154 anos do Theatro São Pedro, em Porto Alegre, ganhou uma programação especial, ao longo deste mês, com muito teatro e música de qualidade. Nas atrações gratuitas, nas terças-feiras, às 20h, no foyer nobre, "Coração Sol" presta uma homenagem a Caetano Veloso, artista que sabe pensar e traduzir sua época, na interpretação de Dudu Sperb (voz), Vagner Cunha (violino) e Luiz Mauro Filho (piano). Também com acesso livre, "Canções aos Pares", no dia 20 (quarta-feira), às 21h, reúne a gaúcha Adriana Deffenti e a paulista Tatiana Parra, que atuou como vocalista em dezenas de shows e participou de mais de 30 discos de artistas como Rita Lee, Sandy, Ivan Lins, Toquinho e Carlos Careqa.

Drica Moraes e Mariana Lima sobem ao palco nos dias 23 (sábado), às 21h, e 24 (domingo), às 18h, em "A Primeira Vista", texto de Daniel MacIvor, mesmo autor de "In On It" e direção de Enrique Diaz, diretor da versão brasileira. A montagem marca o retorno de Drica aos palcos e a parceria com o diretor, com quem fundou a Cia. dos Atores, há mais de 20 anos, além do encontro com sua amiga de longa data, com quem nunca havia dividido o palco. "A semelhança com ''In On It'' é na estrutura, na escrita, afinal é o mesmo autor, mas aqui ele aborda outros temas, além de ter influência grande da cultura pop e uma forte presença musical em cena", afirma Diaz. Em cena, os encontros, desencontros e, principalmente, reencontros de duas amigas, ouvintes de rock e frequentadoras do universo musical local.

A banda Nenhum de Nós se rende à data e celebra seus 25 anos de trajetória também, no dia 28 próximo, às 21h, no show "Nenhum de Nós Convida para o Aniversário do TSP", contando com vários convidados, como o cantor nativista Luiz Marenco, o cantor e compositor Nei Van Soria e também o vocalista da banda DeFalla, Edu K. Em 2012, um dos mais significativos álbuns de sua história completa maioridade: o precursor "Acústico Ao Vivo no Theatro São Pedro", lançado em 1994 (Universal), reunindo vários hits.

E de 29 de junho a 1 de julho terá vez o mais recente trabalho da Cia. Teatro ao Quadrado, "Artimanhas de Scapino", dentro das comemorações de seus dez anos. O texto de Molière narra as peripécias de um criado, que faz uso de toda sua perspicácia para enganar dois velhos ricos e unir dois casais de jovens enamorados. A direção é de Margarida Peixoto.

A ultima entrevista de John e Yoko vira livro

Acaba de ser lançado pela editora Nova Fronteira o livro “A última entrevista do casal John Lennon e Yoko Ono”, do jornalista David Sheff. De acordo com o portal da Secretaria de Cultura do Estado do Rio, a conversa foi registrada pela revista Playboy, em 1980, alguns meses antes da morte do ex-Beatle.

Aos 24 anos, Sheff recebeu a missão de trazer para o mundo detalhes dos cinco anos em que John ficou recluso cuidando de seu segundo filho, Sean, e também do disco que preparava com Yoko.

Foram três semanas acompanhando os dois e gravando tudo que era dito. Em casa, no estúdio, em cafés, em passeios de limusines, Sheff foi reunindo um material impressionante, que resultou num retrato forte, emocionante, por vezes engraçado e revelador, de um artista responsável por uma mudança radical na cultura mundial.

A entrevista nos faz entender o que levou John e Yoko a viverem uma relação para lá de simbiótica, nos mostra sua opinião sobre as músicas e seus parceiros dentro da maior banda pop de todos os tempos e humaniza o ídolo, que, nos últimos cinco anos de sua vida, estava mais interessado em fazer pão e cuidar de seu filho, a ter que forçar uma barra sob as luzes dos holofotes quando, segundo ele mesmo, não tinha muito a dizer. Enquanto Yoko cuidava dos negócios, John cuidava da casa.

Cultura surf no Festivalma 2012


sábado, 16 de junho de 2012

Uma alianca com a dignidade

por Saul Leblon no site Carta Maior


Deputada Luiza Erundina (PSB/SP)
Uma grande frente da direita brasileira se move na ansiosa tentativa de preservar o comando da maior capital do país. O comboio transporta interesses pesados; não perder sua maior vitrine política é um deles; propiciar ao candidato da derrota conservadora em 2002 e 2010 um holofote de sobrevida até 2014, outro Há também o orçamento: R$ 40 bilhões, maior que o de vários Estados. Serra teria hoje 30% das intenções de votos na corrida pela prefeitura de São Paulo; seu principal oponente, Fernando Haddad, 3%. Lula adoeceu no meio do caminho e já se recuperou. Mas a convalescença pode reduzir a decisiva participação em uma disputa com DNA nacional.

O conservadorismo atrelava vagões ao comboio e exultava a cada tropeço do outro lado. A frustrada tentativa de cooptar Kassab parecia ter subtraído ao PT até mesmo o discurso da polaridade ideológica. Com Marta ressentida e afastada, Serra chocava a serpente ao abrigo de confrontos constrangedores. A incubação conservadora ia bem até que uma palavra que desequilibra o lado contra o qual ela se volta entrou no jogo: dignidade, ou Luiza Erundina. Essa mulher nordestina e socialista, ex-prefeita da capital, que alguns criticaram pelo excesso de zelo com a causa popular, será a parceira de Haddad para devolver a São Paulo algo de inestimável valor: o resgate do voto como um engajamento que faz sentido outra vez na luta por uma cidade a serviço dos cidadãos.

Em 2010, seus 50 anos de integridade e dedicação à justiça social foram manchados por uma condenação no Supremo Tribunal Federal: malversação de fundos públicos. Pela sentença, de um processo que se arrastava há 20 anos, Erundina teria que devolver aos cofres municipais cerca de R$ 350 mil, quantia de que não dispunha, nem nunca teve, razão pela qual a Justiça determinou o leilão de seus únicos bens de valor: um apartamento de 80 m2 na zona sul de São Paulo, avaliado então em R$ 100 mil e dois carros populares - um Palio 97 e um Gol 2004, do tipo 'rodados'. As razões que a levaram à condenação e a forma como ela a superou resumem a inquietação que o seu engajamento eleitoral causa agora nas fileiras da direita.

Erundina não virou ré por qualquer desvio de dinheiro público; sua administração não foi acusada de fraude em licitações ou superfaturamento; ela não nomeou, como fez Serra, um achacador para Departamento de Aprovação de Edificações da Prefeitura, que em poucos anos 'adquiriu' 125 imóveis de alto padrão. Não, eu crime,pelo qual quase perdeu o seu único patrimônio, foi não ter boicotado uma greve geral dos trabalhadores brasileiros, em 1989. Em março daquele ano, a então prefeita de São Paulo determinou que fossem impressos cartazes explicando à população que os ônibus municipais não circulariam nos dias 14 e 15 em apoio à greve geral convocada pela CUT e a CGT, como protesto contra o "Plano Verão.

A decisão de que ela deveria ressarcir os cofres da despesa com os cartazes era definitiva e não cabia mais recurso. A mais pobre ex-prefeita de São Paulo contou então com a ajuda dos amigos para evitar o desastre. Um grupo organizou uma campanha nacional com jantares e doações populares que se espalhou rapidamente, acumulando depósitos de R$ 2 a R$ 20 mil na conta aberta para essa finalidade.

A resposta massiva assumiu contornos de indignação suprapartidária e solidariedade ecumênica a ex-prefeita. Em pouco tempo foi atingido o montante necessário e saldada a sentença. Na verdade, os recursos ultrapassaram o valor estipulado em R$ 7 mil, que Erundina decidiu doar a uma instituição de caridade escolhida com a ajuda dos amigos da campanha. Bem-vinda, senhora dignidade.

Inovacao perigosa


Stuxnet. Duqu. E agora Flame. A lista de programas maliciosos sobre os quais há suspeitas de que teriam sido desenvolvidos por governos está aumentando. Um novo livro de David Sanger do New York Times afirma que o Stuxnet é parte de um plano amplo e secreto dos EUA de usar ciber-armas contra o Irã. Pesquisadores de segurança encontraram pistas que sugerem que o Duqu e o Flame podem ter raízes na mesma iniciativa. O rebuliço gerado pelo livro gerou um inquérito do FBI, um surto de acusações entre políticos e um apelo para que os ciber-ataques sejam banidos de uma vez por todas.

Os detetives do FBI estão tentando descobrir quem divulgou detalhes a respeito dos “Olympic Games”, o codinome da ambiciosa iniciativa de desenvolver ciber-armas como o Stuxnet. O software, que, diz-se, foi bolado por hackers norte-americanos e israelenses, atrapalhou a operação de centenas de centrífugas em uma usina nuclear iraniana.

Este fato não surpreendeu veteranos da área de segurança de computadores, que haviam presumido que os EUA e Israel estavam por trás do Stuxnet, bem como do Duqu e do Flame, que parecem ter sido utilizados para espionar cientistas e funcionários do governo iraniano. O Flame, por exemplo, transmite tudo para os seus mestres secretos, de imagens de tela a áudio de conversações.

Especialistas da segurança da computação, como Eugene Kaspersky, o russo por trás do Kaspersky Lab, usaram o debate gerado pelo Stuxnet como uma chance de renovar o apelo para que os governos negociem um banimento de ciber-armas. Kaspersky, cuja empresa revelou o código do Flame, afirmou que os vírus de computador produzidos e lançados por nações são “a inovação mais perigosa deste século”.

Enquanto isso, o Google também tem tentado aprender a lidar com ciber-ataques. Em 5 de junho, o gigante da internet disse que começaria a enviar avisos virtuais a usuários cujas contas são investigadas por observadores que a empresa acredita se tratar de países. Em relação ao crime virtual, compensa ser paranóico.

Em defesa do bom jornalismo

Alguns empresários da comunicação, principalmente no Interior, não entendem que a maior fortaleza de um jornal é sua credibilidade.

Qualquer ameaça a essa força maior é um tiro de bazuca no próprio pé.

Elementar, meu caro manager.

Os prefeitos, vereadores, empresários da cidade, candidatos a qualquer cargo, precisam do apoio da mídia local para alavancar seus interesses.

Jornais e rádios locais precisam de dinheiro, anúncios.

Esse troca-troca é muitas vezes obsceno. Esconde-se escândalos de prefeitos em troca de alguns reais. Evita-se falar de problemas em empresas para poupar os administradores, enquanto milagrosamente aparecem mais anúncios da mesma empresa na mídia.

Acontece que o mundo mudou - ainda que muita gente não se dê conta.

Hoje a mídia é muito mais do que rádio, jornal e TV.

A democratização da informação revela os abusos de quem tem a mídia na mão. Quem não tiver visão de que seu negócio é muito mais do que mídia tradicional - ou seja, é credibilidade - vai morrer.

Por isso é muito revoltante ver jornais como Diário dos Campos (Ponta Grossa, PR), Correio de Uberlândia (Uberlândia, MH) e Diário do Grande ABC (Santo André, SP) abrindo enormes espaços a políticos em ano eleitoral. É um recibo de que sua credibilidade vem bem abaixo da necessidade de caixa, em uma escala de valores.

Se esse espaço nobre não veio em troca de interesses econômicos significa que há uma tremenda incompetência editorial no comando - o que é ainda mais preocupante.

Outros jornais do Interior - alguns de capitais também - têm demitido editores competentes, comprometidos com o bom jornalismo, substituindo-os por profissionais que aceitam o jogo do toma-lá-uma-matéria-favorável-e-dá-cá-um-novo-anúncio.

Isso é um absurdo. Uma derrota do jornalismo.

O único consolo é que o leitor - a audiência - é soberano. Ele sabe selecionar o que vai consumir.

Jornais, rádios e TVs que preferem apoiar pessoas e empresas em troca de dinheiro, misturando comercial e editorial de maneira escandalosa, permitindo que a seriedade de um meio de comunicação seja contaminada pelos interesses inescrupulosos, estão condenados à morte.

O tempo dará a resposta.

por Eduardo Tessler do Mídia Mundo

Horizontina representada no Festival de Danca de Joinville

A companhia de dança da Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Horizontina foi selecionada para se apresentar no Festival de Dança de Joinville.

O grupo denominado "Belas em Art's", apresentará dois trabalhos coreográficos produzidos pela professora Karen Costa.

O Festival de Joinville é considerado um dos maiores festivais de dança do mundo.
 Mantido com o apoio de patrocinadores e promovido pelo Instituto Festival de Dança de Joinville, o evento reúne mais de seis mil participantes diretos e atrai público superior a 200 mil pessoas numa média de 170 horas de espetáculos, o que inclusive lhe valeu a citação como o Maior Festival de Dança do Mundo no Guinness Book de 2005. 
Grupo Belas em Art's, de Horizontina.
O Festival de Dança de Joinville ocorrerá de 18 a 28 de julho.
Para saber mais, acesse:
www.festivaldedanca.com.br

Festival de Cinema de Floripa


Em 1997, a Panvision deu vida ao FAM, festival que se consagrou como um dos acontecimentos audiovisuais mais importantes do Sul do Brasil e que agora celebra sua 16ª. Edição. Em todos esses anos, o FAM conquistou o reconhecimento do público e da classe pelo trabalho de difusão cultural das diversas cinematografias do Brasil e dos países do Mercosul.

A história do FAM é uma história de sucesso, de ineditismo e de um constante aperfeiçoamento dos canais de comunicação entre público e profissionais do setor audiovisual no Brasil e nos países do Mercosul. Um dos pilares do FAM é o Fórum Audiovisual do Mercosul criado para discutir políticas para o desenvolvimento do setor nos países que constituem o bloco.

O objetivo de fomentar a formação de público, difundir obras inéditas e viabilizar o debate de temas da plataforma audiovisual tem sido plenamente atingido. Mais do que isso, a cada ano aumenta a procura do público e a participação de cineastas, diretores e produtores do mercado audiovisual que atuam no Brasil e nos países do Mercosul.

Tudo sobre o FAM 2012, aqui: www.audiovisualmercosul.com.br