sábado, 1 de setembro de 2012

Quem plantou os ipês?

Os Ipês de Santa Rosa

Com o abrandamento do inverno, os santa-rosenses tiveram o privilégio de apreciar o deslumbre e a delicadeza dos ipês que floresceram em diversos lugares da cidade.


Ipê roxo, ipê amarelo, um único ipê branco (na Praça 10 de Agosto), uma raridade. Como num passe de mágica a natureza privilegia os nativos com uma explosão de beleza e cores.

A pergunta que não quer calar - no entanto - é: quem plantou? Qual foi a boa alma que teve a sensibilidade de preparar a terra e semear esses 'milagres' da natureza que a todos encantam?

Fomos pesquisar. A dica veio lá de Santana do Livramento, através do meu amigo e compadre João Antônio dos Santos. "Foi o Juarez Gutierrez", apontou. O nome do benfeitor é sim Juarez Gutierrez, técnico agrícola, funcionário da Secretaria Estadual da Agricultura. 



Quem também ajudou na pesquisa foi o Dr. Aquiles Giovelli. Segundo ele, houve dois momentos nesta orquestração de embelezar a cidade. A primeira, ocorreu lá pelos anos 1972 a 1976, ocasião em que Anacleto Giovelli (irmão do Aquiles), foi prefeito da cidade. Ele substituía o Dr. Alvírio Scalco, autor do asfaltamento da Avenida Rio Branco e que, calcado em laudo técnico (?), determinou que todas as árvores da avenida principal da cidade fossem arrancadas. A explicação era de que poderia afetar o asfalto. Pois é, explicação meio esdrúxula, mas foi engolida em função do 'benefício' do asfalto.

Pois bem, Giovelli, prefeito que assumiu logo depois, já havia detectado a insatisfação da comunidade com relação à carência de árvores, mandou chamar o Juarez Gutierrez (que foi cedido do governo do estado para a prefeitura) e solicitou-lhe um projeto municipal de reflorestamento para Santa Rosa. 'Meio Ambiente' ainda era um tema precoce, sem o alarido e a importância que hoje detém. Gutierrez apresentou o projeto, e, pessoalmente, começou o profícuo e paciente trabalho de semeadura de árvores em inúmeros locais de nossa cidade. Os resultados estão aí para todos curtirem.

O segundo momento, de acordo com a nossa fonte, foi quando o Vicini substituiu o Erni na prefeitura. Na primeira administração do Vicini, o próprio Aquiles Giovelli, secretário de governo, determinou que fossem plantadas árvores no trajeto Santa Rosa/Cruzeiro e também na Avenida Flores da Cunha, principal via do maior bairro de Santa Rosa. As mudas dos ipês vieram todas da cidade de Ijuí, único horto da região onde havia as variedades da espécie.

Resumo da ópera: uma cidade encantada com os ipês que florescem por todos os lugares. A cidade agradece!


Evidente, que outros laboriosos funcionários públicos e responsáveis pelo setor de parques, praças e afins, tiveram participação relevante na arborização de Santa Rosa. Sem contar àqueles cidadãos que, anonimamente, empenham-se no plantio e conservação de nossas áreas verdes. Não queremos cometer injustiças! Somos eternamente agradecidos a todos!

Mas neste texto, a ideia era fazer um singela homenagem a esse cidadão que se empenhou para nos legar uma cidade mais arborizada, bonita e humana. 

Obrigado, Juarez Gutierrez! Descanse em paz.



Fotos: Felipe Pacheco / Pacheco Fotografias






6 comentários:

Jefferson Banderó disse...

O Sr Juarez também é o responsável pela arborização do Parque de Exposições, e a única Avenida arborizada com Erva mate do Mundo,...que é a Santa Rosa a Cruzeiro,... È um dos pais do trigo "Peladinho", da soja Santa Rosa, a primeira opção de soja precoce que existia, introduziu o Feijão guandú na merenda escolar para eliminar o problema de anemias nas crianças do município, também introduziu e divulgou o confrei,... enfim foi um dos maiores conhecedores e cientistas que Santa Rosa já teve,.... aprendi muito com ele e sempre o tratei como o meu padrinho de formatura,;;;;;;

Gerson Rodrigues disse...

Obrigado pela sua contribuição, Jefferson Banderó! Se permitires, vamos divulgar estas informações.
Grande abraço!

Deisi disse...

Meu Pai, Dario Ottoni Schuler trabalhava com o Juarez Gutterres na primeira fase da história (faleceu em 1975). E ele contribuiu com toda este trabalho. Cultivava as rosas em frente a Prefeitura, muito belas por sinal. Os dois trabalharam muito pela conservação do solo e reflorestamento, quando não se ouvia falar nisso. Como ambos não eram cidadãos santarosenses, tiveram seus nomes esquecidos. Louvável a lembrança de um deles, ao menos.

Gerson Rodrigues disse...

Deisi: obrigado pela contribuição ao texto. Eu lembro das rosas nos canteiros em frente à prefeitura. Eram realmente lindas! Seu pai e o Juarez Gutierrez foram os idealizadores na arborização da nossa cidade. Receba os nossos cumprimentos! Abraço!

maria melo disse...

Esse homem maravilhoso,possuía "o dedo verde"!

maria melo disse...

Esse homem maravilhoso,amante da natureza,possuía o dedo verde!